Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

17
Mai19

Estão Todos Contra o Comendador Berardo?

Filipe Vaz Correia

 

Também é má vontade...

Então agora querem retirar as condecorações ao "queridissimo" Joe?

Então o senhor Comendador deixará de ser chamado Comendador?

Meus amigos tudo tem limite...

Que o "nosso" estimado Joe Berardo, esse "filantropo", possa ter cometido um ou outro erro poderá até corresponder à realidade, que esses erros possam ter feito desaparecer umas centenas de milhões de Euros em seu proveito, poderemos concordar, no entanto, amesquinhar uma pessoa idosa tentando lhe sonegar um título tão precioso, já me soa a tremenda injustiça.

Mas neste tempo de grande revolta, onde se procuram culpados para as agruras do País, não se olha a meios e injustiças, como fica bem patente neste caso.

Daqui a pouco, os credores irão querer ficar com os quadros do tão simpático Comendador...

Que injustiça.

Esta Sexta-feira saberemos o desfecho deste caso das condecorações, pois o "dinheirinho" será bem mais difícil de resgatar.

Tenha calma caro Comendador, olhe que ainda existem celas disponíveis no Estabelecimento Prisional de Évora...

Essa bela terra Alentejana.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

11
Mai19

A Vergonhosa Audição Do Comendador Pavão...

Filipe Vaz Correia

 

Joe Berardo foi ao Parlamento e saiu de lá sem ser preso, algo que a meio da audição Parlamentar, comecei a acreditar ser impossível de acontecer.

O dislate e topete com que esta personagem se apresentou diante daqueles Deputados fere a Democracia, rasga as vestes da equidade de Justiça exigida em uma sociedade, esmaga a esperança num futuro...

É, sem dúvida, a melhor forma de promoção de extremismos e radicalismos, assentes em slogans populistas que com situações destas ganham sentido e força.

A falta de vergonha com que Berardo fala da sua ausência de património mas ao mesmo tempo deixa cair a máscara, demonstrando controlar, afinal, todos os seus bens, aliada à figura patética do seu advogado tentando controlar o cliente pavão, transforma esta audição em mais um capítulo  vergonhoso da "nossa" Democracia.

"Um homem sem dívidas!"

É preciso ter "lata"....

Os contribuintes Portugueses que lhe digam quem tem estado a pagar as Suas dívidas.

Que vergonha!

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

23
Abr19

Meu Caro Joe Berardo...

Filipe Vaz Correia

 

Meu querido Joe...

Não posso deixar de lhe escrever, com a certeza de lhe enviar a minha solidariedade, nesta perseguição que lhe é feita.

Então o meu querido amigo, passa uma vida a escavar terra em busca de diamantes, investe em obras de arte para as colocar ao serviço da mui nobre Nação...

E é assim que lhe agradecem?

Tudo bem que o senhor pediu um ou outro empréstimo, que as somas desses empréstimos deverão rondar as centenas de Milhões de Euros, no entanto, ninguém consegue prever o infortúnio.

Que culpa tem o meu caro amigo, das crises financeiras ou das derrocadas bancárias?

E agora...

Agora que o caro Joe está completamente na "pobreza", apenas com uma garagem para viver, aliam-se bancos e instituições para o processar...

Que vergonha!

Assim, receba estas minhas palavras como forma de apoio nestes tempos carregados de "injustiça".

Para terminar...

Se fosse possível dar-me o contacto do gerente bancário que lhe arranjou os ditos empréstimos, ficava grato, pois tenho umas "acções" para comprar...

E já agora...

Fiador?

Pode ser?

Um abraço solidário...

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Comentários recentes

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Calendário

Dezembro 2019

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D