Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Uma Carta Para O Avô Do Miguel Luís...

Filipe Vaz Correia, 21.01.19

 

Meu caro Américo Luís, mas que grande problema foi o meu querido amigo arranjar ao seu neto...

É que o "Treinador" Holandês não gosta de pieguices, cenas lamechas com pitadas de sentimentalismo.

E o meu caro, na qualidade de Avô, resolveu invadir as câmaras da Sporting TV, no dia em que o menino, seu neto, marcou o golo que deu a vitória ao clube de Alvalade, sendo que o rapaz ainda se atreveu a vencer o prémio de Homem do Jogo.

O senhor Keizer, não deve ter gostado de tamanha afectividade, coisas que distraem os "craques" predestinados  e nunca mais o colocou a jogar...

Ora banco, ora bancada, ora bancada, ora silêncio.

Nessa mesma semana, Miguel Luís foi considerado o menino-maravilha de Alcochete, para o site da UEFA, numa ilusória descrição de um talento que parece pouco apreciado para os lados dos Países-Baixos.

Mas enfim...

Não desespere senhor Américo, pois parece que um tal de Jovane, também menino de Alcochete, viu o seu espaço na equipa reduzido a nada, e esse não teve direito a pieguices, nem a Avô ou Papá.

Mas o que importa?

Então nós temos, Petrovic, Gudejl, Wendell, Diaby, entre tantos outros talentos que não consigo enumerar...

Sem chorar.

Ai a doce Formação ou a singela e eterna contradição da Nação Leonina, criando tanto, sem nada aproveitar.

Senhor Américo, tenha paciência...

Um abraço deste adepto Leonino.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.