Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Memórias Soletradas...

Filipe Vaz Correia, 18.07.19

 

Nunca imaginei que doesse;

Como dói,

Que silenciasse,

O que ruidosamente ainda existe,

Que pulsasse,

O que prometia ser eterno...

 

Jamais desejei perder;

O que desenhei na imaginação,

Sentir morrer,

O que gritava o coração...

 

E nas entrelinhas de uma poesia;

Se guardará a memória,

Desse pedaço de história,

Ilusionada magia...

 

Findam assim de uma vez;

Palavras e sentimentos,

Os nossos momentos,

De outrora.