Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

19
Jun19

Obrigado Miguel Duarte!

Filipe Vaz Correia

 

Meu caro Miguel, não sei nem me interessa averiguar os pormenores da questão, até porque em certos casos os pormenores são tão menores que não poderão ser comparados com os pormaiores essenciais.

Ouvindo e lendo toda a história que te pertence, sobra-me um pouco de vergonha, envolve-me esse conforto cobarde que nunca me permitiu arregaçar as mangas e contribuir, gigantescamente, como fizeste.

"Quando vejo uma pessoa a morrer afogada, não lhe pergunto se tem passaporte. Tiro-a da água."

Miguel Duarte

Parece que após ajudares a salvar milhares de vidas no Mediterrâneo, o Estado Italiano, comandado por Salvini, apressa-se a te processar, ameaçando com uma pena que pode ir até aos 20 anos de prisão.

Nada que possa espantar, vindo de quem vem...

Mas o que não pode tardar é a resposta desta Nação que sendo tua, é maior do que as suas fronteiras físicas e muito maior do que essa Alma transposta em livros, histórias, romanceadamente única.

Os teus actos nos enobrecem, orgulham, emocionam, o que em momento algum pode ser confundido com qualquer acto menos correcto ou condenável.

Ao tomar conhecimento deste caminho por ti traçado, senti-me impelido a escrever, a gritar, a contribuir desta pequena forma, neste insignificante blog...

Obrigado Caro Miguel Duarte, pois com o teu exemplo, se renova a esperança num futuro melhor.

Obrigado.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

16
Ago18

Os Rostos Perdidos De Génova...

Filipe Vaz Correia

 

É tudo horrível...

Um tenebroso sentir quando aquelas imagens invadem a televisão e amordaçam a nossa voz, sufocam o nosso olhar, aprisionam o nosso coração.

Aquela tragédia em Génova, capta medos e desesperos, traz tristeza e solidariedade, recorda a cada instante o quão pequenos somos.

Uma ponte que colapsa num segundo e nesse segundo transforma a vida em nada, vidas em nadas, como se esse nada a que me refiro, fosse o fim de um tudo que até àquele instante fazia sentido...

Somente fazia sentido, sentindo que aquelas vidas tão novas e tão velhas, de filhos e pais, maridos e mulheres, amigos e conhecidos, almas solitárias...

Somente fazia sentido nesse desesperante instante em que tudo deixou de o fazer.

No fim de todo este horror, começam a dar nomes e rostos às vitimas, àqueles que morreram na tragédia de Génova e é aí que se apercebe a distante alma da desmedida tragédia.

Vendo os rostos daqueles que partiram, vendo o olhar dos que cá ficando perderam um pedaço de si mesmos, da dor transformada em gente, no rosto de um sem numero de pessoas.

Quando se dá nomes e rostos aos números, tudo parece ser ainda mais cruel, mais horrível, mais destruidor, mais intimidante...

Simplesmente porque os rostos da tragédia são precisamente iguais a qualquer um de nós.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

 

03
Mai18

A Camorra Encarnada...

Filipe Vaz Correia

 

É de forma perplexa que tenho observado os últimos desenvolvimentos no caso dos Emails, que ligam o Benfica a supostos actos que extravasam qualquer patamar anterior no Futebol Português.

Para ser honesto, caso se confirme o que tem vindo a publico nos últimos dias, estamos diante de pressupostos, só comparáveis à Camorra Siciliana...

Jornalistas agredidos, Seguranças privados com defesas judiciais pagas pelo Clube, ligações perigosas à Magistratura, trocas de favores com agentes policiais, tentáculos dispersos pelas mais variadas esferas de influência.

Nada desmentido...

Tudo carregado de suspeitas.

Nomes como Domingos Soares de Oliveira ou Paulo Gonçalves, demonstram quão perto se encontra este terramoto de Luís Filipe Vieira e como cercada está a estrutura Benfiquista.

Por mais que o neguem e verdadeiramente ninguém parece capaz de o fazer, o cerco aperta e será difícil não se retirarem daqui consequências...

O Benfica dispõe ou dispôs de um suposto esquema capaz de influenciar os mais variados quadrantes de interesse, faltando apenas montar o puzzle que desmontará toda a pirâmide fraudulenta que sustentou estes anos de sucesso.

Não quero confundir o Clube com aqueles que o servem neste momento, no entanto, será através dos actos destes que se fará o julgamento sobre a instituição.

Será que a Justiça Portuguesa será capaz de lidar com esta espécie de Máfia Napolitana, ao jeito do Futebol Português, como em Itália foram capazes de desmontar o Polvo que amarrava a Sociedade Italiana?

Veremos...

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

05
Dez16

Matteo Renzi: E Ora Itália? E Agora, Europa?

Filipe Vaz Correia

O Não venceu em Itália, com quase 60% dos votos, no referendo requerido por Matteo Renzi, para tentar mudar o sistema político Italiano e a sua eterna contradição...

A democracia Italiana vive aprisionada a este sistema há décadas, levando a que os rostos desse sistema se perpetuem, ad aeternum, num emaranhado de cargos e contra-poderes, que não permitem a quem governa as competências legislativas suficientes para reformar verdadeiramente o País.

Renzi jogou com tudo o que tinha, colocando mesmo o seu futuro político como trunfo, para uma vitória que acreditava poder alterar o rumo da sua Nação, no entanto, ameaçando demitir-se em caso de desaire, Matteo Renzi conseguiu unir todos os seus adversários, na expetactiva de assim o conseguirem afastar do quadro político Italiano.

Renzi perdeu e cumpriu...

Para Itália, já não está mal.

Numa recente entrevista ao 60 Minutos, Matteo Renzi admitiu que havia errado, ao elevar a fasquia, pois em caso de derrota ele colocaria em causa todo o seu trabalho, o seu papel e o papel do seu governo, mas era tarde demais para recuar, para fugir das palavras que o acorrentavam à promessa que havia dado.

Muitos políticos Italianos ao longo de décadas disseram o mesmo e o seu contrário, percorrendo todos esses cargos e lugares públicos que agora Renzi queria extinguir ou restringir, por isso tenho a expectativa que com o seu exemplo Matteo Renzi possa, mesmo depois desta derrota, conseguir demonstrar um novo caminho para este velho País.

A Europa vê assim nascer uma nova questão:

O que fazer, se o populista movimento Cinco Estrelas, de Peppe Grillo, assumir o poder numas novas eleições em Itália?

Mais um movimento Anti-Europeu, para implodir o ideal criado pela UE.

A Europa tem de a todo o custo, tentar inverter esta imensa contestação que cresce dentro de si, pois caso contrário, esta irá implodir através desses mesmos governos eleitos em cada País, que se unirão para combater o progressivo avanço de uma União Europeia.

A queda de Renzi é na minha opinião um passo dado nesse desconhecido rumo.

Por fim não posso deixar de notar a derrota da extrema direita na Áustria, o que contrariando a maioria das sondagens veio dar uma pequena esperança, de que afinal ainda é possivel combater os Radicalismos crescentes em toda a Europa.

Mude-se as politicas, fale-se ao coração das pessoas e ouça-se o que estas tem a dizer...

Escutando-as, estaremos mais perto de desarmar os populismos e as demagogias.

Assim depois de mais uma noite eleitoral e vendo o discurso de Matteo Renzi, fico com a esperança de que um dia, este ainda possa ter uma palavra a dizer sobre o futuro do seu Pais...

Da nossa Europa.

Por isso, Arriverdeci e Buona Fortuna, Signor Matteo Renzi... 

Mais sobre mim

foto do autor

Comentários recentes

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Calendário

Dezembro 2019

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D