Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Um Deus Nunca Morre!

 

Um Deus nunca morre;

Vive através das memórias,

Guardadas em cada um de nós,

Em cada traço dessa história,

Segredada naquela voz,

Imortal...

 

Vive em cada golo, em Alvalade,

Em cada mergulho no tamariz,

Em cada pedaço de saudade,

Nesses verões que sempre quis,

Seus...

 

Vive em cada olhar,

Em cada amigo, familiar,

Em cada abraço a recordar,

Os momentos a eternizar,

De uma vida repleta...

 

Vive assim, eternamente;

Nos sorrisos de antigamente,

Que regressam quotidianamente,

Em cada pensamento presente,

Que nos conforta incondicionalmente...

 

Porque um Deus nunca morre!

 

Até Sempre, Tio Zé Manel...