Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Corro...

 

 

 

Corro pela rua;

Só...

 

Somente comigo,

Com os pensamentos absorvidos,

Descontroladamente livres,

Desse passado...

 

Corro como se a estrada não tivesse fim;

Como se por um instante parasse de chover,

Como se um pedaço de mim,

Tivesse acabado de morrer...

 

Corro como se me tivessem arrancado parte da alma;

Buscando encontrar o tamanho vazio,

Que sobrou...

 

Corro sem parar;

Sem parar de correr,

Com receio de encontrar,

O que se perdeu...

 

Corro;

Sem olhar para trás...

 

 

 

 

2 comentários

Comentar post