Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

25
Out18

Polícias: Uma Espécie De Claque De Futebol...

Filipe Vaz Correia

 

Mais uma manifestação de Policias na escadaria da Assembleia da Republica, um retrato de vergonha que repete o cenário de 2013.

Observar Polícias em protesto, sem farda, derrubando barreiras, empurrando colegas de serviço, provocando desacatos e desordem publica, deixa uma imagem confusa no cidadão comum...

Será que haveria a mesma tolerância se a Manifestação fosse outra?

Deixo bem claro que não sou adepto deste tipo de intervenção, assim como, do uso das greves como arma de arremesso às Políticas de um qualquer Governo...

Reconhecendo, porém, que este é um instrumento legal, permitido a qualquer ordem profissional, desde que cumprido dentro da ordem e do maior civismo.

Este tipo de atitudes, como a de esta noite, descredibiliza o protesto, centrando as atenções na parte cénica da coisa, mais do que nas razões que lhes assistem.

Um País que vê o seu Exército envolvido em roubos e encobrimentos, a sua Marinha perdendo munições enquanto se passeiam por uma qualquer estrada...

Faltava a Polícia para acrescentar um pedaço de ridículo, a esta espécie de teatro, repleto de uma triste comédia.

Mas o que fazer?

Dir-me-ão que estas pessoas têm o direito a protestar, de chamar as atenções para os problemas das suas profissões...

Claro que sim

Mas desta maneira?

As Forças Policias a comportarem-se como aqueles que muitas vezes devem prender?

A usarem o seu direito a comportarem-se como claques de futebol?

Se somarmos a isto, a greve dos Serviços Prisionais, não podemos deixar de nos inquietar com o estado em que se encontram as Forças de Segurança deste nosso Portugal.

Umas em Greve, outras em Manifestação e outras entretidas no seu cordel de incompetência.

Enfim, talvez seja melhor ligar para a Prosegur...

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

  

05
Jun18

Fui A Uma Manifestação... Pelo Meu Sporting!

Filipe Vaz Correia

 

Pela primeira vez na minha vida, participei numa espécie de manifestação, aglomerado de pessoas reivindicando na rua a sua vontade, o seu desejo por um amor maior...

O futuro do Sporting.

Quem me conhece, sabe bem que nunca fui muito apologista deste tipo de manifestações públicas, no entanto, o momento turbulento e desastroso em que se encontra o meu clube, não me deixou alternativa...

Naquele espaço, em frente ao Edifício Visconde de Alvalade, juntaram-se mais de um milhar de pessoas, pacificamente exclamando o que dita a ferida Alma Leonina, desesperadamente crendo que poderíamos fazer a diferença para o bem do destino do Sporting.

Basta!

Basta mesmo deste tipo de ditadura populista, desta autocracia bacoca que tomou conta do que um dia foi o SCP.

Porém, não posso deixar de dizer que fiquei decepcionado com a quantidade de pessoas ali presentes, num momento como este, defraudando o sonho de mudança que em mim subsistia...

Bruno dificilmente se demitirá, sendo que na minha alma crescia a ténue esperança que diante de uma esmagadora presença de adeptos e associados, o Presidente aprisionado no seu gabinete, pudesse vislumbrar a realidade e por um momento sentir o pulsar deste descontentamento Leonino.

Entristece-me a pequeneza de um Clube imenso, a pacatez aparente num mar revolto de vergonha e boçalidade, a normalidade tranquila no meio de tanto despautério.

Se este momento não motiva os Sportinguistas a gritarem com todo o folgo dos seus pulmões, a expressarem a necessidade de mudança em prol do Clube, talvez não sejamos assim tão grandes...

Talvez não estejamos à altura da História que nos suporta.

A todos os que ontem ali estiveram, de consciência tranquila vos digo...

Foi com gosto que participei nesta "manifestação" Leonina, ao vosso lado, sonhando somente com a possibilidade de resgatarmos novamente para todos nós, o futuro deste nosso Sporting.

Viva o Sporting

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Comentários recentes

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Calendário

Dezembro 2019

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D