Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Saudades

 

Porque me fazes doer?

Palavra estranha,

Por vezes até entorpecer,

Nesse passado que se entranha,

Devagar ao amanhecer,

De mansinho nos apanha...

 

Porque me iluminas sem brilhar?

Me deixas sentir esse sabor,

Esse intenso paladar,

Resgatando sem pudor,

Sem despir, divagar,

Esse passado às vezes dor...

 

Essa dor às vezes passada;

Essa mágoa por vezes regressada,

Numa mistura já vivida,

Por vezes ferida,

Sempre sentida...

 

E só assim;

Vivendo por ti,

Sinto as Saudades que adoçam a minha alma.