Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

27
Mai19

Eleições Europeias: A Hora Do PAN!

Filipe Vaz Correia

 

A noite eleitoral chegou e com ela trouxe algumas vitórias reais, outras imaginárias, meio disfarçadas por entre derrotas descaradas.

O PS clamou vitória, onde há cinco anos Costa exclamava "poucochinho", com uma diferença de apenas 2%.

O PSD gritou para Rio seguir em frente pois aquela era a sua gente, só que nunca foram tão poucas as gentes, tão solitariamente poucas.

O PCP taciturno, de rosto fechado, quase que vislumbrando nesse futuro "legislativo" uma tragédia anunciada, uma caminhada consistente rumo a um emagrecimento institucional.

Parece evidente que esta "Geringonça" tem prejudicado, essencialmente, os Comunistas numa correlação de forças que importa salientar.

O CDS assegura a vergonha alucinada...

A derrota do CDS é a derrota do lado mais populista da política, numa rendição aos costumes do seu cabeça de lista, aliado ao histerismo militante da "líder" do Partido.

Cristas é vítima desse mesmo populismo com que decidiu abordar a política, coadjuvada desta vez por um cata vento agressivo como Nuno Melo.

O Bloco venceu claramente...

Não foi para mim o vencedor da noite mas pode, evidentemente, receber os louros por tamanho feito eleitoral.

O Bloco atinge quase os 10% demonstrando que esta Geringonça tem trazido benefícios para o Partido.

Ao contrário do PCP, o Bloco tem conseguido fazer passar a sua mensagem, amarrando a si grande parte dos que gostando desta coligação, não desejam votar PS.

Para mim o grande vencedor da noite foi o PAN...

O Partido das Pessoas, Animais e Natureza cresce desmesuradamente, conseguindo ficar a somente um ponto percentual do CDS...

André Silva e o seu PAN ganharam não só a noite como ameaçam se tornar num peão central deste panorama político.

O PAN faz política de forma diferente, ficando por saber se não estará aqui a resposta para o dilema maior de António Costa...

Com quem me irei coligar se não tiver Maioria Absoluta?

Talvez com o PAN...

Talvez.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

19
Mai19

Adeus Guerra dos Tronos

Filipe Vaz Correia

 

Chegámos ao último episódio de Game Of Thrones...

Uma espécie de tristeza e ansiedade, num fim que se aguarda sem receio.

Durante esta oitava temporada vários foram os momentos onde me surpreendi e desiludi mas sempre com a perfeita certeza de estarmos  perante o que jamais foi realizado.

O que Game Of Thrones nos deu enquanto série, foi na verdade a sensação de experienciar coisas nunca antes experimentadas, imaginar cenas, palavras, particularidades muito para além do que já havia sido feito.

Pegar neste genial livro de George R.R. Martin não deve ter sido fácil e principalmente seguir em frente quando a rede da genialidade do autor não mais existia, deixando aos dois autores da série a responsabilidade de manterem a tamanha qualidade da mesma.

Assim será fácil para muitos dizerem que teria sido melhor desta forma ou de outra, certamente escolhendo um caminho diverso a ser trilhado, no entanto, mesmo diante aqueles momentos que desejava terem sido melhores, só uma palavra em minha mente sobrevivia...

Brilhante.

Como escrevo antes de ver o último episódio, numa sincera despedida, aproveito para gritar aos ventos do norte e do sul, para cá e para lá das muralhas, neste e noutros domínios, com a determinação de um Dragão....

Adeus Game Of Thrones e muito obrigado a todos.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

 

09
Mai19

No Caneca Com... A Lady!

Filipe Vaz Correia

 

 

 

Obrigada Filipe pelo convite,

Venho partilhar, neste momento na caneca, que me sinto uma Alien.

Se vos disser que nunca vi um episódio da “Guerra dos Tronos”, sei que não sou a única, mas se acrescentar que não tenho Netflix, nem HBO.

Digam lá se não vivo noutro planeta?

Ainda não tive vontade de experimentar nenhum. Por alguns momentos, que não passaram de 2 conversas à hora do almoço, tive pena de não ver a Casa de Papel, mas nem assim.

O que é que estranho, porque gosto imenso de ver filmes e séries e sou uma consumidora assídua dos canais cabo. Contudo, gosto da sensação de aguardar pelo próximo episódio da série X que vai dar na terça feira ou da série Y que vai dar na quarta e não me agrada a ideia de fazer maratonas a ver uma série. Talvez seja por isso que nunca instalei nenhuma das plataformas, porque sei que iria ficar agarrada à TV.

Neste sentido, considero-me uma Old fashion televisiva (só para ser um nome bonito), e pergunto-vos, há mais alguém por aí?

 

 

Porque Sim

 

15
Abr19

O Regresso de The Game Of Thrones...

Filipe Vaz Correia

 

 

 

Começa esta madrugada a última temporada de The Game Of Thrones...

Quase dois anos de espera, uma espera carregada de ilusão, perdida na imaginação de um conto sem igual.

Tenho saudades de personagens e cenários, de momentos e segredos, de tanto do que sabendo, ainda desconheço.

É isto que simboliza esta série, um entrelaçado mundo de batalhas, por entre, a essência Humana e a falta dela...

A procura imaginária por um mundo melhor.

O Syfy estreará em Portugal, ao mesmo tempo que nos Estados Unidos, o que significa que terei de esperar pelas 2 horas da manhã para poder amarrar em mim, cada segundo desta estreia, cada pormenor desta nova temporada.

Até lá vou revendo todos os episódios anteriores, como se cada pedaço esquecido, estivesse apenas adormecido, à espera de ser recordado.

Este é o ansiado regresso do The Game Of Thrones...

O inimaginável regresso de uma série sem igual.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

12
Abr19

No Tempo Dos Populismos... Importa Dizer Não!

Filipe Vaz Correia

 

O perigo do Populismo...

Essa palavra muito em voga, vezes sem conta, negada por tantos que a prosseguem, a executam sem decoro.

Exemplos não faltam, desde o nosso "Jovem" André Ventura, intra muros, até ao já "ilustre" Maduro, fora de portas.

Não posso deixar de referir o "Pequeno" Bruno de Carvalho, alguém que chegou a Presidente com o mesmo ar truculento que mantém, entrelaçado num passado de falências e aldrabices, vociferando mentiras e calúnias transformadas em "verdades" no seio da alma Leonina.

Recordo-me bem, de quem como eu, não se levantava para aplaudir o "Pequeno Líder", aquando das suas subidas ao relvado...

Dos olhares, das palavras, do ar de reprovação a estes "Croquetes" do antigamente.

O Populismo inebria as massas, transmuta a realidade, traz perigo às Sociedades.

Que o diga o "meu" Sporting.

No entanto, a situação é mais grave do que apenas um ou outro exemplo, um ou outro personagem desesperado de protagonismo, sedento de conseguir os seus intentos.

Gente capaz de tudo, por entre, uma coluna invertebrada, capaz de se adaptar sem valores, àquilo que julgam ser o mais adequado para convencer o "Povo".

Neste cenário, as redes sociais desempenham um papel cimeiro, como veículo de disseminação das ideias, ou falta delas, dos slogans, dos ódios libertados como forma de amarrar o descontentamento popular.

Assim, uma mentira ganha vida, surge capaz de enlamear qualquer um, independentemente da veracidade da sua origem, do seu fim.

Televisões, Jornais ou Pasquins se elevam, pouco preocupados com verdades ou seriedade jornalística, apenas com a sua "verdade"...

As tiragens, audiências ou lucros suficientes para alimentar a sua sobrevivência, numa Era onde cada vez mais perdem importância e relevo.

Assim, importa escrever, falar, gritar, numa constante querença maior, capaz de se antagonizar com esse Populismo velado que parece ameaçar Sociedades e seus Cidadãos.

Nesta Caneca...

As letras estarão sempre dispostas, a se juntar, para gritar Não ao bacoco Populismo, destes "novos" tempos.

Não!

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

26
Mar19

Ainda Sobre O "Pornográfico" Mundo Do Futebol Português...

Filipe Vaz Correia

 

No surgimento deste "novo" personagem na vida Lusitana, Vítor Catão, algumas questões continuam a me intrigar...

O dito Senhor saiu dos estúdios da CMTV no Porto, sem que a PJ estivesse à sua espera?

Luís Filipe Vieira já foi notificado para interrogatório?

O Senhor César Boaventura ainda não foi detido?

Algum "notável" Benfiquista já se indignou com as vastas suspeitas, recentemente, levantadas?

Isto não parece a República das bananas?

Mas daquelas banana importadas do Paraguai, meio enfarinhadas e de duvidosa reputação...

Questões que não param de me perseguir, pensando, vezes sem conta, se por alguma razão isto se passasse em Itália, Inglaterra ou França.

Vejamos o que aconteceu ao Milão, Roma, Olimpyque de Marselha ou Juventus...

Mesmo a personalidades como Moggi, Tapie ou o antigo seleccionador Inglês, Sam Allardyce, exemplos de como a Justiça destes Países, não se mostra branda com actos ou práticas duvidosas, mesmo que isso possa colidir com estruturas poderosas do "seu" valioso futebol.

Enfim...

Neste nosso "cantinho" tudo é escrutinado, menos o futebol, onde alguns parecem eternamente impunes, ostensivamente impunes.

Até quando?

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

25
Mar19

Gente Que Não Sabe Estar Ou O "Pitosga" Da Multiópticas ?

Filipe Vaz Correia

 

Esta noite estive a assistir a mais um "Gente Que Não Sabe Estar" com o Ricardo Araújo Pereira, na TVI.

Não vou aqui discutir a qualidade do programa, no entanto, existem coisas que me tiram do sério, me irritam imensamente e me levam ao limite da exasperação.

Talvez o que mais me cause este tipo de reacções, sejam a mentira e a bacoca aldrabice...

E foi assim que me senti, ontem à noite, sujeito a uma tenebrosa mentira.

Na parte final do programa Ricardo Araújo Pereira chamou ao palco, para contracenar consigo, o José Diogo Quintela numa rábula género Tinder, neste caso um Ratinder, sediado no Largo do Rato.

Até aqui tudo bem...

Piadas repletas de sentido, gargalhadas entrelaçadas, risos e sorrisos ecoando desenfreadamente, inundando a plateia e os telespectadores, porém, tudo mudou num singelo e constrangedor momento que não posso deixar passar, em nome da decência e da verdade.

Então não é que o caríssimo José Diogo Quintela não conseguiu ler as mensagens que passavam no ecrã do televisor, descrevendo as "badalhocas" conversas entre os vários dirigentes Socialistas...

Não conseguiu ler!!!

Compreendem?

Perguntam-me os meus caros amigos...

Ele sabe ler?

Pois parece que sim.

Então o problema só pode ser dos óculos...

Os óculos da Multiópticas?

Os Óculos da Multiópticas!

Os vastíssimos anúncios de televisão, a chamar velhotes e pequenotes, os descontos gigantescos, os incentivos e conselhos do "jovem"José Diogo Quintela acautelando os nossos "olhinhos"...

E agora descobrimos, num Domingo à noite, que tudo não passa de um embuste.

Assim se compreende melhor esses descontos gigantescos, pois se até o embaixador da marca continua pitosga, é porque aquelas lentes devem ser mesmo muito "baratinhas".

Isto francamente, já não se pode confiar em ninguém...

Nem no senhor da Multiópticas.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

 

14
Mar19

No Caneca Com... O Triptofano!

Filipe Vaz Correia

 

 

 

Mulher: O Eterno Objecto

 

Depois de ver os programas actuais da televisão nacional que tem como finalidade o casamento não pude deixar de pensar na cerimónia em si, e infelizmente constatei que a mulher sempre foi vista mais como um objecto, e que por mais que queiramos mentir a nós mesmos e pensar que a sociedade está mais avançada a verdade é que não está!

Já alguma vez se questionaram porque é que a noiva no dia do casamento entra na Igreja acompanhada por um homem, seja o seu pai, padrasto, irmão ou mesmo em alguns casos do filho?

 

Podem pensar que é uma tradição amorosa e fofinha, só que antigamente as mulheres eram propriedades dos homens, e em algumas sociedades havia mesmo o dote, que era um preço que o noivo pagava aos pais da mulher de forma a adquiri-la.

 

O entregar a mulher no dia do casamento não é mais do que uma espécie de escritura imobiliária, onde um homem transfere a autoridade e propriedade a outro homem.

 

E desenganem-se se acham que não há muitos homens que quando trocam alianças não pensam que adquiriram direitos ilimitados sobre o corpo, a mente e a alma do objecto com que casaram, objecto esse que só por acaso não é inanimado e responde pelo nome de noiva.

 

As mulheres deviam preferencialmente entrar sozinhas, de cabeça erguida, mostrando que casam porque querem, e que também se for preciso descasar que não vão ter medo de o fazer, que não vão aturar abusos, desrespeitos, que não são cadelas amestradas levadas à rua com trela curta.

 

As mulheres deviam mandar à fava essa história da tradição e porque é bonito e é assim que se vê nos filmes e pegar nas rédeas da sua vida.

 

Mandarem uma mensagem clara aos homens que um relacionamento é como os carris de um comboio, lado a lado, sempre à mesma distância, para evitar descarrilamentos com mais ou menos feridos.

 

E aquelas que mesmo assim ainda vão choramingar ao ler este texto porque querem ter desde meninas o seu dia de princesa, a essas só tenho a dizer que deviam era sim ambicionar uma vida de rainhas, de imperatrizes, de chefes de estado.

 

As mulheres não são nem devem nunca ser tratadas como um objecto, mas são também as mulheres as primeiras que devem largar as âncoras que as impedem de navegar a toda a velocidade, mesmo que por causa disso as considerem revolucionárias feministas.

 

Se na época dos Descobrimentos nunca tivéssemos sequer construído uma nau como é que quereríamos ter descoberto metade do mundo?

 

 

Triptofano

 

08
Mar19

Uma Pequena "Mentira" Marciana...

Filipe Vaz Correia

 

A polémica está instalada, por causa de uma suposta mentira, do Chef Kiko Martins.

Tudo por causa de Marte.

Ora, evidentemente que esta situação tem de ser analisada, à luz de um critério Extraterrestre.

O que é mentira aqui, na Terra, pode bem ser uma hipotética verdade, lá para os lados de Marte, uma espécie de narrativa Socrática, capaz de enredar a mais bela argumentação.

A NASA nega este concurso e a sua eventual associação, desmentindo assim o Chef Português, num gesto deselegante e incompreensível...

Será que ninguém avisou os "Americanos" que o rapaz esteve a demonstrar os seus dotes no Programa da Cristina, onde anunciou a boa nova, a toda a Nação.

Quer dizer, com a SIC Internacional, foi para o mundo.

E vendo bem, até poderemos encontrar algo de Marciano nesta teoria...

Ir ao Programa da Cristina, é neste momento uma experiência quase Espacial, pois ali ninguém anda, todos levitam, devido aos estrondosos resultados que estão a conseguir nesta batalha, pela liderança das audiências.

Sendo assim, caso a Revista Sábado tivesse mencionado, este pequeno pormenor, tenho a certeza que a NASA, sabendo desta ligação, rapidamente se iria apressar em corroborar a história do Chef Kiko...

Talvez até ligassem para o Programa, em directo, de um qualquer local recôndito deste espaço que nos sobrevoa, em mais um momento icónico de audiências.

Opá! Lá diria a "doce" Cristina e num abraço apertado mandaria para o espaço todos os chouriços e alheiras, cogumelos ou farinheiras preparados pelo Chef "vencedor".

Assim, parece que tudo não passou de uma farsa, uma mentira trapalhona, tão inusitada como estúpida, anunciada num programa de televisão.

Meu caro Chef Kiko, se era para mentir, mais valia ter escolhido a Praça da Alegria, com o Jorge e a Sónia, pois provavelmente ninguém teria sabido, tão insignificantes que são as suas audiências.

Olhe que teria sido melhor.

Agora é aproveitar, pois algo me diz que teremos promoções num ou noutro Restaurante de Lisboa.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

05
Mar19

Quem (Ainda) Não Esteve Na Casa Da Cristina?

Filipe Vaz Correia

 

Todos querem ir à casa da Cristina...

No dia da sua inauguração, telefonou o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, seguido da presença de Luís Filipe Vieira, que por ali andou a jogar às cartas com a apresentadora.

Porém Cristina não ficou por aqui...

Partiu narizes e trocou dentes, cortou cabelos e retirou gorduras a pessoas comuns, enquanto abria as portas de sua casa, aos convidados "famosos" que ratificavam o estatuto do Programa.

Assunção Cristas levou a família, Marido e filha mais nova, pois os mais velhos estavam na escola, para uma conversa à volta de um arroz de tomate com atum, por entre, sopas partidárias, temperos políticos ou particularidades pessoais.

Bruno de Carvalho, o Ex-Presidente do Sporting, também por ali passou, neste périplo por conseguir promover o seu livro, rasteirinho, que descreve a sua realidade paralela, construída através da sua torpe mente.

Tudo o que está a ferver, passa por lá.

Até Conan, esse "Semi-Deus" da histeria Lusitana, não faltou...

Mesmo a querida Dona Dolores, não deixou de dar uma entrevista para o Programa da Cristina.

Desta vez foi António Costa, rodeado pela família, mulher, filhos e nora, dar o ar de sua graça na "casinha" da Cristina.

Num estilo casual, o Primeiro-Ministro cozinhou uma cataplana de peixe, respondeu a tudo e até participou, discretamente, na entrega de prémios.

Enfim, é esta ligeireza que acaba por seduzir telespectadores, mas também arrisca transformar a política num espaço mais superficial, de gestos encenados, imagens vendáveis, em contraponto com o que deveria ser a mensagem de valores objectivos, princípios discutidos no debate público, no seio da opinião pública.

Não digo que uma certa informalidade não possa acrescentar "verdade", ao quadro político de um País, no entanto, convém que essa informalidade não seja entrelaçada a ofertas de automóveis ou dinheiro, não esteja aprisionada a chinelos ou "palhaçadas".

Nesta Era de Cristina, sem retirar o imenso mérito à "personagem", parece que se inverteu o conceito de prime-time televisivo em Portugal.

Mais do que um Telejornal, mais do que um debate ou um programa de entrevistas, mais do que tudo isso...

O importante é entrar na Casa de Cristina.

Bem...

O que esta realidade dirá de Nós, enquanto País?

Uma boa questão para reflectir.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Comentários recentes

  • Anónimo

    Hospitais de Manaus sem oxigénio, o equivalente a ...

  • Filipe Vaz Correia

    Minha querida Luisa de Sousa...Viva o Sporting!!!!...

  • Luísa de Sousa

    Concordo Filipe, Viva o Sporting e que se lixem as...

  • Anónimo

    Em Serpa deram-lhe caça com palavras e sobretudo m...

  • JB

    Estivemos perto do “triunfo dos porcos” mas já est...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Calendário

Janeiro 2021

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D