Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

21
Out18

As "Fotografias" Da Polémica...

Filipe Vaz Correia

 

A polémica está lançada, por causa de umas quantas fotografias tiradas, aquando da captura dos três foragidos que haviam escapado de um tribunal no Porto.

Parece mentira mas é mesmo verdade...

No Jornal da Noite da SIC Noticias, deram destaque a esta situação com a intervenção indignada de Ministro e deputados, preocupadíssimos com a dignidade Humana, que parece ter sido posta em causa, neste especifico caso.

Pensei para mim:

Mas que raio fizeram aos homens?

A fotografia, do momento da captura, mostra os três indivíduos algemados, sentados no chão, enquanto aguardavam pelo transporte para a cadeia.

Será bonito?

Não!

Indigno?

Também não me parece.

O ridículo toma contornos risíveis, se a comparação não fosse abjecta, quando em plena reportagem do mesmo telejornal, se faz a comparação deste caso com o dos detidos em Abu Grahib, no Iraque...

Sinceramente, por mais absurdo que possa parecer, fizeram esta comparação, mostrando as imagens referentes a este atentado aos Direitos Humanos, aquando da ocupação Americana no Iraque, na Era Pós- Saddam Hussein.

Só para termos uma noção, aquelas pessoas estavam detidas nessa miserável prisão, despidas, torturadas, levando choques eléctricos nos seus órgãos genitais, colocados em posições humilhantes que, muitas das vezes, simulavam o acto sexual.

Vexatório demais para que um ignorante jornalista possa, por um instante, em nome de uma reportagem sensacionalista, querer usar essa memória em favor das suas audiências.

De facto, estamos a chegar ao ano zero do jornalismo, em muitos casos, fruto da reinante ânsia por polémicas.

Não esquecer que estes três detidos, faziam parte de um "gangue" violento que roubava e atormentava idosos em suas casas.

Dir-me-ão...

Isso justifica que possam ser mal tratados?

Não!

Mas foram?

Também não me parece.

Se as fotografias poderiam ter sido evitadas ou mesmo não divulgadas?

Claro que sim!

Mas fazer disto um caso de desrespeito dos Direitos Humanos...

Por favor!

Desrespeito pelos Direitos Humanos era o que estes meliantes faziam na sua actividade criminosa e é precisamente disso que os telejornais deveriam estar a falar.

Enfim...

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

20
Jun18

Donald Trump: Os "Direitos" Desumanos De Um Populista...

Filipe Vaz Correia

 

Direitos Humanos?

Não são Humanos, são imigrantes ilegais...

Deve ser esse o pensamento da actual Administração Trump, deste tipo de "raciocínio", peço perdão à palavra, que sustenta todo o ideal desta política Norte-Americana.

Não existem frases ou pensamentos que possam descrever o sentimento inerente às imagens passadas nos canais televisivos, com aquelas crianças retiradas de seus Pais, enjauladas, numa mistura entre um campo de concentração e um tortuoso jardim zoológico.

Nada me surpreende vindo de quem vem, das almas embrutecidas e incapazes que gerem os destinos dessa grande Nação que é os Estados Unidos da América...

Mas por mais que se possa esperar de tudo, desta tirana boçalidade em forma de Presidente, não dói menos cada grito de uma daquelas crianças, não arrepia menos o imaginar daqueles Pais, não revolta menos esta espécie de indigência moral que parece ter tomado conta de alguns lideres políticos.

Parece que os Estados Unidos ameaçam abandonar o Conselho dos Direitos Humanos das Nações Unidas...

Alguém deve alertar a Administração Trump que isso apenas se tratará de uma mera formalidade, pois em parte alguma do Globo, em mente alguma das almas que habitam este planeta, poderá surgir algum equivoco sobre isso...

Há muito que esta Administração abandonou os Direitos Humanos ou qualquer coisa que se pudesse assemelhar a tais princípios.

Trump, certamente, justificará estas medidas com a culpa de outros, com a criminalidade, com factores que não podem ser controlados, num desvario de mentiras próprias de um psicopata, populista e demagogo.

Senti vergonha ao ver as imagens, ao escutar as vozes daqueles meninos, ao sentir a impotência que os deverá invadir, assim como, o desespero de seus Pais.

Um País tem de ter as suas fronteiras, não podendo como se deve compreender aceitar a entrada de todos aqueles que por uma ou outra razão para lá se queiram deslocar, no entanto, chegar a este ponto de desumanidade, de grotesca maldade, é um pouco como esventrar a essência Humana de todos nós.

Nada sobreviverá a este tipo de pensamento, de conflito permanente, despido de valores e nobreza...

Naquelas jaulas, aprisionada está toda a Humanidade, todos aqueles que se apelidam de gente de bem, num sofrimento gritante muito para lá de qualquer imaginação.

Que vergonha!!!

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

22
Dez16

Burka

Filipe Vaz Correia

 

Escondem-me debaixo de um véu;

Um véu imposto, desgosto,

Um tabu que me cobre o rosto,

Um terror imposto...

 

Sou refém deste manto;

Que quebra a minha vontade,

E que atira para um canto,

A minha sonhada liberdade...

 

Só os meus olhos sobrevivem;

Aos olhares que me circundam,

A essas regras que me dominam,

Às mentes que violentam o meu destino...

 

Debaixo deste céu;

O mesmo mas tão distante,

Desse mundo, do meu véu,

Que me consome,

Asfixiante...

 

 Não tenho escolha;

Não tenho querer...

 

Não tenho pele;

Não tenho sorriso...

 

Tenho apenas a minha alma;

Para silenciosamente,

Sonhar.

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Comentários recentes

  • Filipe Vaz Correia

    Meu querido JB...Uma desilusão.A direita a precisa...

  • Filipe Vaz Correia

    Minha querida BC...Um beijinho do tamanho do mundo

  • Filipe Vaz Correia

    Minha querida BC...Um beijinho

  • BC

    Que tenhamos sempre os nossos sonhos espero que e...

  • BC

    Como diria Sophia, "amigo é quase a melhor palavra...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Calendário

Novembro 2020

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D