Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

08
Nov18

Benfica: O Equívoco De Vitória...

Filipe Vaz Correia

 

Rui Vitória vive dias de grande contestação para os lados de Benfica, contestação essa que se intensifica depois de cada mau resultado.

O futebol é assim, por vezes, uns tem um certo tipo de tolerância que outros, mesmo com melhores resultados, não conseguem ter.

Esse pormenor é revelador das empatias criadas entre treinador e adepto ou até de uma percepção pública de qualidade.

A verdade é que Rui Vitória, mesmo quando venceu, nunca encantou a Luz, nunca conquistou aqueles que são o garante do Clube...

Os Sócios.

No entanto, o treinador Benfiquista parece encurralado nos seus fantasmas, equivocado nas suas certezas...

Na flash após o jogo, Rui Vitoria disse:

" O Benfica não perdeu a competência, pois essa não se perde."

E é aqui que Rui Vitória se equivoca, prendendo a sua atenção à competência da equipa, ao valor do trabalho programado.

Não será esse o seu problema mas antes a confiança ou a falta dela, esse pormaior que despede, esventra, destruindo projectos e sonhos futebolísticos.

A questão amarra-se nessa latente ferida "encarnada", essa confiança perdida dos adeptos na equipa, no seu treinador e até a derradeira dúvida que sobressai...

A falta de confiança dos jogadores na mensagem do seu treinador.

Essa é a questão...

O "busílis" da questão.

E se Vitória não entender isso, então estará  irremediavelmente  perdido.

Faltará, assim, tempo para vencer...

Nesta Era "Vitoriana" que parece estar a chegar ao seu fim.

 Em Tondela se escreverá um novo capítulo.

 

Filipe Vaz Correia

 

 

30
Dez17

Benfica: Entre A "Verdade" E O Abismo...

Filipe Vaz Correia

 

2017 termina com mais um pedaço de escândalo, num enredo envolvendo o Benfica e a sua estrutura, estrutura "alegadamente" ligada a esquemas de tráfico de influência e corrupção.

Por mais que a clubite impeça, por vezes, a discussão franca e despudorada, não podemos deixar de observar, os indícios constantes que teimam em perseguir, este período da história encarnada.

Depois de emails e bruxos, de ex-árbitros e comentadores, chega o tempo dos emissários e da compra de resultados...

Poderão muitos clamar inocência ou cabala, teias conspirativas contra a pureza da estrutura encarnada, armadilhada por rivais maledicentes que insistem em denegrir as conquistas do Benfica, no entanto, a clarificação deste teorema é um imperativo que se impõe ao Futebol Português, sob pena de ele se enquistar eternamente.

Os indícios crescentes acumulam-se, subindo de tom, com estas novas revelações, de supostas compra de resultados na época 15/16, ano em que o Benfica conquistou o Tricampeonato...

Será verdade?

Não o sabemos.

Nem serei eu a descobrir, pois prefiro aguardar o resultado da investigação em curso.

Porém, não posso deixar de aqui escrever, que se em algum momento for confirmado tudo aquilo que tem sido, insistentemente, veiculado pela Imprensa, então...

Nesse caso, o Benfica estará definitivamente à beira de um abismo.

Um abismo que guiará o clube para outro tipo de relvados.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

22
Jun17

Mas Que Pouca Vergonha... (Alegadamente)

Filipe Vaz Correia

 

Começo por aqui escrever, que tudo aquilo em que sustento a minha opinião, é alegadamente fundamentado nas denúncias feitas pelo Director de comunicação do FCP...

E alegadamente porque está na moda sermos hipócritas e cínicos, tratando assuntos que todos já perceberam ser verdadeiros, com as pinças da incerteza.

O que mais uma vez foi revelado por Francisco J Marques, é de uma gravidade indescritível, pois roça na minha opinião os procedimentos mafiosos de uma qualquer quadrilha napolitana.

Aqui não falamos de baixar a nota a árbitros, não se trata de influenciar dentro de túneis ou balneários as equipas de arbitragem ou até de um conluio para saber quem vai arbitrar este jogo ou outro qualquer...

Aqui falamos em devassa escandalosa da vida privada, de espiolhar a vida intima de um Presidente da Liga, atual Presidente da FPF, assim como, as amantes ou conversas de Árbitros profissionais de futebol ao mesmo tempo que na praça pública passamos o papel de moralistas puritanos.

Isto ultrapassa tudo o que se poderia esperar, ultrapassa mesmo os limites do tráfico de influências...

Isto configura na minha opinião, mais do que uma simples pulhice, caracterizada na ausência de carácter dos intervenientes, mas  configura essencialmente um esquema organizado para utilizar em favor de um clube, informações privadas de pessoas que podem influenciar o jogo.

Podem falar do Apito Dourado, no entanto, por muito que queiram recordar esses malfadados tempos, não será com esse escândalo que farão deste menos vergonhoso.

Assim esperemos por mais Emails, por mais provas para demonstrar aquilo que todos já sabemos:

Que o futebol Português está envolvido numa enormíssima pouca vergonha...

Alegadamente, claro!

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Posts mais comentados

Comentários recentes

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Calendário

Janeiro 2020

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D