Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

A Busca...

Filipe Vaz Correia, 14.12.19

 

Olha a busca que não pára de se fazer sentir;

Esse querer meio inusitado,

Busca que se mistura a fingir,

Num futuro passado,

Meio a fugir,

Escapar desencontrado...

 

Corre, corre melodia;

Numa desmedida e intrínseca saudade,

Nesse bater de um dia,

Que asfixia a realidade,

Apagando essa alegria,

Que um dia foi verdade...

 

E num ápice se desvaneceu;

Num momento se diluiu,

Nesse abraço que morreu,

E morrendo assim partiu...

 

Olha a busca imperfeita;

O sorriso meio enganador,

A dor desfeita,

Desfeita de amor...

 

Desse amar que se desencontra,

Em cada parcela de uma poesia.