Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Voltarei a Amar!

 

Dói discretamente;

Arde intensamente,

Magoa desmesuradamente,

Numa mágoa tão presente,

Dessa presença ausente,

No meu coração demente...

 

Ainda acredito, sem saber;

Ainda quero, sem querer,

Tentando entender,

Porque não sou capaz de esquecer,

Essa história a escrever,

Ainda antes de a viver...

 

Nesse caminho despedaçado;

Sem retorno, regressar,

Vejo agora desabitado,

Esse pobre coração,

Que é o meu...

 

Porque ainda o oiço, soluçar;

Dentro de mim, a chorar,

Mas sei que irá lutar,

Para um dia...

 

Voltar a amar!

 

 

 

 

 

 

3 comentários

Comentar post