Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Pobre Coração!

Filipe Vaz Correia, 09.12.16

 

 

Um amor renegado;

Rejeitado,

Magoado...

 

Um desejo maldito,

Proibido,

Amaldiçoado...

 

Um olhar profundo;

Num abraço que nos amarra,

Que desafia, vagabundo,

Esse mundo que nos agarra...

 

Esse amor fatal;

Escondido em nuvens escuras,

Antevendo um temporal,

Descrito em partituras,

Impossíveis de decifrar...

 

Esse sonho desejado;

Num destino que não me pertence,

Desejando aprisionado,

Esse amor intemporal...

 

Pobre coração;

Que quer ser livre e voar,

Pobre coração,

Que quer ser livre para amar...

 

Pobre coração;

O dos apaixonados!