Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

18
Fev19

O Telemóvel Do "Conan"...

Filipe Vaz Correia

 

Fui alertado, há pedaço, por um grande amigo para o cantor que agita o momento...

- Já conheces o Conan? Questionava-me esse amigo.

O Conan? Pensava para mim.

Bem...

- Eu conheço o Conan, o homem rã...

- Conheço o Conan, o Bárbaro. Respondia meio a medo.

Seria desse Conan que estávamos a falar?

Não era.

Sem desvendar, esse amigo pediu-me que fosse ao Youtube e escrevesse:

Conan Osiris no festival da canção.

Assim fiz...

E num breve momento, passei a conhecer Conan Osiris.

Em primeiro lugar, um instante de solidariedade, pois também eu parti um telemóvel, numa noite de 25 de Dezembro, que havia recebido como presente de Natal, de minha Mãe.

Um Ericsson azul, muito pequeno, o último grito de 1997...

Também eu chorei, também eu bebi para esquecer, essa dor e mágoa que me marcaria até estes dias.

Porém, compreendendo a tamanha tristeza do "artista", não posso deixar de escrever o que me ocorreu ao pensamento, enquanto, Conan e seu bailarino actuavam em palco, numa espécie de ataques epiléticos, misturados com estranhos gemidos....

"O que é isto?"

E não é que Conan, depois de tão estimada prestação, conseguiu passar à Final do Festival da Canção, podendo vir a representar a Nação Lusitana, em Israel.

Se nos recordarmos da canção Israelita que venceu a Eurovisão do ano passado, em Lisboa, talvez esta canção de Conan faça sentido, mas se nos recordarmos da melodia de Luísa e Salvador Sobral...

Então meus caros, o telemóvel de Conan, ao som de um Spectum riscado, esventra e envergonha a alma do "nobre" Povo.

E tudo isto, por causa de um telemóvel.

Conan...

Conan, também não era razão para tanto alarido.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

5 comentários

  • Imagem de perfil

    Filipe Vaz Correia 19.02.2019

    Caríssimo Nino N...
    Espero que caríssimo lhe assente a gosto.
    Não posso deixar de o cumprimentar pelo magnífico comentário, ficando demonstrado que o meu caro frequentou, certamente, um curso de escrita muito criativa.
    Agradeço que me informe qual foi pois será mesmo nesse curso que me inscreverei.
    Quanto ao resto fico muito feliz, por o meu caro se alegrar em debitar aqui a sua opinião, com a liberdade que aqui pode encontrar.
    Volte sempre com essa amabilidade tão característica.
    Um abraço fraterno
  • Sem imagem de perfil

    Nino N 19.02.2019

    Caro Filipe,

    Obrigado pela resposta tão pronta. Não frequentei nenhum curso de escrita muito criativa, simplesmente fiz-lhe essa sugestão porque achei que, com alguns conselhos certeiros, talvez consiga atingir no futuro o propósito que falhou aqui.

    Achei o seu artigo perfeitamente vazio de humor. Como se isso não bastasse, também o achei ausente de qualquer crítica construtiva. Na verdade, à medida que ia avançando, só me perguntava: "O que é isto?"

    Não acha que deveria ao menos ter pesquisado mais sobre o cantor em questão, antes de vir escrever um artigo tão depreciativo e desengonçado sobre o mesmo?

    No entanto, o espaço é seu. E está no direito de não gostar da música do Conan. Aliás, alguém como ele dificilmente agradaria a gregos e a troianos. Mas vá mais longe na sua crítica e no seu humor, meu caro, em vez de se ficar por um sarcasmo tão barato.

    Tudo de bom.
  • Imagem de perfil

    Filipe Vaz Correia 20.02.2019

    Caríssimo Nino N...
    Obrigado pela pronta resposta, repleta de palavras que me sinto grato em receber.
    Quanto à sua avaliação do meu texto e consequentemente do meu humor, agradeço, pois nada melhor do que aprender com os melhores.
    Como disse um dia, certo sábio...
    Não podemos agradar a gregos e a troianos.
    Até porque às vezes, esses buscam apenas um momento de pura satisfação, por entre, vidas meio vazias.
    Volte sempre meu caro, os seus conselhos enriquecem este espaço que, como disse, é meu.
    Um abraço
  • Sem imagem de perfil

    Nino N 20.02.2019

    Caro Filipe,

    Creio que alguém com o seu passatempo deveria se focar mais em ser objetivo, em vez de tornar tudo tão pessoal. Mas não se preocupe, não me ofendo. Há vozes que não chegam ao céu.

    É bom verificar que o Filipe reconhece que, da mesma maneira que pode fazer ataques sem pés nem cabeça ao Conan, também está suscetível de receber críticas pelo seu trabalho. Ao menos eu esforcei-me por lhe explicar porque achei o seu artigo medíocre. Porém, ainda estou por perceber porque não gosta da canção do Conan, visto que gastou metade do artigo a falar de um telemóvel seu que partiu num natal em 90 e tal, de "ataques epiléticos" e "estranhos gemidos". Confesso que não cheguei lá.

    Tenho a certeza que um dia será capaz de escrever mais do que insultos gratuitos.

    Até lhe digo mais. Adorei a canção do Conan porque vi nela tudo o que seu artigo não tem: sentido de atualidade, de humor e originalidade - para além de um exigente trabalho de composição.

    Desengane-se o Filipe se acha que eu tenho algo para lhe ensinar. Não sou sábio nem tenho pretensões de sê-lo, e acolho opiniões diferentes com bonomia. Se estiver interessado num curso de escrita criativa, como mencionou antes, recomendo-lhe as páginas amarelas. E agradeço o seu convite para voltar sempre, mas recuso, porque apesar de tudo gosto de ler coisas com substância, vindo de pessoas que não agem como polícias de opinião.

    Mas passa pela cabeça de alguém comparar "Telemóveis" com a canção vencedora do Eurovisão no ano passado?

    Não se preocupe, meu caro. Daqui uns meses será o fã número 1 do Conan, vai ver.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Hospitais de Manaus sem oxigénio, o equivalente a ...

    • Filipe Vaz Correia

      Minha querida Luisa de Sousa...Viva o Sporting!!!!...

    • Luísa de Sousa

      Concordo Filipe, Viva o Sporting e que se lixem as...

    • Anónimo

      Em Serpa deram-lhe caça com palavras e sobretudo m...

    • JB

      Estivemos perto do “triunfo dos porcos” mas já est...

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Pesquisar

    Calendário

    Fevereiro 2019

    D S T Q Q S S
    12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    2425262728

    Arquivo

      1. 2021
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2020
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2019
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2018
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2017
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2016
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D