Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

25
Mai19

Sporting Clube de Portugal: O Regresso À Festa Do Jamor...

Filipe Vaz Correia

 

É dia de taça...

O Sporting regressa hoje a uma final da Taça de Portugal, num jogo carregado de simbolismo e memória.

Há um ano atrás, neste mesmo palco, jogava-se uma outra final, num outro cenário, com pinceladas de tragédia e dramatismo...

O Sporting perdeu esse jogo, muito antes do mesmo ter iniciado, repleto de feridas e marcas, muito para além daquelas visíveis nos rostos do seu treinador e jogadores.

Depois dessa partida nada ficou igual, tudo se transformou...

Partiram jogadores umbilicalmente ligados ao clube, Patrício, William, Podence ou Gelson, partia para as Arábias o treinador, Jorge Jesus, implodia enraivecido o Presidente, "Louco" de Carvalho.

Tudo se transformou para aqui chegados, olharmos para trás com a sensação de estarmos em melhor situação, carregados de uma esperançada esperança que há muito escapara de Alvalade.

Não se cerceiam as vozes, não se catalogam as opiniões, não se perseguem Sportinguistas...

Só por isto já vale a pena continuar a sofrer por tamanho amor.

No relvado do Jamor, nessa batalha anunciada, se renova a fé Leonina, se veste de verde a esperançosa Nação de Leões, crendo mais do que nunca no futuro.

Vai ser um dia de festa...

E que os Deuses do futebol estejam do nosso lado.

Viva o Sporting

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

15
Mai19

Sporting: Um Ano Depois...

Filipe Vaz Correia

 

Faz hoje um ano que um bando de energúmenos invadiu a Academia de Alcochete, perpetrando um dos actos mais vergonhosos da História do futebol mundial.

O Sporting, sequestrado por um Presidente louco, apoiado durante anos pelas massas sedentas de vitórias, vivia por essa altura o expoente máximo de um tempo sem lei...

Dias cinzentos que ameaçavam a rica História Leonina, longe de podermos imaginar os contornos violentos e obscuros que ganhariam vida nesse malfadado dia 15 de Maio de 2018.

Muitos anunciaram um tempo de deserto para o "meu" querido Sporting, um período nublado para a alma verde e branca que acalenta cada um de nós, adeptos Sportinguistas.

Um ano depois estamos vivos, bem vivos...

A equipa de futebol venceu a Taça da Liga, pode vencer a Taça de Portugal, lutando neste campeonato da vergonha por uma digna classificação.

Títulos Europeus resgatados pela equipa de Hóquei em Patins e Futsal, uma vitalidade há muito perdida e que parece voltar a surgir no horizonte Leonino.

Nunca fui um apoiante do actual Presidente, continuo duvidando das suas escolhas e trilhos mas faço gosto em reconhecer a diferença...

Frederico Varandas poderá ser mais ou menos competente, veremos quando for altura de ser avaliado, no entanto, é educado, institucionalmente irrepreensível, sabe respeitar a História do nosso Clube, com todos os predicados que a mesma incluí.

Por tudo isto, congratulo-me por este dia, pelo ressurgir de um certo orgulho e de uma forma de estar, buscando recuperar a formação ou sarando feridas abertas de forma populista e irresponsável pelo boçal que o antecedeu.

Assim, recordemos este dia como forma de nunca mais repetirmos tamanho erro...

O erro de uma escolha violenta e extremista.

Viva o Sporting

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

07
Mai19

Liverpool: Na Terra Dos Sonhos, You'll Never Walk Alone!

Filipe Vaz Correia

 

O futebol é isto, este encantador e inebriante sentido de beleza desmedida, capaz de reflectir no olhar a esperança imensa de um querer, mesmo que pareça impossível de alcançar, inatingível forma de amor.

Ontem, em Anfielf Road, num pequeno espaço de 90 minutos o Inferno virou Céu e os Deuses vestiram-se de encarnado para celebrar o sonho de tantos que ali se apresentaram para acreditar no mais belo conto de fadas.

O Liverpool virou a eliminatória que lhe deu acesso à Final da Liga dos Campeões...

Sem Salah, sem Firmino, sem Keita.

Quem acreditaria?

Talvez somente Klopp e os seus rapazes, acompanhados por uma força indescritível vinda de cada recanto daquelas bancadas, de cada esquina daquela cidade...

Liverpool!

Como é belo o futebol...

Naquele relvado, o mago Argentino, Leonel Messi foi apenas mais um, a equipa do Barcelona foi apenas mais uma equipa, dando lugar a Wynaldum ou Origi, nessa senda estrelar que irradiou pelos céus da ilha Britânica, sem mais parar até irromper, por entre, todas as televisões, todas as vozes e relatos de rádio, todos os olhares estupefactos deste mundo futebolístico.

Parabéns rapazes de Liverpool...

You'll Never Walk Alone!

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

31
Mar19

Desabafo De Um Adepto Sportinguista...

Filipe Vaz Correia

 

Hoje é dia de desabafo...

Desabafo de um adepto Sportinguista.

A expulsão de Ristovski é um acto criminoso, no meio de um lance ridículo, por entre a expulsão de um jogador do Chaves, entretanto retirada, para em seguida se expulsar o jogador do Sporting.

Esta expulsão, recordem-se de Setúbal, o mesmo jogador antes de um jogo com o mesmo adversário, é vergonhosa, descabida e insultuosa.

Uma bela contribuição do "artista" Mota.

Não discuto a falta, mesmo o jogador do Sporting tendo chegado primeiro à bola, pois existe contacto, no entanto, quem conseguir justificar esta expulsão, terá de estar, no mínimo, de má fé.

Ao ver este lance, não consigo deixar de me recordar de Vítor Catão, de um sem número de suspeitas que entrelaçam o Futebol Português.

Infelizmente, este futebol está podre...

Vergonhosamente poluído.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

26
Mar19

Ainda Sobre O "Pornográfico" Mundo Do Futebol Português...

Filipe Vaz Correia

 

No surgimento deste "novo" personagem na vida Lusitana, Vítor Catão, algumas questões continuam a me intrigar...

O dito Senhor saiu dos estúdios da CMTV no Porto, sem que a PJ estivesse à sua espera?

Luís Filipe Vieira já foi notificado para interrogatório?

O Senhor César Boaventura ainda não foi detido?

Algum "notável" Benfiquista já se indignou com as vastas suspeitas, recentemente, levantadas?

Isto não parece a República das bananas?

Mas daquelas banana importadas do Paraguai, meio enfarinhadas e de duvidosa reputação...

Questões que não param de me perseguir, pensando, vezes sem conta, se por alguma razão isto se passasse em Itália, Inglaterra ou França.

Vejamos o que aconteceu ao Milão, Roma, Olimpyque de Marselha ou Juventus...

Mesmo a personalidades como Moggi, Tapie ou o antigo seleccionador Inglês, Sam Allardyce, exemplos de como a Justiça destes Países, não se mostra branda com actos ou práticas duvidosas, mesmo que isso possa colidir com estruturas poderosas do "seu" valioso futebol.

Enfim...

Neste nosso "cantinho" tudo é escrutinado, menos o futebol, onde alguns parecem eternamente impunes, ostensivamente impunes.

Até quando?

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

26
Mar19

O Futebol Português Está Podre...

Filipe Vaz Correia

 

Quero, antes de mais, pedir desculpa a todos os Canequianos por escrever sobre o futebol Português...

Pois isto cheira mal demais, há muito tempo, mas nunca como neste dia.

O futebol Português está podre, sobre isso não tenho dúvidas, no entanto, acima de tudo não consigo compreender como certas pessoas e Instituições continuam impunes diante desta Justiça Portuguesa...

Esta "incerta" Justiça Portuguesa.

O vídeo de hoje, feito por Vitor Catão, grita ao desespero esta espécie de podridão que se eleva, por entre, os relvados Portugueses, numa mistura de corrupção, ameaças de morte e compadrios.

Ana Gomes, por estes dias, catalogou o Presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, de alguém com um passado ligado à delinquência, o que motivou ameaças de processos em tribunal, por parte de Vieira e do clube.

Nunca imaginei estar sentado do mesmo lado de Ana Gomes...

Pois aqui estou.

Observando a discussão entre Boaventura e Catão, não deverão restar dúvidas, sobre o duvidoso carácter deste estranho circulo que rodeia Vieira.

Sempre ele...

Basta nos recordarmos de José Veiga, de Paulo Gonçalves, do motorista da porta 18 ou actualmente do "querido" Boaventura e o seu Catão.

Já não vou falar sobre os casos BPN ou BES, assim como, das centenas de Milhões de Euros em questão...

O que nos sobra é uma profunda estupefacção sobre este tipo de Justiça, por um lado tão cega, e ao mesmo tempo tão intensamente estranha.

O futebol Português está podre mas a Justiça Portuguesa não deverá estar em melhor estado, se não conseguir apurar todas estas gravíssimas suposições e responsabilidades.

São casos a mais, sempre com os mesmos, sobre os mesmos, indiciando os mesmos.

Enfim...

O que importa a bola ou o talento?

Se isto é uma profunda roubalheira.

 

 

Filipe Vaz Coreia

 

 

 

21
Mar19

No Caneca Com... José Da Xã!

Filipe Vaz Correia

 

Nós… os obnóxios!

“…mais vale sonhar a vida que vivê-la, mesmo que vivê-la seja sonhá-la..."

Marcel Proust

 

Quando folheio as longas páginas das minhas memórias fico sempre com aquela sensação de que a determinada altura optei por veredas ínvias, arriscadas mas altamente estimulantes, em vez de ter escolhido um caminho mais aberto, quiçá menos perigoso, todavia sem grande interesse.

Estamos invariavelmente reféns das opções tomadas no passado, numa espécie de condenação perpétua e para a qual não há qualquer recurso. No fundo a maior parte da nossa vida resume-se às decisões que optámos, tenham sido elas fantásticas ou profundamente desastrosas.

Contudo cada vez vejo mais pessoas a desculparem as suas opções com os erros dos outros… Então na política e no desporto… é demasiado frequente!

Sempre que abrimos as televisões lá escutamos as já cansadas desculpas de uma (má) decisão de um qualquer governante com a célebre expressão “herança do passado”.

Então que dizer à boa herança recebida e que por opção política se desbaratou durante a vigência de um governo?

Reparo, cada vez mais, que a nossa classe política está cansada, sem ideias, sem fulgor e onde as caras são quase sempre as mesmas. A bipolarização governativa que vamos aceitando sem grandes ondas, não obstante alguns recentes e estranhos exercícios de colagens, é o exemplo perfeito de como convém nunca mexer no “status quo ” estabelecido por alguns iluminados lusos. Sejam de esquerda trauliteira ou moderada e de direita obtusa e incoerente.

O desporto sofre outrossim do mesmo problema da política. Os dirigentes de clubes, federações, SAD’s ou mesmo treinadores desculpam-se na maioria das vezes dos maus resultados invocando gestões anteriores. Detestam, por assim dizer, assumir a sua quota-parte nos insucessos!

É assente nesta triste e reles postura de fuga às responsabilidades, plasmada numa anormal impunidade que os portugueses têm vivido no último meio século. A liberdade custa-nos muito, mas muito dinheiro!

Retorno às minhas memórias para evocar uma expressão que um professor certa vez me disse: errar é humano mas permanecer no erro é estupidez!

Ora, pegando nesta última ideia concluo que das duas uma: ou os portugueses são estúpidos pois continuam a insistir no mesmo erro durante todos estes anos ou são burros pois nem têm inteligência para perceberem onde está o erro!

 

 

LadosAB

 

 

13
Mar19

Ronaldo: O Dia Em Que A Lenda, Se Tornou Deus...

Filipe Vaz Correia

 

A exibição de Cristiano Ronaldo neste jogo entre a Juventus e o Atlético de Madrid, é mais uma prova da dimensão estratosferica, de um jogador absolutamente único.

Muitos duvidaram...

Desde o próprio Florentino Perez ao deixá-lo sair, da FIFA, France Football ou UEFA, ao entregarem o Prémio de melhor do Mundo a Modric, desde os adeptos do Atlético, confiantes que haviam sentenciado a eliminatória.

Enganaram-se...

Ronaldo reapareceu, na sua prova de eleição, a Champions League, carregando os Bianconeri rumo aos Quartos de Final.

Ronaldo venceu em Inglaterra, em Espanha, na nossa Selecção, aquilo que jamais se imaginou...

E promete vencer em Itália, de Turim para o mundo, amarrando á História a sua inquestionável coroação.

Um antigo jogador do Atlético, um tal de Dominguez, disse que Ronaldo jamais seria considerado uma lenda, no Futebol Mundial...

Tendo em concordar.

Depois desta exibição, como se dela precisasse, Ronaldo ultrapassou esse estatuto de Lenda...

Depois disto, Ronaldo é "Deus".

Sempre disse que Maradona tinha sido o jogador que mais me havia marcado, talvez pelos sonhos provocados na minha imberbe infância, onde assistia boquiaberto ao impossível serpentear "Maradoniano".

Hoje mudei...

O melhor jogador de sempre, só pode se chamar Ronaldo.

Cristiano Ronaldo.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

04
Mar19

Sporting: O Que Estão A Fazer Em Alcochete?

Filipe Vaz Correia

 

Em Alcochete jogou-se mais uma Jornada da Liga Revelação...

O Sporting venceu mas, na minha opinião, não convenceu.

Ao observar o jogo, inquietações e preocupações me assolaram, vendo talento desalentado, qualidade desperdiçada em semblantes desolados, descrentes no seu "Futebol".

Olhar para Miguel Luís e Francisco Geraldes, corrói a alma, adensa a curiosidade  com este indescritível mistério.

Como podem estes Jogadores ter desaprendido de jogar?

Talvez da mesma forma como Bas Dost desaprendeu.

Alguns jogadores, necessitam de motivação, de estarem constantemente submersos num caldeirão de confiança, para dali retirarem o melhor do seu talento.

O problema é que esse trabalho tem de ser feito por um treinador, e isso é coisa que, para os lados de Alvalade, não existe.

Onde está o Miguel Luís Bicampeão Europeu?

Sim, Bicampeão Europeu...

Onde está o menino que entrou sem medo no Emirates ou brilhou com o Belenenses?

E Chico Geraldes, perdido, sem a magia que sempre o caracterizou, despido do tamanho talento que sempre sobressaiu de seus pés.

Não será Thierry Correia melhor do que Bruno Gaspar ou Ristoski?

Quem manda acha que não...

Mesmo Jovane, que não sendo um talento puro, sempre demonstrou a rara qualidade de ser daqueles jogadores que somam vindo do banco, mexem com qualquer jogo, a qualquer momento.

Mesmo o "traquinas"Jovane, não existe mais...

A boa "surpresa" foi a de Max, uma confirmação de um talento imenso, que continuando por este caminho, será desaproveitado.

Estivesse Max, só para falar neste jogador, no Benfica, treinado por Bruno Lage e estaria na luta pela titularidade, disputando a baliza com Odisseias...

Mas como está "neste" Sporting, tem de se contentar em ser o suplente, do suplente de Renan.

Uma vergonha.

Max tem tanto talento como Rui Patrício, com a sua idade, podendo o Sporting com esta forma de trabalhar, desperdiçar, mais uma vez, um enormíssimo jogador.

Mas o que se pode esperar, num clube que sistematicamente se boicota.

Ao olhar para Bruno Lage, recordo-me dos tempos de Paulo Bento, com aqueles meninos que tanto me orgulhavam, lutando pelo título, sem medos e sem dinheiro.

Moutinho, Veloso, Rui Patrício, Nani, Djaló, Custódio, Pereirinha, Daniel Carriço, são somente alguns nomes que bravamente vestiam a camisola Leonina, nesse período, mesclando o seu talento com veteranos pagos em saldo, sempre a quilómetros do investimento feito pelos rivais...

E mesmo assim conquistando Taças e Supertaças, lutando na Champions, indo até ao fim pelo título, por vezes, espoliado por mãos "nortenhas", outras vezes por arbitragens "algarvias".

Mas enfim...

Este é o Sporting que nos sobra, assassinando a formação que nos restou depois de Bruno, Virgílio e afins.

De facto, mais do que tudo, é no rosto de Miguel Luís, Chico Geraldes, Thierry Correia e Jovane Cabral que descobrimos algumas respostas para tamanhas questões...

É naquele olhar que se vê o desencantamento, o mesmo olhar que encontramos na bancada, observando Daniel Bragança, emprestado a um Farense que luta para não descer da Segunda Liga.

Que tristeza...

Que boa maneira de potenciar talento.

Mas continuam a existir adeptos que acham bem, aceitam o caminho e ajudam neste trucidar da "nossa" formação, dos "nossos" meninos...

E assim continua o Sporting, por entre, Treinadores nas bancadas, Tótós na direcção e incompetentes na equipe técnica, trilhando um caminho para o desastre.

Viva o Sporting

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

 

 

01
Mar19

Bruno De Carvalho: A Expulsão De Um Ditador...

Filipe Vaz Correia

 

Expulsaram Bruno de Carvalho de sócio do Sporting...

Ora que boa notícia.

Recebi esta boa nova, como aquele menino da escola que vê ser expulso do colégio, o rufião lá do sítio, aquele que aterroriza diariamente todos os que com ele se cruzam...

Assalta, intimida, chateia desmedidamente, como bom mal-criado que é.

Claro está que surgirão inúmeras "viúvas" desse "pequeno" ditador, ao estilo Neo Nazis, suspirando pelo seu Fuhrer.

Mas não me iludo, pois sei que o ruído à volta do tema e da personagem não diminuirá, talvez aconteça o contrário, devido ao exército de bouçais que continua a existir em Alvalade.

Não só os denominados Brunistas, infelizmente, muitos desses bouçais, são somente intitulados de Sportinguistas.

O caminho carece de ser palmilhado, percorrido com coragem e liderança, sendo neste último item, que se encontra o calcanhar de Aquiles do actual Presidente Leonino.

A tão ansiada capacidade de Liderança.

Mas hoje é dia de festa...

Dia de festa, para todos aqueles que amando o Sporting, querem resgatar o Clube das trevas vividas durante meia década, às mãos de um déspota "Venezuelano", capaz de conspurcar a História desta Grande Instituição, com a sua reles pequenez.

Expulsaram o menino Bruninho e seu Priminho, faltando agora expulsar umas centenas de meninos das "Claques".

Perdão...

Dos Gangs como me parece mais apropriado designar.

Viva o Sporting.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Comentários recentes

  • pvnam

    FN's, VOX's, PNR's ABRAM OS OLHOS: É FÁCIL DEMOLI...

  • Filipe Vaz Correia

    Minha querida Luísa de Sousa...Sem dúvida.Um beiji...

  • Filipe Vaz Correia

    Caríssimo Folhas de Luar...Isso é que não.Um grand...

  • Folhasdeluar

    Ups... não viu o meu perfil...querida é que não......

  • Luísa de Sousa

    O Malik tem sempre aquelas palavras que nos encant...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Calendário

Maio 2019

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D