Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

29
Dez18

"Vitamina Keizer"

Filipe Vaz Correia

 

Mais um jogo, mais uma bela demonstração de bom Futebol, por parte da equipa do Sporting.

Dá gosto ver a evolução da "minha" equipa, do trabalho discreto mas indiscutível do Holandês Keiser.

Dois, três toques, evolução constante, pressão efectiva, agressividade positiva, talvez seja a melhor descrição do actual futebol dos Leões.

Dois ou três jogadores a referir:

Miguel Luís, um menino de Alcochete que tem um talento indesmentível, uma versão de Adrien, com a mesma perspectiva de evolução, o mesmo "futuro" brilhante.

Crescendo e com espaço, poderá  tornar-se num médio de valor Europeu.

Bruno Fernandes, o melhor jogador da Liga Portuguesa, mesclando talento com produtividade como mais nenhum outro em solo Lusitano.

Jogasse "noutro" Clube e seria titularissimo na Selecção de Portugal.

Sebastien Coates, trouxe com o seu regresso uma serenidade e segurança que havia faltado em Guimarães.

Para terminar, Raphinha...

Um jogador acima da média, com uma capacidade de finalização importantíssima para um extremo e que acrescentará um poder de decisão em jogos mais equilibrados.

Gostei de ver a reacção à derrota no jogo anterior, demonstrando assim, a vontade desta equipa em lutar pelos títulos que, há muito, fogem de Alvalade.

Viva o Sporting

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

 

 

 

27
Dez18

A Humildade De Xico Geraldes...

Filipe Vaz Correia

 

O Xico regressou a casa...

É assim que vejo este regresso de Francisco Geraldes a Alvalade, um Leão repleto de talento e capacidade para raciocinar.

No entanto, durante o treino na Sporting TV, tive de "aturar" os comentários de Manuel Fernandes e de um tal Joaquim Melo, a dissertarem sobre a falta de "humildade" de Xico Geraldes.

Porque quis sair, porque opinou, porque não soube esperar, porque sei lá...

O gigantesco problema de Xico Geraldes, para as "antas" comentadoras do Mundo Futebol, é o facto de Geraldes não fazer parte desse planeta "bronco", de onde vêm essas personagens.

O que os irrita é o Xico não se perder nas palavras sem nexo, nas frases feitas que todos costumam expelir, enaltecendo o que não sabem, empedernidos nesse limite de raciocínio pouco expandido.

E isso incomoda.

Não querer ficar como suplente de Gudelj, Wendel, Petrovic, Battaglia, ou outro qualquer, não querer se submeter a Jesus ou Peseiros, nada tem de falta de humildade, tem sim um acrescento de inteligência, perspicácia e auto-estima.

E é por isso que admiro o Xico, pois a sua inteligência não se limita aos pés...

Felizmente.

Que tudo corra bem Xico...

Viva o Sporting.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

18
Dez18

Mourinho: O Canto Do Cisne?

Filipe Vaz Correia

 

José  Mourinho foi despedido do Manchester United...

Sinceramente, esta decisão não causa escândalo, não só pelo medíocre futebol que a equipa jogava, mas também pelo conflito sistemático, entre o Plantel e o Treinador Português.

Os Treinadores são feitos de resultados, de reputação e José Mourinho beneficiou, ao longo do tempo, dessa admirável mistura que o levou a incontáveis sucessos.

No entanto, pós-Inter, Mourinho parece ter entrado em decadência, definhado aos poucos, assim como o conceito de jogo empregue em suas equipas.

Inexplicáveis contratações como Coentrão, Matic, este em dose dupla, Diego Lopez, Baily, Pogba, Alexis Sanchez, Lindeloff, só para citar alguns casos...

Em alguns destes exemplos, encontramos alguns dos que mais tarde entraram em conflito com, o mesmo, José  Mourinho, acrescentando ainda, Iker Casillas, Sérgio Ramos, Pepe, Cristiano Ronaldo, Eden Hazard ou Diego Costa.

Parece que não foi só o treino e a táctica de Mourinho que cristalizaram, parece que também naquilo que era o seu ponto mais forte, o Treinador Português se deixou ultrapassar...

Mourinho fazia do conflito a arma para unir os "seus", nos dias de hoje, ele usa o conflito para atacar aqueles que, outrora, seriam os "seus".

Poderíamos, também, acrescentar a debandada na sua equipa técnica...

Primeiro Baltemar de Brito, após o Inter de Milão, seguindo-se André Vilas Boas, José Morais e agora Rui Faria.

Basta vermos onde se sentava Silvino, treinador de Guarda-Redes, outrora, a ultima peça da equipa técnica e que agora até já aparece na televisão...

Segundo à esquerda de José Mourinho.

Por vezes, o fim de ciclo dos grandes lideres, tem muito a ver com esse séquito que os rodeia, carregado de "yes men", incapazes de confrontar o "ídolo", deixando-o acreditar que tudo é perfeito.

Não sei se Mourinho se enquadra neste perfil mas parece estar cada vez mais isolado no seu "mundo", nos seus conflitos, na teia de espelhos onde apenas o seu ego tem lugar.

Veremos...

Mas julgo que o futuro de José Mourinho, estará mais perto de uma MLS ou de uma China, do que num qualquer grande do Futebol Europeu...

Pois Futebol é coisa que as equipas de Mourinho, não jogam há anos.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

17
Dez18

"Um Abraço... Nuno Pinto!"

Filipe Vaz Correia

 

Tantas razões para escrever sobre este jogo em Alvalade, este encontro entre o Sporting de Keiser e o Nacional de Costinha...

Para elogiar a audácia insular, a capacidade de jogar o jogo pelo jogo, para criticar a "estupidez" amarrada à escolha de um médio brasileiro, Bruno César, no tridente do meio-campo.

Tempo para elogiar Miguel Luís e a segunda metade do jogo dos Leões, entrelaçada forma de querer, esboçada em cada lance, a cada passe, em todos os pequenos pormenores de uma inabalável esperança.

Mas o Futebol é demasiadamente pequeno, quando nos apercebemos de algo maior, de destinos que silenciam estádios, multidões, vidas.

O drama vivido por Nuno Pinto, jogador do V. Setúbal, cala, emociona, reduz tudo à dimensão Humana.

No Auditório Artur Agostinho, ouvindo as palavras de Marcel Keiser, por sua iniciativa, em relação a este drama, não posso deixar de me contentar...

Anos e anos de uma boçalidade Institucional, entregues a um demagogo Presidencial que parecia tornar a Alma Sportinguista, numa espécie de intrínseca animalidade.

Por esta razão, sabe bem ouvir um gentleman, um homem digno, a representar o "meu" Clube, estar à altura das circunstâncias.

Assim, mais do que escrever sobre golos, fora de jogos, penáltis ou afins...

Escrevo apenas sobre Nuno Pinto e sobre a sua luta.

Boa sorte Guerreiro...

Que nesta tormenta, nestes dias que se seguem, possas encontrar a ansiada glória e ultrapassar esta jornada de sofrimento, sem descrição...

Porque nada mais importa, nada mais importará.

Um abraço Nuno Pinto.

 

Filipe Vaz Correia

 

 

14
Dez18

Como Te Amo... "Meu" Querido Sporting!

Filipe Vaz Correia

 

Os velhos de plantão asseguram que os adversários são fracos...

E eu grito:

Fracos são vocês!

Parece impossível este completo ressabianço encartilhado que não consegue reconhecer o trabalho feito por Marcel Keiser, sem menosprezar os adversários em questão.

Jogar contra o Rio Ave fora é fácil?

Será mais difícil jogar contra o Arouca em casa?

Será mais difícil jogar contra o Moreirense em casa?

Ou o Belenenses fora?

Mas enfim, nenhum comentador irá estragar a minha alegria, este contentamento de te ver jogar, de vos ver ganhar, rapazes de verde e branco.

O "meu" Sporting marcou, jogou bem e voltou a reencontrar o seu ADN...

A formação.

Miguel Luís, Bruno Paz, Pedro Marques, Jovane Cabral, Carlos Mané, Thierry Correia.

Nas entrelinhas da História, memória Sportinguista, recordo em mim, aquele sonhar constante em cada esperança de um Jovem Leão...

Este Sporting faz sonhar, torna feliz o presente que se afigurava, há poucos meses, tristonho.

Keiser surpreende, amarra a alma Leonina, a minha, a de todos nós...

Sem medos ou receios, sem fantasmas ou mágoas, somente carregados de uma esperança inabalável.

Vale a pena sonhar, vale a pena gritar...

Como te amo, "meu" querido Sporting.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

13
Dez18

Marcel Keiser E A "Eterna" Formação Leonina...

Filipe Vaz Correia

 

Um mini Sporting vai a jogo em Alvalade para a Liga Europa.

Thierry Correia, Miguel Luís, Abdu Conte, Bruno Paz, Jovane Cabral e Pedro Marques...

Ou seja, um conjunto de "craques", made in Alcochete, como há muito não se via pelas bandas de Alvalade.

Espero que Keiser saiba dar oportunidade a estes meninos, capazes ser alternativa, caso acreditem no seu valor.

Espero que, de certa forma, o treinador Leonino possa retirar destes jovens valores, tudo o que estes prometem, o que deles se espera.

De todos os que aqui estão, Miguel Luís, Thierry Correia e Pedro Marques são os que mais preenchem as minhas "Leoninas" expectativas...

Aqueles em que mais acredito.

E falta Daniel Bragança, com os seus pé de veludo, recordando Paulo Sousa ou Pep Guardiola.

Veremos como joga o Sporting e se iremos ver confirmada esta oportunidade para alguns jovens Leões.

 

 

 

Viva O Sporting

 

 

 

04
Dez18

O Futebol De Regresso Ao Reino Do Leão...

Filipe Vaz Correia

 

Que grande jogo do "meu" Sporting, em Vila do Conde.

Esperava esta partida para poder ter uma ideia mais realista, deste Sporting à Keiser...

E de verdade me espantou, me surpreendeu pela qualidade, pelo ideal por trás de cada jogada, pela esperança de um "Futebol Total".

Keiser parece ter dado um sentido ao jogo da equipa, ter encontrado um rumo para retirar o melhor de cada um.

Peseiro esteve sempre errado e Keiser está a demonstrar, Frederico Varandas esteve certo em despedir o primeiro, caso o bom trabalho do segundo continue.

Há muito que não via o Sporting jogar tão bem, talvez desde o primeiro ano de Jorge Jesus, se não me engano, mas mesmo ai não se encontrava esta acutilância, este projecto de "tiki-taka" que começa a entusiasmar.

Frederico Varandas correu riscos nesta aposta mas poderá a partir dela, começar a escrever as páginas do seu mandato.

O seu, a seu dono.

E se aqui o critiquei, aqui o rectificarei...

Boa decisão, senhor Presidente.

Vamos esperar para concretizar o entusiasmo "Sportinguista" mas está difícil controlar tamanha esperança...

Tamanha crença.

Viva o Sporting

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

30
Nov18

6 x Sporting = Esperança...

Filipe Vaz Correia

 

Não posso deixar de aqui gritar:

Golo, Golo, Golo, Golo, Golo, Golo...

Seis vezes golo.

Deixando a minha declaração de interesse, devo esclarecer que não gostei da contratação de Keiser, não simpatizo com Frederico Varandas e muito menos gosto de embandeirar em arco, no entanto, o meu fervor de "Leão" não se conteve.

Gostei desta vitória em Baku.

Sei que é, apenas, uma equipa do Azerbaijão, que este Sporting ainda tem testes para passar, começando pelo Rio Ave mas fiquei contente...

Bastante contente.

Por isso espero manter-me enganado e que Keiser traga um futebol espectáculo e torne o Presidente Varandas, no maior dirigente da História  Leonina.

Como seria bom.

No entanto, mantenho a desconfiança, alegremente contrariada.

Viva o Sporting.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

29
Nov18

Irá Rui Vitória Ser Comido De "Cebolada"?

Filipe Vaz Correia

 

Luís Filipe Vieira comunicou, esta noite, ao Universo Benfiquista que Rui Vitória irá continuar a ser o Treinador do Benfica.

Até aqui tudo bem.

Diria mesmo que quando ouvi as primeiras palavras do Presidente do Benfica, admirei aquele gesto, carregado de duas características que sempre admirei...

Lealdade e Coragem.

No entanto, continuando a falar, Luís Filipe Vieira tornou aquele primeiro momento num entrelaçado equívoco, uma forma atabalhoada de expressar um apoio engasgado, um voto de confiança desconfiado.

"Uma luz que o levou a manter o Treinador..."

Esta expressão carregada de misticismo, deixa cair a verticalidade da opção, a inusitada vontade de manter, o que parecia perdido.

O que se estranha é o desvendar do véu, o assumir o pseudo-despedimento de Vitória, na noite que antecedeu esta conferência de imprensa...

O assumir dessa esmagadora vontade, por parte daqueles que compõem a direcção da SAD, de despedir o Treinador, esse isolamento tornado público pelo Presidente, nesta decisão solitária, não reforça quem se mantém, antes o esventra na sua capacidade aglutinadora.

Vieira segura, momentaneamente, Rui Vitória mas ao expressar publicamente as imensas divisões causadas por esta decisão, fragiliza o Treinador mais do que o protege.

Será que quem Vieira desejava, não pode neste momento assinar?

Ou será apenas mais um feeling?

Questões que vão perseguir Vieira e Vitória, saindo daqui "dependentes" dos resultados e submersos num caldeirão de emoções.

O epílogo desta tomada de posição, deixará no ar...

Irá Rui Vitória ser comido de "cebolada"?

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

28
Nov18

Foi Terrorismo? Foi!

Filipe Vaz Correia

 

Quem ouve as mensagens, a linguagem, as ameaças, poderá dizer que não se trata de Terrorismo?

Quem assiste a toda a trama, a todo o teatro montado, poderá gritar que não rescindiria?

Quem foi conivente com esta gentalha, estilo vândalos, terá a coragem de se ausentar das consequências destes actos vergonhosos, em Alcochete?

O Sporting vive enredado nesta lama que nos afunda e a todos deverá fazer reflectir.

Infelizmente, nem todos o compreendem...

Basta ver comentadores Leoninos, estilo Pedro Proença ou Jaime Mourão Ferreira, para perceber porque razão chegámos até aqui.

Gente que envergonhadamente condena mas busca desculpas para os trogloditas de plantão, que renegam o seu "amado" líder, caído em desgraça, no entanto, apontam o dedo a outros para silenciar os "nossos" tristes pecados.

Não me interessa o que os outros fizeram, quando e onde o fizeram, mas sim a amputação voluntária sofrida no "meu" clube.

O que desejo é expurgar, de dentro, do mundo Sporting este tipo de gente, esta escória que, há muito, serve de "guarda-pretoriana" ao poder.

Sem isso, o Sporting não voltará a ser Sporting.

Por tudo isto, não podem faltar as palavras...

Foi Terrorismo?

Foi!

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Comentários recentes

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Calendário

Janeiro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D