Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

07
Abr17

Poetizando...

Filipe Vaz Correia

 

E se Pessoa pudesse voltar;

E cantasse Vinicius para começar,

E trocasse Vinicius o escrevinhar,

Pela cozinha molecular,

Tendo Drummond a o ajudar,

Simplesmente a confeccionar,

Uma feijoada como manjar,

E ao fundo Camões a trautear,

Uma canção de encantar,

Em cada letra um salivar,

Incitando o paladar,

Numa estranha forma de amar,

Essa cultura a deliciar,

Cada ouvido que ali pudesse estar...

 

Como seria bom;

Tê-los todos juntos,

A poetizar.

 

 

 

06
Abr17

Síria!

Filipe Vaz Correia

 

Choram na Síria;

Envergonha-se o mundo,

Lágrimas no dia,

Em que esse gás vagabundo,

Entorpece, asfixia,

Num sono profundo,

Que devagar silencia,

Aquelas pobres gentes...

 

Gritam na Síria;

Gritam emudecidos,

Gritos esquecidos,

Gazeados, feridos,

Em sonhos perdidos,

Tornados pesadelos...

 

Tombam na Síria,

Gente, crianças,

Tomba na Síria,

A imensa esperança,

Desta triste Humanidade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

05
Abr17

O Menino Dos olhos Tristes...

Filipe Vaz Correia

 

O menino dos olhos tristes;

Não sabia bem esconder,

Aquela chuva no olhar,

Meio tristeza a chover,

Insistindo em chegar,

Sempre que via reaparecer,

Aquele triste recordar,

Ausente reviver...

 

O menino dos olhos tristes,

Tristonhos e entristecidos,

Carregando um passado,

Coração bem ferido,

Dolorido, amargurado,

Por esse amor esquecido,

Nunca antes encontrado...

 

E nessa ausente infância,

 No aconchego que nunca chegou,

Perdido nessa distância,

Naquela dor que carregou,

Solitário...

 

E assim continuou;

O menino dos olhos tristes!

 

 

 

05
Abr17

O Meu Desejo De Sonhar...

Filipe Vaz Correia

 

O meu desejo de sonhar,

De brincar com as estrelas e planar,

Roubando o seu brilho devagar,

Sem parar,

A voar...

 

E por entre os céus, escrevinhar,

Essas palavras a gritar,

Dentro de mim, a escapar,

Insistindo em viajar,

Imaginando esvoaçar,

Por cada lembrança, a recordar,

Aquela criança, naquele olhar...

 

E é ai que reencontro;

O meu desejo de sonhar!

 

 

 

03
Abr17

Um Deus Nunca Morre!

Filipe Vaz Correia

 

Um Deus nunca morre;

Vive através das memórias,

Guardadas em cada um de nós,

Em cada traço dessa história,

Segredada naquela voz,

Imortal...

 

Vive em cada golo, em Alvalade,

Em cada mergulho no tamariz,

Em cada pedaço de saudade,

Nesses verões que sempre quis,

Seus...

 

Vive em cada olhar,

Em cada amigo, familiar,

Em cada abraço a recordar,

Os momentos a eternizar,

De uma vida repleta...

 

Vive assim, eternamente;

Nos sorrisos de antigamente,

Que regressam quotidianamente,

Em cada pensamento presente,

Que nos conforta incondicionalmente...

 

Porque um Deus nunca morre!

 

Até Sempre, Tio Zé Manel...

 

 

 

 

 

03
Abr17

Alma Gémea...

Filipe Vaz Correia

 

No bater do teu coração;

Me encontro,

No respirar da tua alma,

Me reencontro,

No pulsar dos teus pensamentos,

Me desencontro,

Em cada instante,

Me confronto,

Com este amor maior...

 

Por cada tua dor;

Minha mágoa,

Em cada teu temor,

Minha lágrima,

Insistente, sofredor,

Sentimento...

 

E em todas as vividas, vidas,

Te buscarei,

Em todas as nossas feridas,

Te procurarei,

Em todas as memórias esquecidas,

Saberei...

 

Que és a minha alma gémea.

 

 

 

 

Pág. 4/4

Mais sobre mim

foto do autor

Comentários recentes

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Calendário

Abril 2017

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D