Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Um Dentinho Podre Na RTP...

 

É nestes momentos que a alguns lhes "salta a tampa"...

Perdoem-me a expressão mas é a melhor forma que encontrei para denominar o gesto medíocre do "pequeno" Dentinho, de seu nome:

Paulo.

O Director de Informação da RTP, resolveu publicar e depois apagar, um pedaço de cobardia carregada de arrependimento, um post onde descarrega parte do seu ressabianço, julgando e sentenciando o caso que envolve Cristiano Ronaldo.

Ele sabe que existem violações de primeira, de segunda e até de terceira, o que a julgar pela linguagem escolhida por si naquele inenarrável texto, deverá ter aprendido em algum bordel.

Ou talvez seja a linguagem inerente ao seu carácter, essa mesma com que nos resolveu presentear nessa sua reles sentença.

O que pedir a um Director de Informação?

Ao Senhor Dentinho já não lhe pediria educação, recato ou dimensão para se aperceber do cargo que ocupa...

Somente lhe pediria imparcialidade, pelo menos a necessária para que não nos apercebêssemos da sua imensa raiva incontida, em relação à figura do "Herói Nacional", segundo as suas singelas palavras.

Não sei se Ronaldo violou a dita Senhora, no entanto, atendendo ao que até agora foi provado, é tão legitimo defender essa tese como a de que tudo aconteceu de forma consentida...

Senão estamos em presença de uma questão de crença ou de fé, o que estará longe de se confundir com Justiça, por isso convirá ter a frieza e a seriedade para esperar por um veredicto baseado em provas.

Repito...

Provas!

Seria isso que esperaria de um Director de Informação e até de qualquer cidadão razoável mas na verdade não é essa a prática corrente nestes dias mediáticos que marcam a agenda pública.

E de Dentinho em Dentinho se vai revelando a triste insanidade com que se fazem julgamentos em praça pública.

No tempo da inquisição, as fogueiras acesas também tinham na assistência um sem número de Dentinhos, de dedo em riste, esperando por um sinal para começarem a vociferar, como de Juízes se tratassem.

Digno seria, o próprio, pedir a demissão de Director de Informação mas talvez a sua dignidade tenha sido apagada num qualquer post de internet.

Por tudo isto, uma simples recomendação para a redacção da RTP...

Um dentista!

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

13 comentários

Comentar post