Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Bala Perdida...

Filipe Vaz Correia, 08.05.18

 

 

 

Uma bala perdida;

Perdidamente confusa,

Vida esquecida,

Gritaria obtusa,

Da alma ferida,

Que fere profusa,

Profusamente...

 

Profundamente;

Não querendo calar,

Envergonhadamente,

Querendo gritar,

Timidamente,

A soletrar,

O que se perdeu no tempo...

 

Pois o tempo não parou;

As mágoas não calaram,

O vazio não silenciou,

Cada pedaço desse destino,

Desatinado...

 

Bala perdida;

Sem sentido...

 

Deixando sentir;

Aos que ficaram,

Essa tua partida,

Sem sentido...

 

Sempre sem sentido.

 

 

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.