Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Moderados?

Filipe Vaz Correia, 27.10.18

 

 

 

Não tenho com quem falar;

Nesta constante gritaria,

Nesse estranho esvoaçar,

De um extremo para o outro...

 

Gritos e mais gritos;

Olhares aflitos,

Sinónimos malditos,

Neste mundo em que habito...

 

Braços no ar;

Ódio a vociferar,

Ameaças a chegar,

Sem parar...

 

E o moderado;

Do outro lado da estrada,

Mudo...

 

Ensurdecido;

Esmagado por entre a multidão,

Caminhando para o abismo,

Desesperada escuridão...

 

Gritos e mais gritos;

De um lado e do outro,

Num constante absurdo,

De um mundo em desconstrução...

 

Já não grito;

Já não sonho,

Já não fujo...

 

Só observo desencantado.

 

 

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Filipe Vaz Correia 28.10.2018

    Meu querido Tudo Mesmo...
    Está recrutado.
    Um abraço imenso
  • Imagem de perfil

    Tudo Mesmo 28.10.2018

    Olá, É um simpático no seu blog, e eu sei que não tenho foto feminina, mas acredite que sou mulher mesmo
    A forma como me tratou ser igual, acho o máximo mesmo. Podem tratar de tudo como se o fosse. Os meus amigos Homens fazem-no. E, às vezes com cada conversa e pedido de opinião, ui, ui....
    Fico com o abraço, mas prefiro um Beijinho.
    Obs. Sou muito mesmo de abraços e beijinhos. Mulheres....são assim...
    Um excelente domingo!
    E a até à próxima
  • Imagem de perfil

    Filipe Vaz Correia 29.10.2018

    Minha querida Tudo Mesmo...
    A partir de agora é só Beijinhos
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.