Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

12
Abr18

Carta De Amor!

Filipe Vaz Correia

 

 

 

Não serei capaz de esquecer;

O que precisa ser esquecido,

Um desmedido querer,

Ardor sentido,

Intenso bater,

Sentir ferido,

Do meu coração...

 

Não consigo disfarçar;

Essa espécie de lágrima,

Ardente magoar,

Da alma despedaçada,

Que despedaçadamente,

Se entrelaça,

Em mim...

 

Não te irei mais dizer;

O que soletrado em segredo,

Se perdeu nesse sofrer,

Por entre o magoado tempo...

 

E assim discretamente;

Num adeus tão dolorido,

Findou esse amor,

Que prometeu ser vivido,

Sem fim.

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Comentários recentes

  • Teoria do Nada

    Eu tenho uma teoria: isto é racismo, é tudo falso ...

  • Leão da Estrela

    Alguém afirmou - não me lembro quem - que «O mundo...

  • Bia ❤️

    Ohhhhh que bom!! Muito obrigada pelo carinho, beij...

  • Filipe Vaz Correia

    Minha querida Teresa...Sempre com uma palavra amig...

  • Teresa

    "Eu cultivo rosas e rimas, achando que é muito bom...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Calendário

Abril 2018

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D