Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

11
Jun19

Rafael Nadal: O "Touro" Espanhol!

Filipe Vaz Correia

 

 

 

Meus caros amigos, nunca fui uma pessoa capaz de imparcialidades desportivas, de me sentar a ver um jogo de Futebol Inglês sem torcer por uma equipe, de assistir a uma corrida de Fórmula Um sem ter um piloto preferido, de ver uma partida de ténis sem ter um jogador como meu...

A vida toda assim foi.

De pequenino torcia por Ivan Lendl contra Boris Becker ou Edberg, depois veio o tempo em que sofria por Agassi nessa disputa mítica com Peter Sampras, até à eternidade.

Depois o vazio...

Até que um miúdo chegava ao ATP, ali pelos idos de 2004, de vestes meio desgarradas, tentando competir com os melhores, com o novo Rei que se afigurava senhor do "futuro".

Todos eram adeptos de Roger Federer, o Suíço que deslumbrava o mundo do Ténis, pelo talento, elegância, capacidade de inovar...

Eu não.

Torcia por Rafa Nadal, por esse menino Espanhol que chegado à alta roda do Ténis prometia lutar por cada ponto como se fosse o último.

Por estes dias Nadal alcançou a vitória número 12 em Roland Garros.

Sim...

12!

Palavras escasseiam para caracterizar esta garra, este nível, esta demonstração de superação constante de alguém que sendo especial, único, lutou nos últimos anos com demasiadas lesões, contrariedades.

Nadal é isso mesmo...

Exemplo de atleta, de superação.

E eu aqui permaneço como adepto, orgulhoso daquele menino de outrora, curioso por esse próximo passo que nos surpreenda, nos arrebate até deixar sem palavras.

O Olimpo do Ténis Mundial encontrará um lugar especial para tamanho atleta, sem deixar esquecer a desmedida superação do Touro ♉ Espanhol.

Gracias Rafa.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

12
Set17

Rafael Nadal: Um Verdadeiro Campeão!

Filipe Vaz Correia

 

Rafael Nadal voltou a vencer um Grand Slam, desta vez o U.S. Open, num regresso miraculoso a um lugar que certamente, será eternamente seu...

Ser número um, vai muito para lá desse temporário titulo, desse cognome que se extinguirá, excepto quando quem o ocupa tenha atingido um patamar lendário, como é o caso de Nadal ou mesmo Federer, expoentes máximos desta modalidade.

Nadal esteve afastado da ribalta, incapacitado por um sem número de lesões, no entanto, neste inacreditável regresso, recupera com uma imensidão de esforço, de talento, um pedaço do romantismo inerente a tamanho atleta.

Esta vitoria, juntamente com a décima de Rolland Garros, representou uma página imortal no livro dos lendários momentos do circuito ATP...

Sempre admirei Nadal, sempre torci por ele mas jamais imaginaria que aquele menino de cabelos compridos e vestimenta pouco usual, poderia um dia marcar de forma indelével, este desporto.

Nadal marcou, transformou-o, modificou-o de maneira impressionante, com a sua perseverança, a forma incansável como bate cada bola, sendo a última ou a primeira.

Festeje-se, congratule-se a lenda mas nunca se esqueça o percurso e essencialmente o esforço de um verdadeiro campeão.

Pois é isso que Nadal é...

Um verdadeiro campeão.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

23
Ago17

Rafael Nadal, Um Dos Maiores!

Filipe Vaz Correia

 

Rafael Nadal regressou a Nº1 do Raking Mundial ATP, numa ascensão tão dolorosa como impressionante depois de três anos repletos de lesões e desaires.

Muitos anteviam que o Maiorquino jamais regressaria a este lugar, aos 31 anos, depois de uma carreira plena que o levou não só a vitórias em todos os míticos Grand Slams, como também, ao Ouro Olímpico...

Nadal chega assim novamente ao topo do mundo, depois de em Roland Garros, sua casa, ter conseguido alcançar a décima conquista, algo inimaginável e praticamente irrepetível por qualquer outro.

Sempre admirei Rafa Nadal, sempre torci por ele, depois da despedida de André Agassi, admirando imensamente aquela entrega que o faz e fez superar sempre os adversários, os seus limites, as suas imperfeições.

Neste momento em que desfruta uma vez mais da glória, tenho a certeza que se debate com a determinação para ali permanecer, sabendo porém que com a sua idade, com o desgaste acumulado por mais de uma década e meia de alta competição, será mais difícil manter esta posição no quadro ATP.

Mas independentemente de tudo isso, independentemente do desgaste temporal, Rafa, gritará ao mundo que lutará até ao fim, defendendo a Lenda em que se tornou...

Porque Nadal, será para sempre, um dos maiores.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Comentários recentes

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Calendário

Dezembro 2019

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D