Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

27
Dez18

"A Mais Bela Poesia De Amor"

Filipe Vaz Correia

 

Num canto da alma...

Num cantinho bem guardado, ainda sobrevivem as velhas canções, as mesmas melodias de outrora e que segredadas alimentam a esperança.

Mas escrever...

Escrever compulsivamente, vai libertando o sentir, amarrando o querer nessa forma de desabafo que se confunde com a imaginação, imaginando, por vezes, o que nos céus se esconde.

Essa vontade de suspirar em suspenso, de suspender o suspiro, sorrindo disfarçadamente, sem que o tamanho disfarce consiga subjugar a vontade de voar.

Entrelaçamos os dedos, literalmente, num momento leve e intenso, tão intenso como o olhar sentido, de tão imenso sentimento.

Porque não basta querer, é preciso fechar os olhos e ouvir o acelerar do coração, essa saudade que chega, ainda antes de um partir, esse abraçar mesmo antes do inevitável separar.

O mundo pára, o céu e as nuvens se calam, o sol se envergonha, a terra pára de girar e sobra...

O que se torna maior, singelamente gigante.

Esse sentir indescritível, apenas descrito nas mais belas poesias de um livro, carregadas de cores e odores, desenhos e sabores, nas mais belas ilustrações de amor.

É assim que te vejo, que te sinto...

Como a mais bela poesia de amor.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Comentários recentes

  • Anónimo

    E ainda por cima morreu William Shakespeare, o pri...

  • Carlos Marques

    Exatamente. Já para não falar do denunciante perse...

  • Filipe Vaz Correia

    Meu querido Pedro...Não contente com a mistura do ...

  • pedro

    ainda estao vivos os filhos daqueles que pela cala...

  • Filipe Vaz Correia

    Meu querido Pedro...Portanto para si o que se pass...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts destacados

Pesquisar

Calendário

Dezembro 2018

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub