Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Até Quando Sporting?

 

Ao terminar o jogo em Madrid contra o Atlético, pensei que a noite havia sido triste, marcadamente frustrante, uma vez mais...

Frustrante nos erros, Centrais, no que deixámos de fazer, naquilo que tendo sido feito se tornou incompleto, diante da falta de eficácia verificada, nos vários lances de golo que o Sporting dispôs.

No entanto, enganei-me...

Após o jogo, o Sr. Bruno de Carvalho em mais um gesto pueril, voltou ao Facebook, quase da mesma forma como Donald Trump vai ao Twitter, para regurgitar algumas palavras de ataque aos seus Jogadores, numa atitude habitual num Presidente cobardolas.

Fez isso várias vezes, com vários treinadores, sempre demonstrando a sua falta de liderança e acima de tudo a sua flagrante impreparação para o cargo.

Bruno é isto e não mais...

É este pedaço de boçalidade impreparada para lidar com o revés, com o insucesso, por mais que esta frase possa ser costumeira, pois ao longo do seu mandato, no que diz respeito ao Futebol, é precisamente o insucesso que repetidamente o acompanha.

Atacou vários jogadores, como Bas Dost, Coentrão, Coates ou Mathieu e até Gelson Martins...

Tem esse direito?

Sem dúvida, desde que no recato da privacidade de um balneário pois será sempre essa a primeira premissa para a confiança e respeito.

Mas Bruno de Carvalho não percebe este sentido, não atinge este significado, perdido por entre o seu desmedido julgamento de si mesmo, da dimensão irrealista com que avalia os seus gestos.

Para ultrapassar esta espécie de indigência Presidencial, Bruno conseguiu superar-se...

Telefonou para a CMTV para comentar a análise que os convidados faziam às suas palavras, escritas naquele famigerado Post.

O Sporting nunca esteve num patamar tão baixo, como aquele em que se encontra neste tempo, esventrado vezes sem conta, pela vergonha desmedida de um boçal primário, aos comandos da naú Leonina.

Não existem palavras para descrever, frases para caracterizar, parágrafos para concluir tamanho pesadelo...

Vai à deriva o pedaço de história que se completa, de uma tradição que nos orgulha mas que corre o risco de se perder, por entre, os desmandos de um louco populista.

Até quando Sporting?

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Filipe Vaz Correia 07.04.2018 00:56

    Meu caro Anónimo, li e reli o seu comentário de forma vagarosa e atenta para lhe responder com alguma objetividade...
    No entanto, como cheguei à conclusão que para o caracterizar teria de utilizar alguns dos impropérios com que o meu caro amigo apelidou os Sportinguistas, prefiro lhe enviar apenas uma intenso abraço, na esperança que o mesmo lhe sirva de exemplo, e que com ele entenda que para expressar a sua opinião não necessita de ofender nem ser malcriado.
    Um abraço
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.