Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

24
Jan19

No Caneca Com... Um Anónimo Em Lisboa!

Filipe Vaz Correia

Já todos discutiram a violência policial. Já analisaram o racismo das nossas forças de segurança. Já insultaram. Já denunciaram...sei lá o quê. Não interessa se é verdade ou mentira, se aconteceu ou não, se há antecedentes ou não. Já todos tomaram posições. E hoje, no facebook deparo-me com vários post de "Escolhe um lado!". Escolhe um lado!? Mas há lados? É um jogo de futebol? Estamos pela Polícia ou pelos moradores do Jamaica?

Mas, e o resto?

E o resto, que tem que ser discutido? Deixo para quem sabe a discussão das condições de existência dos Jamaicas, quais as soluções para resolver. Porque não há uma resposta certa. Quando se erigiu o bairro de Chelas em Lisboa, era a resposta, a solução para os bairros de lata e para a integração dos seus moradores na sociedade. Hoje, já se fala em guetização, e defende-se que a solução de integração é o que agora é feito na Alta de Lisboa, com a construção de prédios de habitação lado a lado com os prédios sociais. Não sei, desconheço os termos, deixo para quem sabe. Mas é uma discussão que ainda não assisti. Porque em todo o lado se fala de racismo, mas não da resolução deste problema.

Então, e o resto? A postura de dois membros da Assembleia da Republica (um eleito, outro contratado), neste caso não merece discussão? Um contratado que escreve no seu Facebook "que um gajo tenha de aguentar a bosta da bofia e da facho esfera é uma coisa é natural" e que no dia seguinte repete no mesmo meio "Ao fim da tarde, publiquei um post dando conta da minha impaciência em aturar os sermões idiotas dos pseudo revolucionários iluminados em comparação com a obrigação que tenho de lidar com a bosta da bofia e da facho esfera." tem condições para continuar a trabalhar no orgão que representa todos os cidadãos e que é a base de formação do Governo e órgão perante o qual o Executivo é responsável? Alguém que tem este tipo de preconceito contra a polícia pode trabalhar na Assembleia da República? Mas, mais grave ainda é a postura da Senhora Deputada Joana Mortágua. Alguém que foi eleito e que tem obrigações não pode incendiar os ânimos ao publicar  "São 4 minutos de violência policial no bairro da Jamaica. Podem ir começando a pensar em desculpas mas não há explicação para isto. E o Bloco vai exigir responsabilidades.".

Por descargo de consciência, fui ver. O Código de Conduta do Deputado proposto pelo PS versa apenas sobre as ofertas. Não valeria a pena ir mais fundo e tentar perceber o que é o trabalho de um deputado, e quais são os seus limites, eventualmente propondo punições? Porque há situações que não podem ocorrer. Não responsabilizo a deputada pelo vandalismo das duas últimas noites, mas será que as suas plavras não incentivaram? O dever de um deputado não será apaziguar e manter a paz pública? Uma coisa é averiguar, tentar perceber o que aconteceu no Jamaica, outra coisa, principalmente de um Deputado da Nação é imediatamente culpabilizar as forças de segurança e insinuar que serão ditas mentiras para justificar.

É importante tentar perceber todas as condicionantes e não só o que foi filmado. A começar em perceber porque é que existem estes bairros, o que leva a polícia a agir desta forma e o sentimento das pessoas em relação à polícia. Porque os comentários que acompanham a filmagem também são importantes e reveladores.

Um Anónimo em Lisboa

 

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Comentários recentes

  • Bia ❤️

    Ohhhhh que bom!! Muito obrigada pelo carinho, beij...

  • Filipe Vaz Correia

    Minha querida Teresa...Sempre com uma palavra amig...

  • Teresa

    "Eu cultivo rosas e rimas, achando que é muito bom...

  • Teoria do Nada

    Excelente, adorei esta tua iniciativa no ano que p...

  • Filipe Vaz Correia

    Minha querida MJP...O gosto de a ter aqui foi todo...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Calendário

Janeiro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D