Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

17
Out19

Caro Frederico Varandas: Por favor, DEMITA-SE!

Filipe Vaz Correia

 

Meu caro Frederico Varandas, Presidente do Sporting Clube de Portugal, por favor...

Demita-se!

As eleições de há um ano, infelizmente, ditaram a sua vitória trazendo o clube até este momento, desesperante e titubeante destino de uma equipa em desnorte.

O meu caro Frederico, venceu as eleições garantindo tudo perceber, sendo, entre outras coisas, especialista em futebol.

Futebol esse que catalogou, imagine-se, de fácil...

Um projecto assente no seu conhecimento e nessa magnifica estrutura que iria construir, com gabinetes de performance, scouting de excelência, conhecimento e experiência entrelaçado no seu sapiente percurso.

Nada disso.

Contratações falhadas, Milhões deitados à rua...

Borja, Bolasie, Jesé, Illory, Neto, Vietto, Doumbia, Fernando, Rosier, Eduardo, nomes de “reforços” e dos quais não se aproveita um.

Daniel Bragança, Francisco Geraldes, Matheus Pereira, Bas Dost, Raphinha, Domingos Duarte, Mama Baldé, Nani, entre emprestados e vendidos que nos deixam a interrogar a inteligência de quem estruturou o plantel.

Cinco treinadores num ano, reflexo de uma gestão caótica e impreparada.

Comunicação deficiente, ou melhor dizendo desastrosa, própria de um grupo de “meninos” deslumbrados com o seu “novo” papel, incapazes de sustentar a dimensão de um Clube como este.

Tanta e tanta coisa para escrever, tanto e tanto por dizer, no entanto, esta tristeza que me amarra quase que silencia a pena, me seca a tinta neste ardor que me esmaga.

Estou tristíssimo.

Meu caro Frederico, você é absolutamente incompetente para Presidente do SCP, um erro absoluto que será eternamente recordado na História deste grande Clube.

Por favor, demita-se!

Desde o primeiro momento, desconfiei desse “seu” projecto, dessa ausente liderança que tanto insistia em se gabar, dessa teia de incompetência que o envolve e assim envolveu todo o Sporting.

Não existe mais espaço para si, para o seu projecto, para aqueles que o acompanham ou preconizaram esta “solução”...

Disse solução?

Não existe mais espaço...

A não ser para novas eleições, com novas ideias, em busca de uma verdadeira solução para o futuro do Sporting.

Meu caro Frederico, se de facto ama este Clube e de alguma maneira o quer unir, só existe uma solução para conseguir essa união...

Vá-se embora!

Demita-se!

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

17
Out19

A Finita Infinitude De Um Amor...

Filipe Vaz Correia

 

Não sobrevive a canção;

Nem o nobre poeta,

Não escreve a imaginação,

Aquela letra certa,

Capaz de dar emoção,

Àquela parte deserta,

Que sobrou...

 

Mas porque insistes;

Em caminhar?

 

Porque resistes;

A esse renegar?

 

Porque persistes;

Nesse porfiar?

 

Talvez um dia ao clarear;

Sem mais nenhum pormenor,

Se descubra que partiu,

Esse pedaço de ardor,

Que outrora coloriu,

Um desmedido amor...

 

Tao desmedido como finito.

 

 

17
Out19

Barcelona: A Faixa De Gaza Catalã?

Filipe Vaz Correia

 

Liguei a televisão e julguei estar a ver Jerusalém ou a Faixa de Gaza...

Jovens encapuçados atirando pedras, polícias investindo sobre a multidão, carros e ruas a arder num misto de inferno e turbilhão.

Afinal estava enganado...

Eram as ruas de Barcelona.

Quando aqui escrevi, no nascimento desta batalha com a declaração de Independência da Catalunha, deixei notar a ideia de uma calamidade política e administrativa em crescendo, uma gestão apocalíptica deste caso, por parte da Generalitat, assim como, da estrutura central Espanhola.

Na altura, Mariano Rajoy e Felipe VI...

Agora, Pedro Sanchez e o Rei Felipe VI.

Não posso esquecer a declaração de Felipe VI, logo após o nascimento desta polémica, uma declaração de força, imprópria de um Rei que deveria manter abertas as Pontes necessárias para unir o seu Reino.

Felipe VI optou por fazer voz grossa, aliás contrastando com a sua fraca figura “institucional”, queimando etapas e opções que lhe seriam úteis nesta encruzilhada.

Espanha vê a sua unidade colocada em causa, o enfraquecimento de uma das regiões mais prósperas da Nação, definhando, por entre, uma divisão cada vez mais evidente nesta sociedade Catalã.

Volto a olhar para estas imagens...

Para este cenário de Médio-Oriente que se impõe em pleno palco Europeu, numa visão intrinsecamente aterrorizadora de escolhas políticas erradas.

Uns dirão que somente este caminho sobrava, a condenação destes políticos por sedição, outros condenarão este acto “estúpido” que acentua a clivagem entre as partes...

Onde deverão estar todos de acordo, é na ausência de alguém que possa assumir a moderação em todo este processo.

Até porque o jovem Rei, há muito, que abdicou deste papel.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Comentários recentes

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Calendário

Outubro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D