Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Para O Meu Querido Lourenço...

 

A vida é feita de momentos, de pormenores ou pormaiores, se quisermos...

Este Sábado tive o gosto de estar presente no Baptizado do meu sobrinho Lourenço, irmão  da minha "afilhada" Didi.

São  estes momentos que se guardam no recanto mais secreto da alma, naquele pedaço de emoção, onde apenas o que nos é mais querido, permanece.

Uma cerimónia encantadora, bela e simples...

Aliás, não seria de esperar outra coisa, tendo este menino como Pais, a minha querida Verinha e o meu caríssimo amigo Lourenço.

Ao som de violino, vários foram os momentos carregados de sentido, de uma intensa felicidade partilhada por todos os presentes, dando um toque de privilégio, a cada instante, em cada um de nós.

Impressionante, como a "minha" Didi se comportou bem, com menos de dois anos,  não podendo me esquecer de referir, a "nobreza" do pequeno Lourenço...

Nem uma lágrima, nem um ruído, comportando-se com uma altivez, não exigível  a um menino, com pouco mais de dois meses.

Tudo decorreu de forma encantadora, com um brilho especial no olhar do Tio Artur e da Tia Mily, Avós do "nosso" Lourenço.

Em cada conversa, a cada palavra, mais inesquecível se tornava este dia, estas memórias que ficarão para sempre, sendo sempre muito pequeno para expressar a intemporalidade de tamanho momento.

Ao Lourenço, para que nunca se esqueça, por entre o brilho dos seus, tão bonitos, olhos azuis...

Ficarão guardadas estas palavras:

Gosto muito de si, Sobrinho meu.

Que neste caminho, feito destino, possamos seguir juntos, com a certeza de poder, eternamente, contar com o carinho deste Tio, orgulhoso do menino que será.

Que sinto que será...

Pois com Avós e Pais como o menino tem, só poderá correr bem.

Um beijo com um carinho imenso...

Do "seu" Tio Pipo.

 

 

Filipe  Vaz Correia

 

 

 

8 comentários

Comentar post