Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

06
Abr17

Síria!

Filipe Vaz Correia

 

Choram na Síria;

Envergonha-se o mundo,

Lágrimas no dia,

Em que esse gás vagabundo,

Entorpece, asfixia,

Num sono profundo,

Que devagar silencia,

Aquelas pobres gentes...

 

Gritam na Síria;

Gritam emudecidos,

Gritos esquecidos,

Gazeados, feridos,

Em sonhos perdidos,

Tornados pesadelos...

 

Tombam na Síria,

Gente, crianças,

Tomba na Síria,

A imensa esperança,

Desta triste Humanidade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

21
Fev17

Aleppo!

Filipe Vaz Correia

 

Em cada casa devastada;

Uma alma abandonada,

Por cada bomba ali caída,

Uma esperança que foi traída,

Em cada ruína ilustrada,

Uma lágrima derramada,

Por cada rosto sofredor,

Uma recordação de tanta dor,

Em cada pedaço desta história,

Choram-se balas na memória,

Por cada filho desaparecido,

Um país quase perdido,

Em cada pedra dessa estrada,

Uma mágoa bem trancada,

E por cada palavra esquecida,

Sobra essa tamanha ferida,

De seu nome,

Aleppo...

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Comentários recentes

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Calendário

Novembro 2020

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D