Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

08
Fev19

Meu Querido Gael...

Filipe Vaz Correia

 

Nasceu o "pequeno" Gael.

Do outro lado do Atlântico, bate um coração Lusitano, num amor desmedido dos seus...

Naquele sorriso gigantesco de seus Pais, no aconchego intemporal do olhar de sua Avó, no querer desmedido do seu Tio Manel.

Um bem querer de todos os que, ali não estando, lhe querem tanto bem.

O pulsar de uma nova vida, num destino que começa a se desenhar, traçando nesse dia 6 de Fevereiro, pedaços de uma esperança sem tamanho.

Cada instante guardado em preciosos retratos, servirão de caminho às palavras, as mesmas que lhe permitirão, um dia, contar a sua história.

Nasceu o "pequeno" Gael, rodeado desse nobre amor, carregando com ele todas as vidas, de tantos que sendo seus, já partiram.

E como "Deus" deve estar feliz, a seu lado, eternamente.

Neste mundo tão gigante, o "nosso" Gael encurta distâncias, diminui oceanos, resgata através de tanto carinho, vontades e saudades, abraços e afagos de uma alegria sem fim.

Nunca o Chile e Portugal foram tão próximos, tão unidos, tão belos...

Tudo isso reflectido no bater de um coraçãozinho, acabado de nascer.

O "nosso" Gael...

Lusitano na alma, Leão no querer.

Citando Caetano:

"Gosto muito de você, Leãozinho."

Um beijo com carinho...

 

Tio Pipo

 

 

Filipe Vaz Correia