Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

06
Set19

Vou De Férias... Aqui Ao Lado!

Filipe Vaz Correia

 

Meus caros amigos “Canequianos”...

Já tenho tudo preparado, estou emocionado, nervoso.

Malas feitas, bilhete comprado, viagem preparada e aqui vou eu...

Hoje vou visitar a nossa muito querida amiga, MJP, que amavelmente me convidou para sua casa, abrindo as suas portas para dois dedos de prosa sobre essa Liberdade que tanto nos amarra e ao mesmo tempo nos faz voar.

Vão até lá...

Eu já estou a caminho.

Para a MJP...

Obrigadíssimo, uma vez mais, pelo convite e um beijo do tamanho do mundo.

 

 

 

06
Jun19

No Caneca Com.... MJP!

Filipe Vaz Correia

 

 

 

Bom dia!

 

Quem me conhece, já sabe que eu gosto de interagir... de comentar post’s alheios... e, há algum tempo que me tornei visita assídua neste ilustre cantinho.

 

Ontem, o Filipe escreveu um post sobre uma notícia triste, que dava conta que uma jovem holandesa, de 17 anos, resolveu pôr termo à sua vida, alegando sofrimento emocional insuportável...

 

Como não podia deixar de ser... manifestei a minha opinião, (tendo por base a minha vivência profissional), em forma de comentário... e... fui surpreendida pelo Filipe, com um generoso e amável convite para escrever nesta sua casa...

 

Como gosto de desafios e de partilhar as minhas experiências, não poderia recusar tão ilustre convite, que muito me honra e agradeço...

 

Sou enfermeira, paliativista, tendo dedicado a última década da minha vida à prestação de cuidados paliativos domiciliários, em que tive o enorme privilégio de acompanhar (cuidar) algumas centenas de doentes oncológicos em fim de vida (e respectivas famílias/cuidadores).

 

Os cuidados paliativos são muito mais do que “simples” controlo sintomático... todos os temas da vida são abordados, desde que a pessoa cuidada, assim, o deseje... e... é comum abordar o fim de vida... falar sobre a morte...

 

Muitas pessoas verbalizam como gostariam que fosse a sua morte e que, regra geral, se “resume” a ausência de sofrimento... porque, na verdade, o que a maioria teme não é a morte, em si, mas sim o sofrimento que lhe está associado...

 

Da minha experiência (que... vale o que vale), não tenho uma única situação em que a vontade de pôr termo à vida tenha sido manifestada...

 

Apesar de paliativista, assumida e convicta, não defendo que os cuidados paliativos devam constituir a única opção... defendo, sim, o livre acesso a cuidados paliativos, a todas as pessoas que deles precisem e os aceitem receber... no entanto, admito que, mesmo, com recurso a estes cuidados, algumas pessoas possam manifestar vontade de pôr termo à sua vida e, para esses, deverá haver opção, mediante critérios bem definidos, obviamente...

 

Eu sou favorável à decisão individual, livre e esclarecida (e, sublinho, esclarecida) sobre o destino a dar à própria Vida...

 

Mas convém salientar que, no actual quadro legal, tais práticas (eutanásia, suicídio assistido) não são permitidas em Portugal.

 

Para concluir esta minha partilha... gostaria, apenas, de expressar a minha enorme gratidão para com todos os doentes e respectivas famílias/cuidadores, que me deram o privilégio de enriquecer a minha vida e de aceitar ser cuidados por mim.

 

Apesar de ouvir a palavra “OBRIGADO” proferida (vezes sem conta), por eles, eu é que tenho razões de sobra para agradecer, porque recebi sempre muito mais do que dei...

 

Eu não os ensinei a morrer mas eles ensinam-me, todos os dias, a VIVER, a aproveitar cada momento!...

 

MJP

 

 

 

03
Jun19

José Castelo Branco: O Líder Político Que Nos Faltava!

Filipe Vaz Correia

 

 

 

Meus amigos é com gosto que venho aqui escrever sobre algo tão interessante...

Quando me preparava para mais uma temporada de desilusão política, olhando para o futuro da Direita sem esperança ou crença, eis que urge uma alternativa, há muito, desejada.

O Movimento de Justiça Portuguesa...

MJP!

Por momentos julguei poder se tratar da nossa "Sapiana" mais querida, a tão estimada MJP, o que logo me fez querer juntar ao movimento para essa disputa eleitoral.

No entanto, logo percebi que não se tratava desta nossa querida amiga.

Fui então tentar compreender quem estaria por trás de tão nobre movimento popular...

Nada mais, nada menos do que José Castelo Branco.

Estamos salvos Heróis do Mar, Nobre Povo Lusitano, pois este candidato promete trazer para o centro político, o debate sobre a justiça e as preocupações sociais.

Estou tão feliz...

A exultar de felicidade!

Por tudo isto tenho a expectativa de que o Povo Português saiba honrar o projecto apresentado pelo "Marchand" que poderá preencher de confettis o Plenário da Assembleia da República.

Se pensarmos bem, se calhar já elegemos pior...

E já agora palhaçada por palhaçada, ao menos este é profissional.

Viva a política Portuguesa.

 

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Comentários recentes

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Calendário

Dezembro 2019

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D