Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

26
Mar19

Ainda Sobre O "Pornográfico" Mundo Do Futebol Português...

Filipe Vaz Correia

 

No surgimento deste "novo" personagem na vida Lusitana, Vítor Catão, algumas questões continuam a me intrigar...

O dito Senhor saiu dos estúdios da CMTV no Porto, sem que a PJ estivesse à sua espera?

Luís Filipe Vieira já foi notificado para interrogatório?

O Senhor César Boaventura ainda não foi detido?

Algum "notável" Benfiquista já se indignou com as vastas suspeitas, recentemente, levantadas?

Isto não parece a República das bananas?

Mas daquelas banana importadas do Paraguai, meio enfarinhadas e de duvidosa reputação...

Questões que não param de me perseguir, pensando, vezes sem conta, se por alguma razão isto se passasse em Itália, Inglaterra ou França.

Vejamos o que aconteceu ao Milão, Roma, Olimpyque de Marselha ou Juventus...

Mesmo a personalidades como Moggi, Tapie ou o antigo seleccionador Inglês, Sam Allardyce, exemplos de como a Justiça destes Países, não se mostra branda com actos ou práticas duvidosas, mesmo que isso possa colidir com estruturas poderosas do "seu" valioso futebol.

Enfim...

Neste nosso "cantinho" tudo é escrutinado, menos o futebol, onde alguns parecem eternamente impunes, ostensivamente impunes.

Até quando?

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

26
Mar19

O Futebol Português Está Podre...

Filipe Vaz Correia

 

Quero, antes de mais, pedir desculpa a todos os Canequianos por escrever sobre o futebol Português...

Pois isto cheira mal demais, há muito tempo, mas nunca como neste dia.

O futebol Português está podre, sobre isso não tenho dúvidas, no entanto, acima de tudo não consigo compreender como certas pessoas e Instituições continuam impunes diante desta Justiça Portuguesa...

Esta "incerta" Justiça Portuguesa.

O vídeo de hoje, feito por Vitor Catão, grita ao desespero esta espécie de podridão que se eleva, por entre, os relvados Portugueses, numa mistura de corrupção, ameaças de morte e compadrios.

Ana Gomes, por estes dias, catalogou o Presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, de alguém com um passado ligado à delinquência, o que motivou ameaças de processos em tribunal, por parte de Vieira e do clube.

Nunca imaginei estar sentado do mesmo lado de Ana Gomes...

Pois aqui estou.

Observando a discussão entre Boaventura e Catão, não deverão restar dúvidas, sobre o duvidoso carácter deste estranho circulo que rodeia Vieira.

Sempre ele...

Basta nos recordarmos de José Veiga, de Paulo Gonçalves, do motorista da porta 18 ou actualmente do "querido" Boaventura e o seu Catão.

Já não vou falar sobre os casos BPN ou BES, assim como, das centenas de Milhões de Euros em questão...

O que nos sobra é uma profunda estupefacção sobre este tipo de Justiça, por um lado tão cega, e ao mesmo tempo tão intensamente estranha.

O futebol Português está podre mas a Justiça Portuguesa não deverá estar em melhor estado, se não conseguir apurar todas estas gravíssimas suposições e responsabilidades.

São casos a mais, sempre com os mesmos, sobre os mesmos, indiciando os mesmos.

Enfim...

O que importa a bola ou o talento?

Se isto é uma profunda roubalheira.

 

 

Filipe Vaz Coreia

 

 

 

11
Fev19

Uma "Party" Na Prisão...

Filipe Vaz Correia

 

Isto há coisas...

Então não pode uma pessoa comemorar os seus anos com os "compinchas" de condomínio, para que lhes caia tudo em cima.

Tudo bem que estão presos, numa prisão lá para o norte, mas também são gente.

Claro que a musica estava alta, que os açucares abundavam nos bolinhos e sangria, que o pó não estava limpo...

Mas o que se pode esperar de uma festa de anos de um "suposto" traficante?

Que não houvesse pó?

Estão a ser muito duros com os "pobres" dos presos.

O Sindicato dos Guarda Prisionais veio salientar que escasseia pessoal nas Prisões Portuguesas e que nesse dia estavam apenas 4 Guardas destacados para aquele espaço...

Afirmação já desmentida, por uma qualquer Instituição Governamental.

Não eram quatro...

Eram cinco.

Graças a Deus!

Eu estou do lado dos presos, por entre, as suas divertidas "kizombadas" e "Lambadas" que devem ter animado aquelas aprisionadas almas.

Mas devo admitir...

O que me chocou foi o filme divulgado no Facebook, ou seja, 40 minutos com uma fraca qualidade de imagem, muito aquém da qualidade exigida para uma festa com tamanha relevância mediática. 

Mas enfim, não se pode ter tudo...

Haja "Party"!

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

04
Jul18

Obrigado Nour Machlah!

Filipe Vaz Correia

 

Numa altura de gritos e crises em relação a migrantes e refugiados, nada melhor do que as palavras de Nour Machlah para nos acalmarem a alma, darem esperança ao olhar e verdadeiramente sentir orgulho nesta espécie de imensidão que se amarra ao "Ser" Português.

Num texto no Facebook que se tornou viral, Nour enalteceu o gesto de Cristiano Ronaldo, naqueles instantes finais do jogo entre Portugal e o Uruguai, onde o craque Português ajuda de forma fraterna Cavani a sair de campo.

O jovem Sírio compara essa situação, àquela que o mesmo viveu em 2014, tentando fugir de um País dilacerado por bombas e mortos, tendo então recebido uma bolsa de estudo do Estado Português, assim como, outros 50 companheiros seus, acolhidos nesta terra tão nossa.

As palavras de gratidão, amizade e amor, espelham a forma como este jovem foi recebido e integrado, num gesto que diz muito da generalidade deste nosso Povo...

Nour vai mais longe, recordando as dificuldades económicas e a crise que então atravessava o País para reforçar o gesto e dar dimensão ao peso que isso teve na sua vida.

" Nunca vou chamar este País de segunda casa, nunca vou chamar este povo de segunda família."

" Portugal é a minha casa e o seu povo é a minha família."

São estas as palavras com que Nour Machlah decidiu finalizar o seu texto, deixando pouco espaço para alguém acrescentar outras, tal a beleza e amplitude de tamanha gratidão.

No entanto, corro o risco...

Obrigado Nour.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

10
Fev18

A Vez De Pimpinha Jardim...

Filipe Vaz Correia

 

A última polémica envolvendo Bruno de Carvalho, refere-se aos comentários de Pimpinha Jardim, no programa Você na TV, em que a comentadora expressa a sua irritação perante as atitudes do Presidente do Sporting.

Pimpinha disse:

" Não aguento gente ordinária"

Minha querida eu também não.

" Acho que ele perdeu a cabeça"

Também acho.

" Responde às pessoas de maneira ordinaríssima"

Infelizmente é verdade.

" Sei que os adeptos do Sporting estão descontentes"

Eu estou... e muito!

" Ou ele vem a público pedir desculpa ou então deveria pedir a demissão"

Parece-me acertado.

Bruno que não perde uma oportunidade para confirmar a todos a sua truculência, armou-se em herói do teclado e tratou de alvejar Pimpinha Jardim.

A linguagem utilizada, enquadra-se no perfil da figura, apelidando a comentadora de "Pitinha do Jardim" e incluindo na resposta, a sua Mãe, Cinha Jardim.

Esta resposta é na verdade, o melhor que poderia ter acontecido a Pimpinha Jardim, pois assim, sempre que lhe questionarem sobre Bruno de Carvalho, jamais a comentadora da TVI, terá de repetir as mesmas palavras...

Bastará pedir que leiam o referido texto, escrito pelo actual Presidente do Sporting, e todos entenderão até onde poderá ir a sua tresloucada personalidade.

Ofende sem pensar, estou a ser bondoso, ataca sem esperar, vocifera desesperadamente...

O que Pimpinha Jardim disse, é aquilo que muitos pensam por estes dias e essencialmente é um atestado da sua boa educação e formação...

Pois a Pimpinha, ao contrário de alguns, tem na conta certa, estes dois importantíssimos requisitos.

Por fim, deixar ainda nota de uma profunda preocupação...

A Casa dos Segredos 7 começa dentro de dias, o que pode ser bastante preocupante para o Universo Leonino, pois caso algum concorrente se recorde de criticar o Presidente do Sporting, no mínimo, lá sairá um avião para a Venda do Pinheiro...

Em mais um grito de pueril afirmação.

 

 

 Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

 

  

23
Jan18

Tide Pod Challenge!

Filipe Vaz Correia

 

Por mais que não me queira surpreender, não consigo...

"Tide Pod Challenge".

Este desafio que tem invadido as redes sociais, Youtube e Facebook, parece inacreditável, de tão imbecil, no entanto, reflecte a loucura inerente a tantos que aceitam qualquer coisa por um momento de fama...

Fazer um qualquer vídeo, por um punhado de likes.

O desafio tem por base, comer umas quantas cápsulas deste detergente, filmar e publicar nas redes sociais.

Quando vi o artigo que denunciava esta nova tendência virtual, não acreditei, por isso fui ver o vídeo da ABC, sobre o tema, para que a minha alma pudesse realizar tamanha estupidez.

Numa Era em que jogos de Auto-Mutilação viram moda, em que saltar de pontes ou atravessar Autoestradas é "cool", onde o estupidificante é aceitável por algumas visualizações, este jogo junta-se a esse reportório de estupidez que assola, infelizmente, muitos jovens.

A Empresa detentora da marca, viu-se obrigada a fazer publicidade alertando os jovens, para o facto de esta experiência além de ser proibida, ser extremamente perigosa...

Extremamente perigosa!

Assim, nesta espécie de desabafo, inacreditável expressão da minha alma, fico aguardando pela reacção tanto do Youtube como do Facebook, que mais do que nunca deverão questionar o seu papel e a sua influência neste mundo virtual.

Perante este pedaço de estupidez humana, fica apenas a pergunta que mais me ocorre ao escrever estas linhas:

Haverá algo mais estupido do que isto?

Eu diria que não...

Mas não sei!!!!!!

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

21
Nov17

Um Rapazote Deslumbrado!

Filipe Vaz Correia

 

Nunca fui um grande admirador do Rui Santos e do seu programa "Tempo Extra", SIC Noticias...

Mais, recordo os tempos em que o jornalista em questão usava o seu programa, para atacar de maneira constante o Sporting Clube de Portugal e o seu treinador Paulo Bento, numa batalha sem quartel, o que vezes sem conta, me exasperava e irritava.

Tempos distantes e que por estes dias pouco reflectem, o que aqui irei escrever:

Nesta polémica, que corre por entre Facebook ou programas televisivos, entre o actual Presidente do Sporting e o Apresentador em questão, vejo-me tristemente envergonhado, pela maneira como uma vez mais se comporta, aquele que representa a História Leonina.

O comunicado de Bruno de Carvalho no seu Facebook, já não surpreende, nem no estilo, nem no linguajar, muito menos no aspecto truculento, empregado em cada virgula, a cada pedaço do seu desgarrado texto.

Rui Santos, que inicialmente até demonstrava apreço pela personagem, apelidou-o desta vez, de Rapazote Deslumbrado...

Ao contrário de outros, considero que foi simpático.

Bruno de Carvalho demonstra ser imensas coisas, na forma como trata o Clube, que parece actualmente ser sua propriedade, na maneira como se refere aos fantasmas, que em cada esquina o parecem perseguir...

Neste momento o Sporting encontra-se num dos períodos mais delicados da sua História, por muito que o queiram negar, pois o clube é refém de um regime Autocrático, submerso num gigantesco culto da personalidade, alimentado por um Rapazote Deslumbrado e por aqueles que fanaticamente o apoiam, tentando transformar qualquer voz que se lhe oponha, num representante de outro tempo, defensor daqueles que anteriormente representaram o Clube.

Este tipo de discurso, castrador do debate público, é encontrado sistematicamente em regimes ditatoriais, comandados repetidamente por Populistas e Demagogos, que acabam por defender as suas lideranças, no conceito primitivo do "Nós Versus Os Outros".

Na Venezuela, Nicolas Maduro utiliza o mesmo tipo de linguagem, da trauliteira verborreia para catalogar de Fascistas, aqueles que o contestam...

Deixo o legado Histórico da Venezuela para os Historiadores, sendo que desconheço qualquer influência do Regime de Mussolini, na política daquele País.

No entanto, vezes sem conta, repetem-se nesse tipo de liderança, os tiques de personalidade, de um imenso desencontro com a realidade, na busca por uma justificação que comprove a sua divina razão...

Nunca chegará, pois a realidade acaba sempre por esmagar, aqueles que por instantes pretendem reescrever a História, ou transforma-la no seu pedaço de auto-elogio.

Bruno de Carvalho vai tombando, sem ainda se aperceber, que porventura chegará o momento, em que lhe irão cobrar as torpes palavras, os insultos intra e fora de muros, os empregos dentro do clube que custam a compreender.

Assim, não vislumbro razão para tamanha contestação, às palavras de Rui Santos...

Rapazote Deslumbrado, foi um imenso elogio.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

04
Nov17

Tenham Lá Santa Paciência!

Filipe Vaz Correia

 

Tenham lá Santa Paciência...

É o que me apraz dizer, depois de ler esta polémica levantada pelas palavras do Líder da Juventude Popular, Francisco Rodrigues dos Santos.

As palavras que este jovem escreveu, nas suas redes sociais, foram:

" O karma vingou-se. Urban foi barrado de Lisboa, por um tipo moreno e de ascendência Indiana"

Convenhamos que não ferem ninguém, que a piada tem sentido, e que em momento algum, se pode daqui retirar algum tipo de racismo...

Antes pelo contrário, daqui aferimos alguma ironia para com o destino daqueles que durante anos tiveram fama de barrar a entrada de pessoas, das mais variadas etnias naquele espaço.

Gostei.

O que se passa a seguir, é que me deixa estupefacto. 

Parece que algumas pessoas invadiram a página do Facebook do Francisco Rodrigues dos Santos, para o acusar de racismo, entre elas a sempre irrequieta Isabel Moreira...

Aí que falta de sentido de humor, minha querida Isabel.

O Líder da Juventude Popular, viu-se obrigado a publicar um esclarecimento ou uma adenda ao seu anterior comentário, para explicar aos mais distraídos de que se tratava de uma graça, uma forma de humor para satirizar o encerramento daquele espaço, que há anos acumulava queixas de racismo e violência.

Por vezes o politicamente correcto, tolda a visão de algumas pessoas, não conseguindo destrinçar uma graça, com graça, de um comentário racista.

Uma coisa é racismo, outra é complexo de inferioridade...

Não é impossível brincar com a cor das pessoas, com a região onde nascem, com o clube a que pertencem ou com a religião que professam...

Desde que seja com inteligência e graça, não vejo mal algum.

O que o Francisco fez, foi algo deste género, sem maldade e num momento pertinente.

Por isso tenham Santa Paciência e deixem-se de moralismos bacocos.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

10
Out17

Bruno, CM E Um Sem Fim De Asteriscos...

Filipe Vaz Correia

 

Sou Sportinguista, tantas e tantas vezes o escrevi neste blogue, no entanto, vezes sem conta, vou aqui expressando as minhas diferenças com o Presidente do meu querido Clube...

Durante o dia um querido amigo, alertou-me para um post de Bruno de Carvalho no seu Facebook, com uma linguagem vergonhosa, indecorosa, atentatória do cargo que ocupa.

Ganhei coragem e espreitei a dita publicação...

Segundo consegui perceber, por entre a grosseira proliferação de asneiras, aquele texto indignado tinha como intuito rebater um conjunto de falsidades, com que alegadamente o Correio da Manhã, insiste perseguir Bruno de Carvalho e a sua família.

Não foi este grupo editorial que teve o exclusivo da boda, destes que agora se indignam?

Considero o Correio da Manhã um pasquim miserável, desprovido de qualquer ética jornalística ou qualidade profissional...

Nunca comprei o dito pasquim, pois recuso contribuir para a boçalização intelectual que faz sobreviver este tipo de jornalismo e por essa razão consigo compreender qualquer pessoa que venha clamar a sua indignação, perante tamanha miséria noticiosa.

O que infelizmente me custa ainda mais compreender, é o patamar a que desceu o Presidente do Sporting para responder a este tipo de supostas calunias, que não sendo verdade, encontram certamente eco, nas actuais e absolutamente inéditas, novas funções de Joana Ornelas Carvalho.

A linguagem escolhida por Bruno de Carvalho, tentando fazer uma graçola com as palavras do Presidente do Benfica, apenas desmerecem quem escreve o dito texto e infelizmente a Instituição que representa.

Indignar-se é um direito que pertence a quem se sente ofendido, ser brejeiramente ordinário é uma característica inerente, àqueles que não sabem melhor.

Bruno de Carvalho até pode ter razão, no entanto, no meio das tamanhas asneirolas com que escolheu expressar a sua revolta, fica apenas visível a pequenez argumentativa do seu discurso...

E acima de tudo, o triste enredo em que o meu Sporting, mais uma vez, se vê envolvido.

É difícil pior...

Só se para a próxima, não tiver asteriscos.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Comentários recentes

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Calendário

Dezembro 2019

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D