Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Noites...

 

 

 

A noite cintilante;

Vai soltando sábias palavras,

Ouvindo a alma hesitante,

Perdida e angustiada,

Sabendo desesperante,

Que a lágrima desencontrada,

Se tornará na asfixiante,

Amargura...

 

A noite estrelada;

Abraçando a tamanha dor,

Vai segredando a desencantada,

Forma de ardor,

Que permanece aprisionada,

A este intenso pensamento...

 

E tantas noites se passaram;

Tantas que passarão,

Continuando a cintilar,

Essas estrelas,

Que no meu coração permanecerão,

Como o reflexo deste eterno amor.