Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Palhaço

 

 

 

Luzes apagadas;

Sem brilho,

Sem nada...

 

Silencioso vazio;

Na penumbra de um momento,

Singelo arrepio,

De um arrepiante tormento...

 

Vai nevando de mansinho;

Do outro lado do mundo,

Vai sonhando devagarinho,

Num desejo profundo...

 

Num desejo que não cala;

O bater do coração,

Segredando cada lágrima,

Repleta de emoção...

 

Repleta de magia;

Despojada de certezas,

Combatendo em cada dia,

Amarguras e incertezas...

 

E vai descendo o pano;

Se extinguindo os aplausos,

Encerrando o sorriso,

De um pobre palhaço.