Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Valeu Sempre A Pena...

Filipe Vaz Correia, 20.07.17

 

 

 

Sempre que olho para o céu,

Questiono o destino,

Se valeu a pena...

 

 E recordo perdido,

Por entre as angustias,

O desconhecido,

Questionamento da minha alma...

 

Dessa imberbe alma,

Que destemperada,

Ousou desassombrada,

Arriscar a desanimada,

Estrada de tamanho amor...

 

E assim,

Sabendo por fim,

Que acabou,

Voltaria atrás...

 

Para novamente,

Te voltar a amar!

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.