Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Saudade

 

 

 

Se a saudade;

Tivesse olhar,

E não fosse o meu,

Na verdade,

De uma tristeza singular,

Um espelho dessa singularidade,

Intenso abraçar,

Da nossa intemporalidade,

Reflectida,

Neste imenso amor...

 

Se a saudade;

Soubesse o quanto dói,

O quanto a alma corrói,

Esta imposta distancia...

 

Se soubesse a saudade;

Quanto doí,

E calaria a vontade,

De tamanho destino.

 

 

E Se Eu Fosse, Um Pássaro?

 

Se eu fosse um pássaro;

E livremente pudesse viajar,

Se não temesse abrir as asas,

E num gigantesco salto, voar...

 

E se eu fosse um pássaro;

E me abrissem a gaiola,

Vislumbrando a imensidão,

Que se esconde,

Da minha curiosa alma...

 

E se eu fosse um pássaro;

E tivesse o céu para mim,

Como um espaço sem fim,

Onde pudesse sonhar...

 

E se eu fosse um pássaro;

E não tivesse medo de sobrevoar,

O montanhoso desconhecido,

Não temendo encontrar,

O infinito perdido,

Por entre os recantos, de cada destino...

 

E se eu fosse um pássaro;

Como poderia escrever,

Gritando para o mundo,

Estas palavras a descrever,

O horizonte da minha imaginação...

 

E se eu fosse um pássaro?