Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

O Fim Do Fortnite?

Filipe Vaz Correia, 15.10.19

 

Sou absolutamente ignorante no que a jogos de Playstation diz respeito, no entanto, o Fortnite não é um jogo qualquer...

É o jogo!

O meu sobrinho João, 11 anos, é um craque em Fortnite, um jogador irrepreensível, por entre, aqueles mundos e mapas coloridos que aparecem no ecrã do televisor, carregado de jogadores de todo o Planeta, disputando palmo a palmo a sua almejada pontuação.

Nesta Segunda-Feira, vendo as noticias no telemóvel, deparei-me com essa aterradora novidade...

O Fortnite chegara ao fim e o seu mundo desaparecera engolido por um imenso buraco negro.

Meu Deus! Pensei...

O “meu” João! Imaginei a tristeza em seus olhos ou pior...

Não teria também ele sido engolido por esse famigerado buraco negro?

Liguei para o seu Pai, Jaime Bessa, entendido no assunto, aliás aqui escreveu sobre este jogo, num artigo destacado pelo Sapo Blogs, No Caneca Com... Jaime Bessa.

Tranquilizou-me...

Segundo o que me disse este “final” não passará de um acto de marketing, uma estratégia bem trabalhada para um ressurgimento em força, capitalizando os milhões de pessoas que vivem quotidianamente amarradas a este jogo.

Muito bem...

De facto não percebo nada disto.

Fiquei contente pelo João, pela tristeza que já imaginava o poder entrelaçar nesse gosto que tanto o motiva e lhe dá prazer.

Assim, numa tentativa de ajudar aqueles que possam, como eu, ter ficado sobressaltados, esta Caneca carregada de Letras, vem informar:

Não se preocupem...

O Fortnite não acabou engolido por um buraco negro.

Estará de regresso, a qualquer momento, numa Playstation perto de si.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

Parabéns Joãozinho...

Filipe Vaz Correia, 10.04.19

 

Parabéns Joãozinho...

O meu sobrinho João faz hoje 11 anos, nesse passar do tempo que amarra a alma e esmaga esse sentir intemporal, parecendo nos demonstrar como rapidamente corre.

Parece que foi ontem que nasceu, que foi há pouco que o seu Pai insistiu com este seu Tio para lhe pegar no colo pela primeira vez.

Temeroso tremia, equipado à Sporting, pois estava preparado para um jogo de futebol com amigos.

Guardo esse momento, como um dos mais belos e importantes da minha vida, numa recordação inesquecível, de um amor sem tamanho.

Muitos parabéns meu querido sobrinho, que a vida te traga tudo de bom, sabendo que este seu Tio estará sempre ali, do teu lado.

Sempre ao teu lado, aconteça o que acontecer, passe o tempo que passar. 

Com amor...

Tio Pipo

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

O Meu Sobrinho João...

Filipe Vaz Correia, 10.04.18

 

O meu sobrinho João fez hoje 10 anos...

10 anos que passaram num breve momento, que voaram por entre o seu olhar pertinente e curioso, meigo e ternurento.

Parece que foi ontem que lhe peguei ao colo pela primeira vez, em casa de seu Pai, carregado de medo de o poder magoar, de o assustar, mas não...

Desde o primeiro momento, este amor que não consigo explicar se manifestou, esteve presente.

Neste jantar, repleto de risos e alegria, partilhado com a sua Avó Ana, seu Pai Jaime, sua Irmã Matilde, sua Prima Mariana e estes seus Tios, foi um imenso gosto poder olhar para ele e ver o homem que se está a erguer...

A personalidade que na sua alma habita, num menino bem educado, inteligente e respeitador.

Que orgulho "meu" João.

Não posso deixar de recordar a partida do meu querido Tio Jaime, seu Avô, neste dia de anos em que pela primeira vez, não está entre nós ou certamente estando na alma de todos nós que dele não nos esquecemos.

Muitos parabéns Joãozinho, deste Tio que o ama incondicionalmente, orgulhoso por fazer parte desta sua vida que para mim é tão especial.

Um beijinho com amor.

Tio Pipo

 

 

Filipe Vaz Correia