Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

18
Set18

Cristina Ferreira: A Princesa Diana Portuguesa?

Filipe Vaz Correia

 

Não gosto nem desgosto da Cristina Ferreira...

Posso mesmo dizer que me encanita o estilo, meio saloio, mas agrada-me a genuinidade com que se apresenta, com que parece enfrentar os desafios que se lhe deparam.

Gosto do carácter, da ligação emocional que cria através do olhar e lhe parece granjear uma multidão de seguidores.

Não sou de escrever muito sobre estas questões do entretenimento, se excluirmos a nossa classe política deste escalão, no entanto, o chorrilho de disparates ressabiados que se tem ouvido sobre a transferência em si e o dinheiro que a mesma envolve merecem de mim um singelo reparo...

Mas o que têm as pessoas a ver com isso?

A "jovem" Cristina vai trabalhar para uma empresa privada, paga a peso de ouro, assim como outros que fazendo bem o seu trabalho retribuem ao seu empregador cada cêntimo em si investido.

Uma estratégia de uma empresa privada que certamente prevê lucrar com o talento de uma criadora de audiências e programas.

Por mim que seja feliz.

Apenas um comentário:

Ao ver a sua entrevista no Jornal da Noite, não pude deixar de notar uma comparação que talvez seja um pedaço "exageradinha"...

Comparar a sua saída da TVI à morte da Princesa Diana, é mais ou menos como comparar a Volvo Ocean Race aos Descobrimentos Portugueses.

Aqui a minha querida pôs-se a jeito...

Excedeu-se.

Quanto ao resto e saloiices à parte esperemos por mais um capitulo de Cristina by Cristina.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

 

11
Ago17

Diana: Pelo Olhar De William And Harry!

Filipe Vaz Correia

 

A SIC exibiu no Jornal da Noite o documentário, Diana: A Nossa Mãe,  20 anos após a morte da Princesa do Povo...

Pelos olhos dos que lhe eram mais queridos, este documentário impressionou pela participação dos seus filhos, William e Harry, que jamais se haviam demonstrado disponíveis para este tipo de partilha intimista com o público.

Este gesto dos seus filhos, representa um tributo à memória de sua Mãe, ao significado desta na vida de tantas pessoas e essencialmente contribuir para mostrar um lado da Princesa, que lamentavelmente se viu constantemente subalternizado, perante a busca de alguns, por sensacionalismos cruéis que insistentemente a perseguiram...

Esse lado espelhado nas palavras e no olhar daqueles dois homens, um dia meninos, comoveu, envolveu e certamente deixou Diana orgulhosa daqueles rapazes que ali a recordavam.

William e Harry, quebraram regras e tradições, folhearam memórias e retratos, libertaram dores e até rancores, dando um lado honesto e real sobre si mesmos e consequentemente sobre sua Mãe.

Talvez pela primeira vez, ao fim de 20 anos, se possa dizer que ali se falou de Diana sem buscar a sensação, a intriga, a coscuvilhice...

Apenas encontrar o olhar dos muitos a quem tocou, em Angola, em Inglaterra, na Bósnia, num combate sem medos contra a descriminação ou no apoio aos sem-abrigo, na luta contra as minas ou resgatando jovens amputados em viagens que ninguém ousava fazer. 

Apenas encontrar o olhar das pessoas que a amavam...

E quem melhor para falar de uma Mãe?

Do que os filhos que tanto amou.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Posts mais comentados

Comentários recentes

  • frar

    OS AFRICANOS ESTÃO-SE A CAGAR PARA O EUROPEU-DO-SI...

  • Filipe Vaz Correia

    Meu caro Anónimo...Não será ao contrário?Um abraço

  • Anónimo

    LIVROS & JORNAIS - Vários estudos, entre eles u...

  • Anónimo

    A seguir vem a fogueira e depois a guilhotina...

  • BC

    Sinceramente, não tenho assim tanta fé nesta minha...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Calendário

Setembro 2020

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D