Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

17
Jul18

A Centelha...

Filipe Vaz Correia

 

Poderia escrever sobre este amor;

Mas não existiriam palavras para o descrever,

Tamanha a imensitude,

Deste imenso bater...

 

Que bate descompassadamente;

A cada pedaço de ti,

Cada parte de nós,

Pincelado, por entre, uma vida...

 

És a parte de mim que mais amo;

Essa parte de ti que mais desejo,

Desatino infernal,

De um amor intemporal...

 

És a centelha da alma;

O sentir do coração,

A certeza que acalma,

Por entre um turbilhão...

 

És apenas tudo;

Como se tudo fosse imenso,

Como se imenso fosse capaz,

De significar...

 

O que verdadeiramente;

És para mim.

 

 

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Comentários recentes

  • Maria

    Uauuu. Sempre com belíssimos textos!Continuação de...

  • MJP

    Lindo!Um beijinho

  • Sarin

    Fiipe, os meninos e meninas presos em corpos que n...

  • Filipe Vaz Correia

    Minha querida Cláudia Ventura...Disso não tenha dú...

  • Cláudia Ventura

    Eu acho é que os rapazes vão aproveitar para entra...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Calendário

Julho 2018

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D