Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

04
Set20

E Eu A Pensar Que A Justiça Em Portugal Era Lenta...

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

O Supremo Tribunal Federal Brasileiro rejeitou o recurso pelo qual a Princesa Isabel de Orleans e Bragança pediu há 125 anos a devolução da propriedade do Palácio Guanabara, numa decisão contra a família Imperial.

125 anos?

Este processo teve início em 1895, sendo prosseguido pelos descendentes da Princesa após a sua morte em 1921.

A chegada da República ao Brasil levou a esta batalha com aquela que ficou conhecida como a Princesa Redentora pois foi dela a assinatura, na Lei Áurea, que em 1888 decretou a "abolição" da escravatura no Brasil.

No entanto, após mais de um século chega ao fim uma das mais longas batalhas jurídicas de que existe memória.

E eu a pensar que a Justiça em Portugal era lenta...

Afinal parece que não.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

 

 

06
Mai19

Nasceu o Bebé "Real"...

Filipe Vaz Correia

 

Nasceu o Bebé "Real".

Sossegue o mundo e sorriam as inquietas almas que ao longo do tempo exasperavam, sussurrando levemente...

Quando nasce o filho de Harry e Meghan?

Quando?

Já nasceu.

Porém, foi menino...

Com esse pequeno pormenor lágrimas jorraram daqueles que sonhavam com uma menina, não por um assomo de feminismo, mas pelo singelo facto de lhe poderem chamar Diana.

Mas enfim, nasceu o rapaz e sorrisos não deverão faltar, em mais um episódio feliz, na mais mediática Família Real.

Para terminar, notar que Rui Rio e Assunção Cristas deverão olhar para este menino com simpatia, pois pelo menos durante alguns minutos, ninguém falará sobre a ausência de neurónios em suas cabeças.

Só boas notícias.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

27
Nov17

Uma Americana Em Kensington Palace!

Filipe Vaz Correia

 

A Monarquia Britânica é provavelmente a mais tradicionalista e ritualista do mundo, carregada de história e memórias que perduraram, por entre os seus  séculos de existência...

O anuncio do casamento real entre o Príncipe Harry e Meghan Markle, veio quebrar mais um pedaço de história cristalizada pelo tempo, demonstrando uma capacidade de evolução, inimaginável, há algumas décadas atrás.

Não é necessário recuar até aos anos 30, altura em que Eduardo VIII renunciou ao trono por se ter apaixonado por uma mulher divorciada, o que acabaria por abanar os alicerces da Monarquia Inglesa.

Este facto e a sua abdicação, trouxeram-nos até aos dias de hoje...

A um mundo diferente, desmesuradamente diferente.

Este casamento romperá barreiras inimagináveis, não só porque Meghan Markle é divorciada, não só porque é actriz, não só por ser mais velha do que o seu noivo, como também por se tratar de uma Norte-Americana...

Afro-Americana.

Esta mistura de barreiras, todas elas derrubadas por este amor, em jeito de conto de fadas, traz um lado de modernidade, de romantismo, de singularidade, a todos os títulos extraordinário.

Este casamento marcará certamente um tempo, mudará com certeza costumes e abrirá sem dúvida portas e janelas, trancadas há muito, muito tempo.

Ao fim de quase 70 anos de Reinado, o legado que Isabel II deixará para os vindouros, será um misto entre a formalidade inerente à História Britânica, aliado a uma espécie de revolução cultural, muito para lá do que se poderia imaginar...

E assim, observando a noticia do dia, celebra-se um noivado, aguarda-se um casamento, mas essencialmente notam-se os ventos de mudança que renovam uma velha Instituição.

 

 

Filipe Vaz Correia 

 

06
Nov17

Remodelação Ao Estilo Saudita!

Filipe Vaz Correia

 

Não há muito tempo, li algumas noticias que davam conta de uma pequena revolução em marcha na Arábia Saudita, um passo rumo a uma maior abertura:

As mulheres iriam ser autorizadas a guiar...

Um avanço civilizacional, num País tão retrogrado, parado no tempo do ponto de vista dos costumes e da religião, aprisionado ao Wahabismo, vertente ultra-conservadora do Islão.

Um passo pequeno mas que representava uma gigantesca esperança, no berço do radicalismo Islâmico.

No entanto, poucos dias bastaram para compreendermos o significado da palavra renovação ao estilo Saudita.

Enquanto o mundo se alegrava em comentar esses pequenos sinais, um Príncipe ia tomando conta das rédeas de um destino, o seu, e também daqueles que lhe poderiam fazer frente...

Mohammed Bin Salman, foi escolhido como o principal Herdeiro ao trono do Rei Salman, depois de outros terem estado em posição preferencial para ocupar este ambicionado lugar, numa disputa silenciosa, mas que move poder, milhões e muito petróleo.

Durante este sábado em todo o território Saudita, uma gigantesca operação, prendeu Príncipes e Governantes, Altos Administradores e Altas Patentes Regionais, Oficiais Militares, Ministros, numa purga nunca antes vista, por entre a nobreza da antiga Casa de Saud.

No dia de hoje, noticias avançam a queda de um helicóptero, onde viajavam altos quadros Sauditas, na companhia do Príncipe Mansour Bin Maqruin, até há poucos meses apontado como um dos herdeiros ao trono e subitamente afastado, em favor de Bin Salman...

Depois destes dias e enquanto o mundo discutia se as mulheres iriam ter o direito a guiar na Arábia Saudita, um Príncipe renovava toda a hierarquia de um País, afastando rivais, garantindo o seu futuro trono.

É caso para dizer, que estamos perante uma, verdadeira, Remodelação ao estilo Saudita.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Comentários recentes

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Calendário

Setembro 2020

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D