Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Um "Palhaço" Chamado Bruno...

 

Em primeiro lugar pedir desculpa a todos os Palhaços, todos os que usam essa arte como profissão.

Não quero por isso deixar de notar que não confundo Palhaços, com este "palhaço"  a quem me refiro...

Bruno voltou à ribalta, num dia repleto de Brunismo, de Brunistas, de palhaçadas, perdoem-me a redundância.

Parafraseando Victor Espadinha:

"Estou farto deste gajo."

E muito mais haveria para citar das palavras desse actor Português, no entanto, para poupar os impropérios, vou-me abster de as citar, não esquecendo que com todas elas concordo.

Parece impossível que ainda existam pessoas a acompanhar este palhaço alucinado, esta espécie de Hitler desportivo, descompassadamente desencontrado com o tempo que passou...

Bruno vive encerrado num mundo que já não existe, numa realidade paralela que apenas serve para alimentar esse ego desmesurado que lhe pertence.

Tudo mudou...

Nada será igual nesse Reino Brunista em que se havia transformado o "meu" Sporting.

Bruno não se importa com o Clube, com a equipa e seus resultados, aliás como sempre fez...

No tempo de Marco Silva, este tipo de atitude, manifestou-se no pós Guimarães, no tempo de Jesus aquando da marcação da primeira Assembleia Geral, estávamos nós em 1º lugar, no pós Madrid, no dia anterior ao jogo com o Marítimo ou no dia anterior à final da Taça de Portugal.

Tantas as vezes que Bruno apareceu para criar a instabilidade no Sporting Clube de Portugal, de maneira eficiente, como nenhum rival foi capaz de o fazer.

Mantém o estilo, continua na forma, mostra-se o mesmo aldrabão de sempre...

Mas já não engana.

Resta a todos nós, Sportinguistas, demonstrar ao mundo a nossa revolta perante um aldrabão como Bruno de Carvalho, acautelando que nunca mais um demagogo deste calibre possa ser Presidente do Sporting Clube de Portugal.

Para isso só resta um rumo...

A Expulsão.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

 

O Louco Mundo De Bruno De Carvalho...

 

Suspenderam Bruno de Carvalho...

Que tristeza!!!!

Bruno, no entanto, não reconhece esta suspensão, não reconhece esta comissão fiscalizadora, não reconhece a comissão de gestão, a Presidência da SAD de Sousa Cintra, não reconhece José Peseiro, não reconhece...

Ameaça não reconhecer a Assembleia destitutiva, depois de a ter reconhecido, assim como os resultados da mesma.

Bruno não reconhece nada, nem mesmo aqueles que com ele estiveram até ao fim...

Já não reconhece esse tipo de gente que atrasou o seu projecto, que o impediu de ir até ao Clímax da gestão.

Será que Bruno se reconhece a ele próprio?

Um caso, na minha opinião, de completa loucura.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

O Estranho Mundo De Bruno...

 

Nem tenho palavras para qualificar este espectáculo tresloucado que nos foi ofertado por Bruno de Carvalho e seus apoiantes...

Não posso, uma vez mais, evitar memórias das minhas aulas de História, ou mesmo, de horas de infinito gosto a ver o Panorama BBC.

Ali, naquele espaço, revi diversos lideres que em algum momento do seu caminho se sentiram demasiadamente poderosos, extremamente perfeitos, para que alguém, um dia, os pudesse derrubar...

E assim levaram, até ao limite, a irracionalidade do seu desmedido querer.

Hitler no Bunker em Berlim, Ceausescu naquela varanda em Bucareste, Baptista no seu palácio em Havana, Nicolau II nos salões do Palácio Imperial em São Petersburgo, o Xá da Pérsia nos recantos de Teerão ou Mussolini nas ruas de Roma.

Todos eles acreditaram, até ao fim, que seriam inatingíveis, que nada havia mudado na sua relação de poder com os muitos que os suportavam...

Eles acreditaram numa realidade paralela e Bruno também acredita.

O que está nesta génese é o pensamento, a mente patologicamente desvirtuada, entrelaçada com a perfeição criada em si mesmo, de si mesmo...

Estes lideres passaram a acreditar, não na realidade, mas sim naquela imagem construida por aqueles que o rodearam, criando assim, a tempestade perfeita para a sua queda.

Naquela sala, onde Bruno apresentou a sua recandidatura, as vozes vociferavam descontroladamente, os olhares enraivecidos acompanhavam a imagem do seu "Fuhrer", ao som de...

Viva o Bruno!

Bruno!

O Sporting esteve menos presente naquela euforia do que Bruno, sempre Bruno, irresistivelmente Bruno.

É este, mais um indicador, desta patológica verdade ditatorial.

No entanto, notou-se a degradação do poder, daquele poder arrasador, ameaçador, com que Bruno de Carvalho estrangulava quem dele discordava...

Nesta encenação sobrevive o "pequeno líder", através desta efémera esperança se alimentam os poucos que com ele marcham, acreditando até ao fim nesse lado teatral que os mantém vivos.

Um triste espectáculo no fim de um reinado.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

Bruno de Carvalho: Nunca Mais!

 

A recandidatura de Bruno de Carvalho tem tanto de incompreensível como expectável, tendo em conta a personagem e o seu modus operandis.

Bruno vive num mundo próprio, por entre, as realidades construidas na sua mente, num histerismo compreensível, coadunado com a sua irreversível instabilidade de carácter.

Prejudica o Sporting?

E então...

Quem espera bom-senso de um egocêntrico paranóico?

Bruno vive centrado em si, por entre, constantes fugas para diante, tentando recuperar o que perdeu, o apoio incondicional da massa adepta, buscando indefinidamente alternativas para sobreviver como Presidente do Sporting.

Na verdade, compreendo o labirinto emocional em que se encontra, pois o que será esse futuro, o seu, sem as comodidades que lhe eram facultadas pelo Clube...

Espero que a comissão fiscalizadora use dos seus poderes e impossibilite a candidatura deste senhor, ou mesmo, de algum daqueles seis que com ele construiram a página mais negra da vida deste "nosso" Clube.

Para que assim todos, com algumas aguardadas excepções, possamos dizer...

Bruno de Carvalho, nunca mais!

 

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

 

 

Não Sejas Inácio...

 

Não sejas Inácio...

Esta frase celebrizada num anúncio televisivo na Benfica TV, nunca foi tão apropriada.

Muitos Sportinguistas sacralizam Augusto Inácio pelo célebre titulo de 99/00, terminando assim com um jejum de 18 anos...

O Presidente da altura era um croquete, convém não esquecer.

Tenho de fazer uma declaração de interesse:

Sempre fui grato a Inácio por esse seu trabalho, estando ao lado dos muitos que consideraram que o seu despedimento se tratava de uma imensa injustiça.

Convém recordar que quem o iria substituir era José Mourinho.

Quando Bruno de Carvalho se candidatou à Presidência do Sporting, nem o apoio de Inácio, esse trunfo eleitoral, me fez acreditar no projecto, na capacidade daquela lista ser o melhor para o "meu" Clube.

Sempre respeitei o seu passado e a sua história, dando como certo o seu desinteressado amor pelo "nosso" Sporting.

Infelizmente tenho que rever essa minha posição, pois é para mim extremamente difícil de compreender, a posição adoptada pelo actual Director Desportivo, assinando um contrato com o Clube a poucos dias de uma Assembleia Geral, que toda a gente sabia ter uma alta percentagem de destituição para anterior Presidente.

Mais...

Participando em contratações milionárias e sem qualquer nexo, como foram Viviano e Mihajlovic.

E se não me enganar a intuição, esperando intensamente que falhe, antevejo que os cinco anos de vinculo no seu contrato, não serão inocentes mas uma forma de garantia para um chorudo acordo.

Será esta uma atitude de Leão?

Será este um gesto defensável para uma glória que um dia trocou o Sporting pelo F.C. do Porto?

Com tantas dúvidas e incertezas é de facto muito apropriada a frase:

Não sejas Inácio!

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

Bruno De Carvalho: O Menino Mimado...

 

Bruno de Carvalho num gesto digno, perdão pela contradição, demonstrou a desconhecida sapiência de saber sair no momento certo...

Certo?

Se calhar exagerei...

Bruno escreveu a altas horas da manhã que nunca mais seria Sócio ou Adepto, que jamais vibraria com as vitórias do "seu" Sporting e em momento algum demonstraria contentamento por esse futuro de Leão.

Bruno partiu, abandonou aquele amor que afinal não era o "seu", aquele destino que de maneira incongruente parece se ter desvanecido, por entre, uma esmagadora derrota eleitoral.

No entanto tudo mudou...

Neste momento vai a votos, luta pelo Clube, por aqueles que nele votaram, pelos milhares que acreditaram nas suas palavras.

Este Bruno, é o Bruno...

O charlatão, o pedaço de oportunismo que sobressai em cada intervenção.

Já não surpreende nem engana, apenas entristece a alma leonina.

O Bruno é isto e nada mais...

Façam uma auditoria de gestão e tenho a certeza de que pouco restará deste discurso...

Pois o resto será com a policia.

Viva o Sporting

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

Bruno Out...

 

A Assembleia destitutiva finalmente chegou...

Este será o dia para os Sócios do Sporting gritarem bem alto a indignação imensa de um destino que não queremos, o resgatar de um ADN que apenas a este clube pertence.

Será o dia mais importante da História do SCP, na tentativa de sair do período mais negro que alguma vez foi possível imaginar.

Bruno esperneia sem parar, num corrupio de mensagens nas redes sociais, procurando com as suas falsidades enganar e iludir aqueles que neste dia irão decidir o futuro Leonino.

Faz parte da personalidade do Bruno, esta capacidade de desviar a verdade, de amarrar aos seus desvarios a realidade paralela em que vive, em que reina, onde apenas ele existe...

Mas não será mais assim, pois na vontade Leonina, estou convicto, subsistirá a emoção gritante deste amor pelo "nosso" Sporting, que erradicará esta loucura insistente espelhada em cada acto deste nefasto Presidente.

Hoje não será dia de Burnout...

É dia de Bruno Out.

Viva o Sporting

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

Sinisa Mihajlovic: O Regresso Ao Plano Original...

 

Sinisa Mihajlovic é o novo treinador do Sporting, escolhido por Bruno de Carvalho...

Graças a Deus!

As pessoas não percebem o alcance desta notícia, desta deriva num regresso ao plano original e que inevitavelmente nos vai levar, certamente, ao sucesso.

Bruno é um visionário, um homem destemido, capaz de ver por entre os sinais, o rumo apropriado para guiar a nau Leonina, a despeito da imensa ingratidão com que tem tido de lidar.

Se recordarmos as primeiras eleições em que se candidatou e perdeu...

Malandros daqueles que ousaram viciar as eleições, falsificar os resultados, segundo a narrativa do Grande Bruno e de todos os que o apoiavam cegamente.

Vejam o que esses bandidos queriam evitar, esta glória em forma de tragicomédia, que virou o dia a dia do SCP.

Voltemos então a esse instante, momento de pujança em que Bruno acompanhado de um grupo de investidores Russos, sim Russos, gente do mais alto quilate, havia escolhido Van Basten para seu treinador...

Um ex-jogador de futebol, um dos melhores que vi e provavelmente um dos melhores de sempre.

Marco Van Basten.

Currículum como treinador miserável, mas o que interessa isso quando poderemos todos ter o privilégio de a cada 90 minutos de um jogo, estar a admirar cada reacção, cada gesto, cada traço de um antigo craque.

Não ganhou e foi-se a oportunidade mágica de ter esse repleto deleite, no relvado de Alvalade.

Bruno desviou-se do seu projecto por culpa de outros, inevitavelmente, mas passados 5 anos...

Aqui está o regresso às origens.

Mihajlovic, antigo defesa Sérvio, da Sampdória e da Lazio, entre outros, dono de um potente remate, considerado um dos melhores marcadores de livres da História do jogo...

Que pé esquerdo fabuloso.

Nada nos irá travar...

Mihajlovic tem, assim como Van Basten, um curriculum miserável como treinador, próprio da sua irrelevante carreira mas tem passado, tem história, e acima de tudo deverá fazer parte das memórias do "pequeno líder", enquanto este jogava Football Manager.

Deve ser isso, na certa...

Mihajlovic tinha um excelente pé esquerdo mas infelizmente para todos nós, o lugar de treinador exige mais cabeça do que pés e quando escrevo cabeça, refiro-me à mente pois caso contrário poderia vir Jardel...

Só para o caso de Bruno ler este texto e tentar trocar a correr, o nome do ex-futebolista a apresentar como treinador.

Manteremos então a esperança nesta nova Era, de sucessos garantidos pelo boçal...

Perdão, quis dizer supremo líder que comanda o futuro deste nosso triste Sporting.

Que venha a Assembleia destitutiva, a Policia, os Tribunais ou simplesmente um Médico Psiquiátrico...

Mas por favor alguém nos livre deste homem.

Viva o SCP

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

Bruno: O Princípio Do Fim...

 

O Tribunal da Comarca de Lisboa, deu uma estocada imensa na resiliência de Bruno de Carvalho...

Deixou-o sem margem de manobra para continuar a fugir da inevitável expressão que será a voz dos Sócios, desse coração Leonino que é o eterno pulsar deste clube.

Bruno marcou uma conferência de imprensa na sala da direcção, acompanhado pelo grupo que o sustentou em funções, numa espécie de réplica dos últimos instantes de Adolf Hitler, no seu Bunker à entrada de Berlim.

Sem música, sem bombas mas com o mesmo olhar desligado da realidade, com a mesma abstracção do óbvio, com a mesma patética interpretação do momento.

Um louco será sempre o reflexo dessa condição, desse crer alheado, por vezes até apaixonado, sendo que alguns são capazes de seduzir, por entre mentiras, os incautos de plantão desejosos por quimeras irrealizáveis.

Bruno inventa, desmente e cria factos, manobra a verdade como lhe convém, irredutível perante o desespero de tantos de nós que observam este lento definhar do "nosso" Sporting...

Chegou o dia em que confrontado com uma ordem judicial, se viu incapaz de continuar esta fuga para a frente, fuga essa que nos levou até este momento, ou seja, à deserção de pelo menos 9 jogadores.

Não existem palavras para a dor que nos acomete, esta espécie de torpor que nos consome por entre rescisões e abandonos...

Deserções essas que são farpas cravadas na Nação Leonina.

Perto do fim deste regime, deste nosso triste fado, de um tempo onde um só homem foi capaz de destruir todo um passado de dignidade e elevação, resta-nos entender o futuro e não cometer o mesmo erro...

Não eleger populistas, vendedores de sonhos mas sim pensar verdadeiramente num projecto sustentável capaz de devolver, aquilo que infelizmente nos roubaram...

A decência.

Sei bem o aqui escrevi sobre estas saídas, a dor que me provoca ver partir jogadores que "amo" desde o primeiro momento, meninos formados na alma do Leão, pertencentes ao ideário Leonino...

Defendi-os sempre e continuarei a defender Patricio e Wlliam , Gelson e Podence, Leão, compreendendo o terror por que passaram, no entanto, deixo aqui este desabafo:

Não aceitem jogar por outro clube em Portugal...

Vocês que cresceram com esse Leão ao peito, recordem neste instante o olhar de cada menino que vos vê como seus heróis, de cada homem crescido que em vós viu a representação do sonho deste clube.

Partam, voem para outro lugar, mas não traiam este amor que tantos e tantos Sportinguistas por vós têm.

Viva o Sporting

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

 

 

O Juiz Que Responsabiliza Bruno...

 

O Juiz do Tribunal do Barreiro que julga este caso da invasão a Alcochete, atribuiu a Bruno de Carvalho, através de despacho Judicial, a responsabilidade de ter instigado por meio das suas declarações nas redes sociais, a potencialização do clima de conflito, animosidade e confrontação da claque Juve Leo contra os jogadores do Sporting, nos horríveis actos que posteriormente aconteceram na Academia.

Esta conclusão do Juiz de Instrução, mais do que lógica, deixa entreaberta a responsabilidade judicial de Bruno de Carvalho diante dos factos apresentados...

Talvez só assim se possa retirar de Alvalade este ditador, do trono que julga ser seu, fazendo da sua vontade a lei que comanda o SCP.

Sinceramente, aqui escrevi tantas e tantas vezes contra a judicialização da Sociedade, do poder desmedido dos Tribunais perante o cidadão, muitas vezes indefeso na defesa da sua pessoa, passe a redundância, como ficou bem explicito em vários casos na Justiça Portuguesa e Mundial...

No entanto, uma pergunta se perfila:

Senhor Juiz, depois destas suas palavras para quando a acção?

Respostas aguardam-se em Alvalade e na Alma de muitos Sportinguistas impacientes com o futuro deste centenário clube.

Viva o Sporting

 

 

Filipe Vaz Correia