Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Amo-te!

 

 

 

Parece que o mundo está preso ao teu olhar;

Pois é nesse olhar que me perco,

Nessa esperança que me amarro,

Voando através dessa alma tua,

Pela eternidade...

 

Parece que o céu se fecha;

De cada vez que sorris,

Num abraço imenso,

Tão imenso,

Mas que mesmo assim,

Não consegue desfazer,

As tamanhas saudades....

 

Parece que a voz se embarga;

Apertando a alma;

Nessa sensação desapegada,

De solidão...

 

De cada vez que partes,

De cada vez que se fecha a cortina,

De mais um dia...

 

Parece que é pouco o tempo;

Para tamanho amor;

Parece que é pouco o vento,

Para voar contigo,

Sem fim...

 

Parece...

Parece que nada;

Será tão grande como este amor que sinto por ti,

Tão imenso como este amor que palpita em mim,

Tão gigante que não consigo expressar...

 

Parece que a vida é pequena;

Para escrever estas palavras,

Para descrever cada letra,

Cada parte de mim,

Em ti...

 

Amo-te.

 

 

 

 

 

2 comentários

Comentar post