Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Caneca de Letras

Caneca de Letras

Magia...

 

Uma cartola polida;

Num palco encardido,

Meio escuro, empalecido,

Empoeirado, esquecido,

Numa história perdida,

De uma amargurada vida...

 

Esse momento, sem vento;

Nessa noite sem lua,

Sem essa luz que é tua,

Para iluminar este sentimento,

Essa dor tão crua,

Dona do meu desentendimento,

Desentendido, sofrimento...

 

Tudo parece ilusão;

No meio de tamanha confusão,

Confundindo sem avisar,

Este ingénuo coração,

Que insiste em crer,

No teu olhar...

 

Assim, como que por magia;

Quero acreditar que um dia,

De cartola na mão,

Escutando a mesma canção,

Me irás dizer...

 

Também eu!