Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Alcochete: A Juventude "Hitleriana"...

 

As novas imagens de Alcochete, passadas na televisão Portuguesa, demonstram o Caos e a vergonha ali ocorrida.

Um pedaço de horror e vandalismo, um exército às ordens de um déspota descontrolado, dando voz a um projecto pessoal de poder.

Tudo fica um pouco mais desnudado...

A violência do acto, o desespero de Jorge Jesus, a manada descontrolada, a conspiração apoiada por Bruno Jacinto.

Um dia, há tempos atrás, ainda Herr Bruno controlava o clube a seu belo prazer, comentava neste blogue, os tiques autoritários desse seu líder, assim como, dessa milícia que ameaçava cumprir as vontades do tresloucado ditador.

Apelidei-os de "Gestapo" ou "Juventude Hitleriana", para revolta de alguns que hoje parecem ter sido, toda a vida, opositores de Bruno.

É assim a vida, dos contorcionistas de carácter...

Não me restam dúvidas que o meu Clube está impregnado deste tipo de "gentalha", mentes pequenas, incapazes de fazer a diferença pela positiva.

O Sporting é, enfim, mais do que autofágico...

É uma contradição permanente.

Que tristeza.

No meio disto tudo, não posso deixar de escrever, uma palavra para Jorge Jesus:

Obrigado pela lição  de coragem, de liderança...

Não pelos treinos ou pelo futebol jogado, mas pelas imagens que me marcarão eternamente, por olhar nos olhos dos agressores, pelo apontar de dedo, pela forma destemida e exemplar como se ergue contra os boçais amestrados que invadiram Alcochete.

Para mim, esse gesto vale mais do que um golo ou de que um título.

Isso representa a essência da vida.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

Sporting: O Novo "Kaiser"... Chama-se Tiago Fernandes!

 

Como não gosto de calar as minhas ideias, nem temo o confronto de argumentos, deixarei a minha singela opinião ...

Ainda me recordo quando, nos primeiros dias de reinado de Bruno de Carvalho, assinalei a minha discordância da personagem, do papel boçal e autoritário que se afigurava como característica inerente à personagem.

Muitos se calaram, até muito tarde, argumentando que era cedo demais, que deveríamos silenciar as evidências, em nome da união.

Não posso discordar mais...

Deveremos sempre apoiar o nosso Clube, sem nunca deixar de gritar bem alto, quando vislumbramos perigo no seu futuro.

Já aqui escrevi sobre Tiago Fernandes, sobre a excelente opinião que tenho do seu trabalho, desde os Juniores até este primeiro momento na Equipa Principal.

Desde o último título, ninguém esteve melhor em Alvalade do que Paulo Bento, gostem ou não, sem investimento e com um aproveitamento da formação, sem igual...

Tiago é, para mim, um continuador desse trajecto, com uma característica de jogo mais ofensiva e mais adequada ao futebol moderno.

Paulo Bento ficou refém do seu 4x4x2, enquanto Tiago é um adepto do 4x3x3, modelo ideal ao estilo, de sempre, dos Leões.

O que noto nestes jogos do Sporting, de Tiago Fernandes, é uma consciência Leonina nos jogadores, uma espécie de reencontro com o ADN do Clube.

Sem medo de lançar jovens, de defender, explicando que para isso não precisa de três trincos, de um querer espelhado no semblante de Nani, Renan, Montero, Mathieu, Acuna, Miguel Luís, entre tantos outros...

Fica difícil explicar ao comum adepto, como iremos abdicar de um Treinador promissor, por troca com um treinador que nada conquistou...

Nada!

Se vencermos em Alvalade, contra o Chaves, tendo um Porto vs Braga em perspectiva, poderá  acontecer, a equipa conquistar o primeiro lugar...

Como seria inexplicável esta troca?

Eu acredito em Tiago Fernandes, vejo nele o presente e o futuro de um projecto sustentado na formação, para que de uma vez por todas possamos no Futebol Profissional, que é o que interessa, voltarmos a ser grandes outra vez.

Registo apenas uma ou duas frases de Tiago Fernandes sobre Miguel Luís:

" Disse-lhe para jogar como fazia na Youth League, como treina, pois se falhasse, eu (Tiago ) assumiria as consequências."

" Um dia perguntei-lhe qual era o sonho dele e ele respondeu que era chegar à Equipa Principal...

Disse-lhe que também era o meu e que haveríamos de lá chegar os dois.

Chegámos!"

É assim que se lidera.

Por tudo isto, reitero a minha discordância com a contratação de um novo treinador, não por querer Peseiro mas sim porque sinto que já temos Treinador para muitas épocas.

Ps:: Anunciar o novo Treinador, no preciso momento da conferência de imprensa no Emirates, enquanto o foco estaria no resultado do jogo, é somente indelicado, estúpido e de curta visão...

Um sinal dos tempos em Alvalade. 

Viva o Sporting

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

Benfica: O Equívoco De Vitória...

 

Rui Vitória vive dias de grande contestação para os lados de Benfica, contestação essa que se intensifica depois de cada mau resultado.

O futebol é assim, por vezes, uns tem um certo tipo de tolerância que outros, mesmo com melhores resultados, não conseguem ter.

Esse pormenor é revelador das empatias criadas entre treinador e adepto ou até de uma percepção pública de qualidade.

A verdade é que Rui Vitória, mesmo quando venceu, nunca encantou a Luz, nunca conquistou aqueles que são o garante do Clube...

Os Sócios.

No entanto, o treinador Benfiquista parece encurralado nos seus fantasmas, equivocado nas suas certezas...

Na flash após o jogo, Rui Vitoria disse:

" O Benfica não perdeu a competência, pois essa não se perde."

E é aqui que Rui Vitória se equivoca, prendendo a sua atenção à competência da equipa, ao valor do trabalho programado.

Não será esse o seu problema mas antes a confiança ou a falta dela, esse pormaior que despede, esventra, destruindo projectos e sonhos futebolísticos.

A questão amarra-se nessa latente ferida "encarnada", essa confiança perdida dos adeptos na equipa, no seu treinador e até a derradeira dúvida que sobressai...

A falta de confiança dos jogadores na mensagem do seu treinador.

Essa é a questão...

O "busílis" da questão.

E se Vitória não entender isso, então estará  irremediavelmente  perdido.

Faltará, assim, tempo para vencer...

Nesta Era "Vitoriana" que parece estar a chegar ao seu fim.

 Em Tondela se escreverá um novo capítulo.

 

Filipe Vaz Correia

 

 

Frederico Varandas: As Palavras De "Barbini"...

 

" O Homem me ouve a toda a hora, quer que esteja dentro do Sporting para comandar o Clube, quer que esteja sempre ao lado dele..."

" No dia que me descartar é o dia em quem ele cai..." 

São palavras do Pedro "Barbini" e que levaram à sua queda, formal... 

Mas depois do jogo com o Estoril, o peso que os assobios das claques parecem ter tido na decisão Presidencial, mesmo sem ter um plano de recurso estudado, não podemos esquecer estas palavras.

E quem caiu foi Peseiro.

Porém, depois desta derrota do Benfica, a decisão do Presidente do Sporting ganha mais interrogações...

Será que quem caiu, não foi o Presidente Varandas, à mercê dos aconselhamentos de um qualquer "Barbini"?

Veremos...

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

# FicaTiagoFernandes

 

A confusão está instalada no Reino do Leão, depois de Frederico Varandas ter despedido José Peseiro de Treinador do Sporting Clube de Portugal...

Não por os adeptos estarem do lado de Peseiro, mas sim porque parece algo feito sem nexo, sem preparação, de forma acobardada e interligado ao descontentamento das calques.

No primeiro momento, falava-se de Leonardo Jardim ou Jorge Jesus, nunca acreditei...

Neste momento já vamos em Prandelli ou Karanka.

Por amor de Deus!

Será possível tamanho amadorismo, de quem se dizia tão preparado?

Varandas só está há dois meses em Alvalade, Peseiro também só estava há quatro...

Independentemente do medíocre futebol jogado pela equipa do Sporting, que era indesmentível, para se substituir um treinador que está a dois pontos da liderança e em todas as provas, é necessário mais do que um singelo abanão...

É imperioso ter uma alternativa credível e capaz de suprir no imediato, a normal sensação de ausência de liderança.

Veremos como correrá este imbróglio inventado pelo Presidente Leonino, esta sensação de cobardia entrelaçada com incompetência, sabendo de antemão que quem vier para o Clube, não gozará de Estado de Graça, assim como, o mesmo Estado de Graça de Frederico Varandas, terminou com esta decisão.

A partir de agora está à mercê dos resultados e do selvatico julgamento, diante dos mesmos que na Quarta-Feira vociferavam contra Peseiro.

Normalmente quem governa pela rua, cai pela rua.

Veremos...

Por fim, deixar aqui uma "hastag" de apoio a Tiago Fernandes, pois para treinadores de duvidosa credibilidade, prefiro a solução da casa, estilo Paulo Bento.

# FicaTiagoFernandes

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

E Depois De José Peseiro?

 

José Peseiro foi despedido...

Ao contrário do que foi escrito, não foi nesta madrugada que isso aconteceu mas sim nas páginas do Jornal Expresso, de forma indirecta mas sonora.

A derrota com o Estoril, foi apenas uma simpática desculpa para a execução do plano Presidencial.

Perguntarão...

Peseiro estava a fazer um bom trabalho?

Não.

Infelizmente este José  Peseiro, que pela segunda vez passa por Alvalade, mostrou-se "pequenino", medroso, incapaz de motivar equipa e adeptos ou apostar em jovens jogadores.

O oposto do que tinha feito, anteriormente, no Sporting.

Dito assim, não me surpreende o despedimento de Peseiro, aliás, ontem enquanto sentado me encontrava nas bancadas do Estádio José  de Alvalade, várias foram as vezes em que isso me passou pela cabeça...

No entanto, uma nota é preciso tomar:

A Presidência de Frederico Varandas começará, efectivamente, neste dia, com este despedimento.

Mesmo com a equipa a jogar de forma medíocre, Peseiro deixa o Sporting a dois pontos da liderança do Campeonato, em segundo na Liga Europa, na Taça de Portugal e, dependendo de si, na Taça Lucílio Baptista...

As consequências deste despedimento recairão sobre Frederico Varandas e sobre esta sua decisão.

Quanto a nomes, eliminando o inverosímil Leonardo Jardim, oiço falar em Paulo Sousa, Miguel Cardoso, Rui Faria...

Apenas uma coisa:

Para Paulo Sousa, deixem ficar o Tiago Fernandes.

O nome que gostaria?

Rui Jorge.

Com tempo e projecto, apoiado por uma liderança que não esteja nas mãos de uma claque, poderá transformar este Clube.

Pedirei muito?

Talvez...

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

  

Alcochete: De Dentro Para Fora?

 

Infelizmente é sempre assim...

A prisão e constituição como arguido de Bruno Jacinto, funcionário do Sporting Clube de Portugal, com a função de ligação aos adeptos, entre outras, traz o caso das rescisões de contrato, por parte dos jogadores do Clube, para um patamar muito diferente.

Se conseguirem provar que funcionários do Sporting estavam a par e tiverem uma qualquer cumplicidade neste acto aberrante...

Então a possibilidade de existir justa causa ganha proporções alarmantes.

Mais ainda se por alguma razão, se verificar a participação de Bruno de Carvalho, Presidente do Sporting à data dos factos.

O que espantaria?

Detesto o acéfalo vociferar, aquele que ganha dimensão através da "carneirada", habituada a repetir as palavras de ordem que são soletradas pela maioria ou pelos seus lideres.

Nunca fui assim...

Detesto pessoas assim.

Admiro quem pensa pela sua cabeça, argumenta sem receios de dar a sua opinião construtiva, baseada em factos e valores...

Foi o que sempre tentei fazer desde o dia em que vi ser eleito para presidente do "meu" Clube, um homem impreparado, boçal, com sinais de autoritarismo e trauliteiro.

Muitos dos que hoje o criticam ferozmente, foram seus discípulos fervorosos, caninamente repetindo os gritos e desmandos por ele ordenados...

Ex-presidentes acusados ou expulsos, tiques e teatros amadores, boçalidades encenadas, tiros e mais tiros repetidamente disparados contra os próprios pés.

Mas isso pouco importava pois o Marco era um canalha, o Carrilo um traidor, o Dier um palhaço e os jogadores...

Esses malandros pouco profissionais.

E aumentava o clima de terror, de uma inquietação que marcava presença em Alvalade para quem se atrevia manifestar a sua descrença contra tal "política".

"É preciso estarmos todos unidos, não criticar o Presidente..."

Ouvi tantas vezes, desde os primeiros tempos do Brunismo, apoiado pelos Sampaios e Barrosos que ainda por lá continuam, sem que por um instante se usasse a "mioleira" para compreender aquele estilo, o conteúdo, a forma e a belicosidade constante.

Por isso em momento algum tive a tentação para criticar, no geral, aqueles que rescindiram, sendo evidente que esse seria o cenário que mais me aterrorizava...

Ver partir Rui Patrício, por exemplo, foi das maiores tristezas que vivi como Sportinguista, pela estima que sempre por ele tive e também por sentir essa estima pelo Clube em cada intervenção sua, entrelaçada em cada olhar seu.

Porém chegados aqui e com a maioria daqueles que até ao fim estiveram ao lado do Brunismo, a esmagadora maioria, numa encapotada "Gestapo" das massas, transformados agora em empedernidos críticos desse tempo...

Resta não esquecer todo o caminho e jamais cometer os mesmos erros.

O Bruno Jacinto deve ser mais ou menos uma espécie dos "Barbinis" da actualidade, sem nada para acrescentarem a não ser o seu poder entre as claques e os seus  batalhões de plantão.

Lutarei sempre contra esse lado que nos sufoca e torna menores...

Inferiores ao sonho idealizado por aqueles que nos fundaram.

Viva o Sporting.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

  

 

Nani: O Proscrito...

 

Mas porque razão tem o Sporting de ser autofágico?

A Historia repete se e não muda essa autofagia Leonina.

É com lástima que assisto a este caso Nani, em praça publica, ao desperdiçar do talento, da magia e acima de tudo, do exemplo...

O mesmo Nani que tem dado em campo assistências, golos e dedicação.

Tenho feito um esforço para não criticar Presidente e Treinador, atendendo ao momento que o Clube passa e passou, no entanto, este empolar do que se passou em Braga com o Capitão Nani, irrita a minha alma Leonina.

Ate já vi compararem este caso, com o que de Rochemback, nos idos de 2005...

Por favor!

Tenham lá Santa Paciência.

Olhar para o relvado e observar o exemplo e ênfase que se dá a jogadores, atenção que admiro e defendo, mas que tiveram atitudes que Nani nunca teve para com o Sporting Clube de Portugal, deixa-me abismado.

Nani nunca rescindiu contrato, não confrontou o treinador, não pediu para sair ou faltou a qualquer treino, simplesmente regressou depois de mais uma aventura Europeia, pela segunda vez, ao seu clube do coração...

Recordo-me ainda do tempo em que foi vendido ao Manchester United, acima da clausula de rescisão, por intervenção directa do próprio jogador que ao invés de fazer chantagem para sair se manteve ao lado do seu Clube de menino, segundo foi relatado na altura por vários intervenientes do negócio.

Amarrar-se um gesto em forma de desabafo, exclamado no meio do relvado, solitariamente, a um caso de proporções inimagináveis, é no mínimo, uma gigantesca falta de bom senso de todos os que compõem a estrutura Leonina.

Peseiro agiganta-se falando, desta situação, na conferência de imprensa de antecipação da jornada, dando assim dimensão a algo que deveria estar trancado e resolvido no balneário.

Dizer agora que é do foro interno...

Depois de ter falado publicamente disto é, no mínimo, patético e despropositado.

Faltou, uma vez mais, competência no Reino do Leão, esperando eu que este seja apenas um erro de primeira viagem para a equipa liderada pelo Presidente Varandas, pois caso contrario,  não augura nada de bom.

Quanto ao proscrito Nani, o "meu" Capitão, espero que volte ao relvado, pegue na bola e num segundo de fantasia responda bem alto...

Com o seu "Coração de Leão".

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

O Meu Conselho Ao Hacker Rui Pinto...

 

O meu conselho a Rui Pinto, o Hacker que roubou as informações do Benfica, assim como, os documentos do Footbal Leaks, é simples...

Se está em Budapeste, terra do "pequeno" líder Orban, vista um agasalho, agarre em alguns documentos, pegue no computador e saia rapidamente de casa.

Após este passo e sem ligar à família, apanhe um táxi, de preferência sem comentar nada...

E peça para o levarem à Embaixada do Equador em Budapeste, parece que este País e o seu Presidente, Rafael Correia, tem uma certa apetência para proteger piratas informáticos.

Não percas tempo, meu caro Rui, pois o castelhano terá de ser a tua língua nos próximos anos.

Caso não exista Embaixada do Equador em Budapeste, então...

Estás em apuros.

Não posso, no entanto, deixar de estranhar como pode um pirata informático ter roubado Emails que segundo o Benfica não existiam...

Mas isso o Paulo Gonçalves explicará.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

Carta Para Um Leão...

 

Meu caro João Benedito...

É com tristeza que te escrevo esta carta, como forma de publicamente expressar o apreço e consideração que por ti tenho.

É com essa tristeza que vi os resultados eleitorais de ontem, foi com essa mesma tristeza, depois de tanta esperança, que vi a derrota da tua candidatura.

A dimensão do teu fervor Leonino, assim como do carácter de que és feito, ficou ontem claro aos olhos de todos, através das tuas palavras, equivalentes ao percurso que sempre foi o teu...

Esse carácter incorruptível, essa alma leonina que se agiganta, esse amor verde que te pertence, esse querer no olhar, aprisionado na memória de qualquer um que tenha visto entre os postes ou fora deles, o eterno Capitão...

O verdadeiro Capitão...

João Benedito.

Mas enfim, é chegado o tempo de silenciar as criticas e tocar a unir, como pediste, mesmo suportado por um resultado eleitoral, onde perdeste tendo mais votantes, onde falhaste sendo o que mais pessoas tocou.

Enfim...

Vou cumprir pelo "meu" Sporting, "Nosso" Sporting, esse repto cheio de classe, repleto de honra, feito no rescaldo eleitoral, sobejando-me, no entanto, as duvidas se outros em teu lugar teriam a mesma atitude.

Mas assim o farei, tal como o fiz em 2013 e 2017, sofrendo sempre pelo clube que amo.

Direi por isso e sem calar que desconfio de Varandas, da gente que por trás dele habita, dos yuppies de plantão, dos arruaceiros Barbinianos, dos Sampaios sempre na direcção, dos Barrosos na plateia, misturados com os Godinhos de outrora e que outrora eram demónios...

Que grande confusão!

Mas o "povo" gosta e o Leão carrega, uma vez mais, a esperança de que desta vez será diferente...

Será?

Por tudo isto aqui te deixo o meu abraço, de Leão para Leão, esperando estar errado na ideia que tenho destes que dirigem os destinos do Sporting, destes que neste momento dirigem os destinos do Sporting...

Mas não tenho dúvidas de que um dia aquele lugar será o teu.

Um abraço e saudações leoninas...

 

 

Filipe Vaz Correia