Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Na Favela Onde Eu Vivo!

 

 

 

Na favela onde eu vivo;

Não existe água nem eletricidade,

Impera a lei da bala,

Que atinge a mocidade,

Atirados para uma vala,

Escondida da sociedade,

Que raramente fala,

De nós...

 

Na favela onde eu vivo;

Ninguém consegue viver,

Apenas lá moramos,

Temendo um dia morrer,

Enquanto aguardamos,

Pela mudança...

 

Na favela onde eu vivo;

Já não mora a Dona Esperança,

Que há muito nos deixou...

 

Na favela onde eu vivo...

 

 

1 comentário

Comentar post