Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Os SMS E A Espuma Dos Dias...

 

Os SMS de António Domingues ainda sobrevivem à espuma dos dias, nesta busca constante pelo sensacionalismo...

A comissão de inquérito à CGD, mais uma, teve hoje uma das suas mais importantes audições, a do ex-Presidente da Caixa Geral de Depósitos, António Domingues, para esclarecer as noticias que sem interrupção inundaram televisões e jornais, comentadores e comentadeiros, até à exasperação.

As perguntas sumarentas, que certamente se esperava incendiarem, uma vez mais, o panorama político Português eram inúmeras, com os mais variados nomes, rostos, qual novela mexicana...

A quem mostrou os SMS?

Foi o senhor que os entregou a António Lobo Xavier, que de seguida os mostrou ao Presidente da República?

Assumiu por escrito o Ministro das Finanças, o compromisso de não entregarem as declarações de rendimentos?

Estaria disponível António Domingues para as revelar ali, naquela comissão de inquérito?

Todas estas questões, serviam de aperitivo para esta ansiada lavagem de roupa suja, que muitos, em especial o PSD, aguardavam...

E assim começou a audição e assim foi continuando, por entre as palavras equilibradas, discretas e tranquilas do ex-Presidente da CGD, deixando cair para espanto daqueles que ao longo destes penosos meses, alimentaram esta polémica, desmedidamente desinteressante.

" Não mostrei os SMS a ninguém!" Exclamou António Domingues...

OU seja, António Domingues foi ali, colocar um ponto final na sua alegada participação neste folclore mexicano, demonstrando que nunca havia trocado ou mostrado o conteúdo das alegadas SMS com qualquer pessoa, que não os intervenientes, nas mesmas.

Tantos meses, tanto papel, tantas horas de estúdio para que num instante as palavras de António Domingues recolocassem a questão no lugar de onde nunca deveriam ter saído...

A do foro privado.

Agora outras questões ficam na mente de quem assistiu a esta comissão:

Como Lobo Xavier teve acesso a estas SMS?

Porque razão não veio António Domingues, no auge desta polémica, dar as explicações, que nesta comissão expressou?

Os partidos terão noção de que a banalização destas audições, descredibiliza a acção das mesmas?

Bom continuemos então, até que no espaço mediático se encontre outra polémica para alimentar a espuma dos dias...

 

 

Filipe Vaz Correia