Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

01
Jun19

As Palavras De Marcelo E O Futuro Da Direita Portuguesa!

Filipe Vaz Correia

 

 

 

Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República, fez declarações na Fundação Luso-Americana sobre o estado da Direita Portuguesa e a suposta crise que este espaço político enfrenta ou enfrentará nos próximos anos.

A minha concordância com o Presidente da República é total, aliás esta análise de Marcelo Rebelo de Sousa demonstra a sua apurada capacidade para observar todo o xadrez político e dele retirar as devidas conclusões.

A Direita Portuguesa vive um período de absoluta nudez intelectual, uma ausência valores e estratégia, num confrangedor cenário de indigência política.

Marcelo mais do que contrapoder, executa o papel de mediador no que poderemos chamar de impulso esquerdista que por vezes toma lugar nesta Geringonça.

Nesse enquadramento Marcelo assume um papel maior, quase insubstituível, como guardião de um quadrante político órfão de representação, sem no entanto desperdiçar o prestígio que grangeou em todos os quadrantes com a sua gestão de proximidade, tão elogiada por quase todos.

Num tempo de calculismos à Direita, de revoltas secretas aguardando o momento exacto para destronar Rio e Cristas, líderes "moribundos" na fila de execução, nunca foi tão importante o papel deste nosso Presidente da República que vindo da Direita poderá servir de garantia para um eleitorado que não se sente representado...

E assim travar qualquer espécie de vaga populista que poderia querer acolher estes órfãos da Direita Portuguesa, nos quais me incluo.

Mais uma vez...

Bravo Presidente Marcelo.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

 

19
Dez16

Sporting: Os Pecados do Bruno...

Filipe Vaz Correia

 

Ontem presenciei um dos piores jogos do Sporting Clube de Portugal, de que tenho memória...

Durante os 90 minutos, de imenso desespero, não pude deixar de refletir sobre o percurso deste Presidente e sobre o futuro do meu tão querido clube.

Tristeza é mesmo a palavra correcta para descrever os olhares daqueles Sportinguistas que a meu lado estavam, daqueles que se cruzavam pelos corredores do Estádio, nas escadas, na rua...

Todos incrédulos, procurando uma razão lógica para o aparente desnorte, que tomou conta deste plantel e desta direcção.

Não me interessa discutir o acessório, os nomes que agora surgem em catadupa de potenciais canditatos, esperando em surdina por este momento, como tubarões que sentem o sangue das suas vítimas na água.

Interessa-me é entender as causas deste descalabro que poderá, temo, vir a ser desastroso...

Jorge Jesus não deixou de saber treinar ou de compreender o jogo mas claramente deverá questionar-se como foi possível ter dado o seu aval, na construção de um plantel tão medíocre.

Perdemos três jogadores essenciais da equipa base da época passada, João Mário, Slimani e Teo Gutierrez e contratámos vários jogadores que combinados darão provavelmente pouco mais de zero...

Alan Ruiz e o seu irmão, actualmente a jogar no Sintrense, até temo saber o que pensam esses adeptos da linha de Sintra desse belo jogador, custaram perto de oito milhões, muito desse dinheiro em comissões, chegando a Alvalade depois de meses sem jogar em conflito com o seu anterior clube mas pior do que qualquer arrufo emocional, é no seu futebol que se encontra a questão mais intrigante:

Como se pode contratar um jogador lento, pouco disponível para a competição ao mais alto nível, desinteressante no aspecto técnico, desinspirado do ponto de vista táctico...

Desde a primeira vez que me recordou o Careca, esse mago brasileiro que passou nos anos noventa por Alvalade e que se revelou um flop.

Alan Ruiz é mais do que uma contratação falhada, tem de ser mais do que isso...

Mas para não ficarmos por esse mistério das pampas passemos para Petrovic, esse portento Sérvio que estava perdido pelo banco de suplentes do Dinamo de Kiev e que relegou para o Belenenses um dos mais promissores médios da sua geração:

João Palhinha!

Muito estranho...

O Grande Elias, jogador que motivou tantas novelas e acusações ao anterior Presidente que o havia contratado ao Atlético de Madrid, numa altura em que era habitual na selecção Brasileira custando oito milhões...

O que se escreveu? O que se disse? Inclusivamente o actual Presidente.

Pois muito bem, contratou-o agora quatro anos mais velho, com a mesma apatia competitiva, mas avaliando o em cinco milhões de euros...

Se pagas 2.5 milhões por 50% do passe avalias o jogador em 5 Milhões.

Esse foi o preço a pagar para enviar o substituto natural de Adrien para o Moreirense:

Francisco Geraldes.

Muito estranho...

E como esquecer, o reforço Balada, quase Liedson, talvez hoje em dia, ou o seu companheiro de ataque Castaignos que nos levaram a pagar no conjunto quase 4 milhões de euros.

E Bas Dost, Dez milhões por um jogador que certamente marcará por época dez ou quinze golos mas que é lento, de costas para a baliza é inoperante, na recepção de bola um desastre e que vezes sem conta emperra o jogo ofensivo da sua equipa por clara inaptidão no trato da bola.

Comparado com Islam Slimani, perde-se no espaço ofensivo, mas Defensivamente é um desastre em todos os aspectos, na disputa de bola, no impacto que tem em cada jogo e é ainda mais impressionante na recuperação de bola ao adversário.

Para Terminar, Markovic e Campbell...

Markovic ou Podence?

Pelo que tenho visto, nem preciso de responder a esta questão pois o estado fisico ou mental do Sérvio respondem por si e quanto a Campbell admito que sempre o achei um bom jogador, só que infelizmente este não joga em 4x4x2 pois é um puro avançado que deve jogar solto num 4x3x3 ou num 4x2x3x1.

Preso a uma linha não pode desiquilibrar ofensivamente e desiquilibra defensivamente a sua equipa.

Dito isto, fico a pensar como se gastou tanto dinheiro, sem que conseguissemos equilibrar a equipa, ou pelo menos criar essa ilusão.

Este Sporting está fora da Europa, na minha opinião perdeu ontem o Campeonato Nacional e veremos o que acontecerá a Jorge Jesus no fim de tudo isto, assim sendo arrisco uma ideia:

Bruno será confrontado com os seus pecados numa queda que antevejo estrondosa, primeiro pelos sócios e depois...

Depois por aqueles que estranharão tantos negócios infelizes.

Não pensem que me esqueci de Matheus Pereira, da ausência de aposta num dos mais promissores jogadores formados em Alvalade desde Cristiano Ronaldo, apenas me custa escrever sobre isso sem que levante de forma consciente acusações que não poderei comprovar...

Este não dá para gastarmos dinheiro a comprá-lo, mas ao contrário de outros, tem Futebol na Alma!

Bolas já me excedi...

 

Filipe Vaz Correia

Mais sobre mim

foto do autor

Posts mais comentados

Comentários recentes

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Calendário

Dezembro 2019

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D