Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

18
Ago18

Um "Palhaço" Chamado Bruno...

Filipe Vaz Correia

 

Em primeiro lugar pedir desculpa a todos os Palhaços, todos os que usam essa arte como profissão.

Não quero por isso deixar de notar que não confundo Palhaços, com este "palhaço"  a quem me refiro...

Bruno voltou à ribalta, num dia repleto de Brunismo, de Brunistas, de palhaçadas, perdoem-me a redundância.

Parafraseando Victor Espadinha:

"Estou farto deste gajo."

E muito mais haveria para citar das palavras desse actor Português, no entanto, para poupar os impropérios, vou-me abster de as citar, não esquecendo que com todas elas concordo.

Parece impossível que ainda existam pessoas a acompanhar este palhaço alucinado, esta espécie de Hitler desportivo, descompassadamente desencontrado com o tempo que passou...

Bruno vive encerrado num mundo que já não existe, numa realidade paralela que apenas serve para alimentar esse ego desmesurado que lhe pertence.

Tudo mudou...

Nada será igual nesse Reino Brunista em que se havia transformado o "meu" Sporting.

Bruno não se importa com o Clube, com a equipa e seus resultados, aliás como sempre fez...

No tempo de Marco Silva, este tipo de atitude, manifestou-se no pós Guimarães, no tempo de Jesus aquando da marcação da primeira Assembleia Geral, estávamos nós em 1º lugar, no pós Madrid, no dia anterior ao jogo com o Marítimo ou no dia anterior à final da Taça de Portugal.

Tantas as vezes que Bruno apareceu para criar a instabilidade no Sporting Clube de Portugal, de maneira eficiente, como nenhum rival foi capaz de o fazer.

Mantém o estilo, continua na forma, mostra-se o mesmo aldrabão de sempre...

Mas já não engana.

Resta a todos nós, Sportinguistas, demonstrar ao mundo a nossa revolta perante um aldrabão como Bruno de Carvalho, acautelando que nunca mais um demagogo deste calibre possa ser Presidente do Sporting Clube de Portugal.

Para isso só resta um rumo...

A Expulsão.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

 

11
Jul18

Bruno Fernandes: Ingrato, Traidor, Mercenário Ou Herói?

Filipe Vaz Correia

 

Todo o mundo a falar e escrever sobre Cristiano Ronaldo, sobre essa mediática contratação da Juventus e eu...

Eu só a pensar em Bruno Fernandes.

Neste dia, onde foi novamente apresentado em Alvalade, num regresso marcadamente importante, desmedidamente crucial para este projecto chamado Sporting e que todos esperamos vencedor, não poderia deixar de escrever algumas linhas sobre tal facto...

Bruno sentou-se no auditório Artur Agostinho ao lado do Presidente Sousa Cintra, diante da comunicação social, com os olhos Leoninos postos em si.

De facto, o universo Sporting é deveras especial, carregado de opiniões, de palpitadores profissionais e essencialmente de um sem fim, de juízes inquisitórios.

Bruno foi ingrato num primeiro momento, o da rescisão, traidor num segundo momento, o da possível transferência para o Benfica, Mercenário num terceiro momento, o do regresso com aumento de contrato e finalmente herói...

Neste novo contrato com as mesmas condições contratuais.

Mas mesmo assim alguns desconfiam, torcem o nariz, acreditando que poderá ter recebido algum dinheiro por fora, por dentro, pelos lados...

Sei lá!

Neste texto, apenas me apraz regozijar com esta volta, este novo Bruno Fernandes que se espera idêntico ao anterior, com o mesmo compromisso, a mesma alma, a mesmíssima competência.

Estive ao lado dos jogadores, sempre ao lado dos jogadores do Sporting neste conflito, provocado e originado pela anterior direcção do Clube, assim como, pelos marginais que a suportavam dentro e fora das claques, criando um clima hostil e intimidativo a qualquer um que se atrevesse discordar com o rumo "Gestapiano", por eles definido.

E estive ao lado dos jogadores por acreditar que isso representava o que verdadeiramente seriam os valores do "meu" Sporting e não a justificação bacoca do indefensável argumentário Brunista ou de Brunistas arrependidos.

Tenho pena por Patrício, Podence, William, Gelson que partiram ou partirão...

Tenho pena por uma história, "nossa e deles", que poderia e deveria ter sido diferente.

Por isso mesmo este regresso de Bruno Fernandes é tão especial, pois comporta em si uma esperança Leonina que tanto gostaria ver replicada em alguns outros que ainda não decidiram o que fazer...

Leste Rafael Leão?

E se por algum milagre, Cintrense, resgatarmos mais um ou dois...

Fica a minha alma preenchida de contentamento, desejando que todos eles saibam que num hipotético regresso serão muito bem recebidos.

Por fim, uma palavra para Nani, de quem tanto se fala estar perto de regressar a sua casa, o Sporting...

Bem-vindo, Nani boy!

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

 

01
Jul18

O Regresso de José Peseiro...

Filipe Vaz Correia

 

Nunca vi o Sporting jogar tão bem, como aquele Sporting de Peseiro em 2004/2005, onde conseguiu chegar à disputa do titulo nas últimas jornadas, num desfecho Paraty, e à final da Taça Uefa em Alvalade, final essa que me escusarei comentar, tal a tristeza que ainda hoje guardo em mim.

José Peseiro regressa à casa de partida, volta ao lugar onde tudo pareceu brilhante, imensamente perfeito.

Infelizmente para Peseiro e para os Sportinguistas não foi assim...

Perdemos o titulo, fugiu a Taça Uefa e sobrou tristeza, amargura, resquícios de contestação que acabariam por se manifestar no inicio da época seguinte, levando ao despedimento do treinador e ao fim da linha para a direcção que o apoiava, liderada por Dias da Cunha.

Por razões que me abstenho de aqui referir, estive com Peseiro no inicio da época de 2005/2006, na Academia de Alcochete, e logo ai tive a noção de estar diante de um homem em fim de linha, sem capacidade de liderança no grupo de então, submerso em fantasmas inultrapassáveis...

No entanto, reconheço a Peseiro essa imensa virtude de colocar as suas equipas a jogar um futebol atraente, sedutor, mas infelizmente não vencedor.

Para os jovens de Alvalade, sobra mesmo assim, uma certeza importante...

Peseiro não tem receio de apostar na formação, antes pelo contrário, que o digam João Moutinho, Nani ou André Silva.

Essa virtude ninguém a poderá contestar.

Nunca escolheria José Peseiro, sendo que muito provavelmente, qualquer um desses nomes que desejava, rejeitariam ingressar no "meu" Sporting, neste momento.

Espero que Peseiro seja feliz, tão feliz como a esperança Leonina presente em meus sonhos, esses mesmos sonhos que fazem parte deste sentir da minha alma.

Para terminar, referir apenas, este pequeno facto que me deixou deslumbrado:

Aeroporto de Riade, Arábia Saudita, no centro da cultura Sunita, radicalmente Islâmica, num mundo conservador sem medida...

"Jesus, Jesus, Jesus!" Gritavam em loucura os milhares que aguardavam Jorge Jesus, o novo treinador do Al-Hilal.

Em terra de Sunitas, uma multidão gritando o nome de "Jesus"...

É obra!

Só mesmo o Jorge Jesus.

Viva o Sporting

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

29
Jun18

Voltei a ter 14 Anos...

Filipe Vaz Correia

 

Tenho novamente 14 anos...

Novamente feliz, esperançoso, crente em ti, por ti, sempre por ti.

Tinha saudades de assistir a uma conferência de imprensa do Sporting e sentir estas "coisas", há muito, afastadas do "meu" clube.

José de Sousa Cintra, o Presidente da minha adolescência, que me fez sonhar vezes sem conta, crer desmesuradamente a cada inicio de época, sentindo essa esperança tão nossa.

Cintra volta a prestar um serviço inigualável ao "seu" querido Sporting, de maneira despretensiosa, apenas com esse amor que todos lhe reconhecemos...

Nem todos, mas esses serão "Judas" sem qualquer relevância.

Cintra fará tudo para resgatar os jogadores que rescindiram, assim como num Mercedes branco, percorreu a antiga Jugoslávia, para tentar contratar Darko Pancev...

Como invadiu uma reunião do Zamalek para contratar Amunike ou em pleno Campeonato do Mundo dos Estados Unidos adquiriu Naybet.

Cintra dará tudo por nós, fará tudo para que possamos vencer.

E nas suas palavras, nessa crença de que seremos campeões, volta a sorrir o simples adepto Leonino, mesmo que nos chamem malucos, como o próprio Cintra referiu...

Mesmo assim, sabe bem voltar a ter alguém do bem, ao leme dos destinos do "nosso" Sporting.

Sabe mesmo bem.

Viva o Sporting

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Comentários recentes

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Calendário

Outubro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D