Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

A Morte De Um Filho...

Filipe Vaz Correia, 11.01.19

 

 

 

Tenho as mãos ardentes;

De carregar contigo ao colo,

As lágrimas já ausentes,

Despejadas nesse solo...

 

Tenho o desespero plasmado em meu rosto;

A angústia no olhar,

Essa marca de desgosto,

Que insiste em me arrepiar...

 

Tenho mágoas e memórias;

Feridas adormecidas,

Pedaços de histórias,

Que deixo para trás...

 

Tenho-te sem vida;

Em meus braços,

Amargurada despedida,

Em meu despedaçado regaço...

 

Outrora um coração;

Que pulsava alegremente,

Agora desilusão,

Sucumbindo loucamente,

Sem ti...

 

Tenho somente dor;

Filho meu,

Neste sufocante ardor,

Chamado morte...

 

A tua morte;

Que é a minha.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

10 comentários

Comentar post