Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

02
Set17

Pedaço Despedaçado...

Filipe Vaz Correia

 

 

 

Libertem-me das amarras;

Soltem-me destes gritos que me perseguem,

Arranquem os grilhões que me aprisionam,

Apaguem as imagens que me atormentam,

Tirem dentro de mim os olhares despedaçados,

Os pedaços de gente esventrados,

As almas desalmadas,

Que enfim se encontravam perdidas,

Naquelas estradas,

Reféns do seu destino...

 

Pedaços de gente;

Despedaçados...

 

Despedaçados;

Pedaços de gente...

 

Caminhei sem parar;

Olvidei sem olvidar,

Ousei continuar,

Deixando para trás,

O meu coração...

 

Viajando no meio da poeira;

Da cinzenta tristeza tão minha,

Vendo mortos na fogueira,

Num fogo interminável...

 

Fugi desse terror;

Mas aprisionado a cada um,

Daqueles que comigo se cruzaram,

Ali ficou também,

Um pedaço despedaçado,

De mim.

 

 

 

02
Set17

A Justiça E O Youtuber!

Filipe Vaz Correia

 

A justiça Portuguesa está no youtube...

José Sócrates resolveu elevar o patamar de despudor da Justiça Portuguesa, e aqui será porventura o único pressuposto onde ouso afirmar, que Sócrates está inocente.

O caso Sócrates deveria ser exemplar, já se percebeu que não o será, deveria ser inatacável, já compreendemos que será impossível esperar este tipo de tratamento, deveria ser irrepreensível no tempo e no seu julgamento, adivinhamos que será precisamente o seu contrario...

E é aqui que ganha força a defesa do anterior Primeiro Ministro, nesta confusa divulgação de factos, de decisões, de vozes.

Agora encontramos a justiça espalhada no youtube, com um youtuber arguido, meio injustiçado, aguardando que aqueles que o acusaram, se apresentem com a acusação, pois não será tolerável que esta não seja apresentada.

O instinto Sócratiano, inteligente e perspicaz, deve aconselhar este tipo de aproveitamento, da demora judicial daqueles que ousaram apontar o dedo, independentemente desta demora ser também um infeliz contributo para o descrédito do sistema judicial.

O que envolve José Sócrates e todo o esquema alegadamente investigado pelo Ministério Publico, é por si só intrigante, indiciador de condutas suspeitas e pouco aceitáveis, no entanto, a própria Justiça parece temporalmente compactuar com a estratégia da defesa, permitindo até a legitimidade de quem se recorre das redes sociais, para debater o seu próprio caso...

Nunca imaginei que se poderia debater um processo judicial na praça publica, infelizmente há algum tempo me apercebi do contrario, porém, jamais imaginei esta tipo de defesa youtuber, empreendida por José Sócrates.

Assim vai a triste Justiça Portuguesa e os seus segredos, sendo que no meio de tamanha confusão, ainda tenho a esperança que no fim, todos possamos acreditar que se fez justiça...

Justiça.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Comentários recentes

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Calendário

Setembro 2017

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D