Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

O Bater Do Meu Coração!

 

Vou dizer baixinho;

Soletrando devagarinho,

Palavras com carinho,

Neste amor que de mansinho,

Chegou, sem pedir licença...

 

De uma forma sorrateira;

Se impôs de maneira,

Solitária e verdadeira,

Arrebatando de sobremaneira,

A atenção inteira,

Que bate na minha alma...

 

Se morreres;

Morrerei,

Se chorares,

Chorarei,

Se caíres,

Cairei...

 

Se por alguma razão;

Numa espécie de hesitação,

Encontrares uma lágrima de verão,

E perderes a noção,

Do teu significado em mim...

 

Escuta silenciosamente,

O bater do meu coração,

O bater deste amor;

Que sempre te pertencerá.

 

 

 

 

 

1 comentário

Comentar post