Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

10
Abr17

O Chico cumpriu o sonho...

Filipe Vaz Correia

 

Sábado à noite, Francisco Geraldes, o Chico de Alvalade, cumpriu o seu sonho de menino...

Jogar em Alvalade com a camisola do seu Sporting Clube de Portugal.

Bancadas aplaudindo de pé, para acolher um dos seus, mais um daquela mágica linhagem de meninos leoninos, com o brilho aprisionado à distinta estirpe, da genialidade.

O Chico entrou para substituir o amigo de sempre, Daniel Podence, outro craque, pequeno génio que começa a demonstrar ao mundo o seu esplendoroso talento.

Aos primeiros toques na bola, logo se percebeu que o nervosismo não lhe toldaria a exibição, naqueles parcos minutos que o seu treinador lhe concedera, e todos no estádio entenderam estarmos ali perante um jogador, diferente de todos os outros...

O Chico pede a bola constantemente, repetidamente, indica o caminho, aponta lhe sem receios os possíveis destinos, sem que a sua juventude lhe acanhe ou envergonhe diante dos mais experientes.

Move-se nos espaços discretamente, sempre em movimento, recebe a mesma suavemente, sem que ela se aperceba que foi tocada, e depois, num simples gesto de pé esquerdo ou direito, faz um passe de 30 metros, uma desmarcação prodigiosa ou uma finta inesperada, da mesma maneira discreta, porém deslumbrante...

Parece um jogador experiente, com traquejo destes palcos, marcando cantos, sofrendo faltas importantes, liderando mesmo sendo o seu primeiro jogo ali, em sua casa.

Os adeptos leoninos, reagiram com a certeza de estarem na presença do futuro, revendo nele o jovem Adrien, o menino Patricio, as traquinices de um irreverente Nani, as diabruras no velhinho Estádio de Alvalade, do adolescente Figo...

Todos entenderam, perceberam, que estávamos ali na presença do primeiro de muitos jogos, daquele que arrisco dizer, será um dos melhores de sempre, desta nossa extraordinária cantera.

Falta agora saber se Jesus, também o entendeu...

Parabéns Chico, o leão que cumpriu o sonho.

 

 

Filipe Vaz Correia

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Comentários recentes

  • Anónimo

    E ainda por cima morreu William Shakespeare, o pri...

  • Carlos Marques

    Exatamente. Já para não falar do denunciante perse...

  • Filipe Vaz Correia

    Meu querido Pedro...Não contente com a mistura do ...

  • pedro

    ainda estao vivos os filhos daqueles que pela cala...

  • Filipe Vaz Correia

    Meu querido Pedro...Portanto para si o que se pass...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts destacados

Pesquisar

Calendário

Abril 2017

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub